close

Mais Blog

Escrita Criativa: a melhor forma de comunicação para introvertidos

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 1 de abril de 2020
Junte-se a mais de 250.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A escrita, especialmente a escrita criativa, é a melhor forma de comunicação para os introvertidos.

Introvertidos são criativos, excelentes artistas, escritores e intelectuais.

Já pensou por que isso acontece?

Para os introvertidos, o silêncio não é perturbador. Ele é revigorante.

“O silêncio não é vazio. Ele está cheio de respostas.”

E é nesse lugar de quietude que nascem as melhores ideias e os melhores textos.

No entanto, são anos e mais anos acreditando na ideia de que para vender na internet é preciso gravar vídeos.

Faça 100 deles e você se tornará bom.

Sim, isso é verdade. Assim como escrever 100 textos.

Não se trata de desenvolver a técnica, mas sim de fazer aquilo que é autêntico para você. E acredite, quanto mais você se diverte criando, mais as pessoas percebem a verdade naquilo que você comunica.

Seja através de textos, seja através de vídeos.

A maior parte dos introvertidos precisa lidar com um grande vilão: o medo da exposição. Ou melhor, do julgamento alheio.

Se essa exposição é feita através de vídeos, maior a trava, já que a vulnerabilidade é proporcional à potência de conexão desse meio de comunicação.

“O que vão achar da minha voz?”

“Será que meu cabelo está bom?”

“Sempre pareço um robô na frente das câmeras…”

E por aí vai.

As chances de travar e desistir na hora de executar são maiores.

Por isso que defendo que a escrita criativa é a melhor forma dos introvertidos aproveitarem sua natureza, se comunicarem e, principalmente, venderem.

Sem precisar gravar vídeos, fazer lives ou compartilhar sua vida pessoal nos Stories.

Esqueça a ideia de que a única maneira de construir uma audiência grande é se conectando com ela ao vivo, seja por lives ou eventos ao vivo.

Dê palestras.

Seja o primeiro a dar sua opinião.

Fale mais e escute menos.

Mostre seus resultados sempre que tiver a chance.

E até mesmo caso você secretamente se sabote por acreditar que precisa se encaixar na sociedade, se sentindo muitas vezes um E.T. infeliz por não conseguir ser quem você nasceu para ser.

Sei que algumas pessoas ainda resistem a essa ideia. Mas posso provar que a escrita criativa é a grande força dos empreendedores introvertidos.

Escrita criativa para dominar as mídias online

Blogs são poderosos imãs de atração de pessoas.

Só Viver de Blog já alcançou mais de 20 milhões de visitas nesses 7 anos de existência.

É uma quantidade de pessoas maior do que a população inteira da Suécia e da Noruega juntas.

E em torno de 7% da população toda do Brasil.

Muitos já conhecem e usam os blogs como ferramenta de alcançar pessoas através de textos.

Mas nas redes sociais, a escrita criativa e emocional também é bastante eficiente para o mesmo fim.

Apesar de o Instagram ser uma mídia voltada para imagens e vídeos, uso todo o poder dos textos para me conectar com uma audiência que lê de cabo a rabo as ideias que compartilho.

Tanto que já são mais de 227 mil seguidores engajados com as nossas postagens em texto.

Até mesmo no YouTube tivemos resultados muito bons através da escrita.

Todos os roteiros dos nossos vídeos foram adaptados de textos do próprio blog, o que nos possibilitou crescer do zero até 141 mil inscritos por lá.

Quando você percebe que todo conteúdo de valor começa na escrita criativa, fica até fácil explorar canais tipicamente extrovertidos, como o Instagram e o Youtube.

Já defendi meu ponto de que a escrita é a melhor arma de comunicação do introvertido.

Mas, e onde entra a criatividade dentro disso tudo?

E como aprender a ser criativo(a) ainda que você acredite não ter nascido com esse dom?

Vamos ver agora!

Os 5 estágios da escrita criativa

Criatividade não é sorte nem dom. É processo com uma dose de espontaneidade que segue 5 estágios:

1. Preparação

Você irá adquirir novos conhecimentos através da pesquisa e observação.

Seja tanto para aprender mais sobre o assunto quanto identificar pontos de melhoria de materiais existentes para trazer o seu ponto de vista e novas informações.

2. Incubação

Toda a informação com a qual entramos em contato durante nossa pesquisa, e em nosso dia a dia, fica armazenada em uma espécie de biblioteca do subconsciente.

Você pode demorar minutos, horas, dias, meses ou anos para usar aquela referência adquirida.

O criativo não é aquele que tiras ideias do absoluto zero.

Mas aquele com um repertório vasto de referências que são acessadas por seu cérebro em formato de insights.

3. Momento Eureka

Você consegue se lembrar o que estava fazendo no exato momento que teve sua última ideia genial?

Muitas das minhas surgem durante o banho ou na caminhada até a academia.

Como a mente não está sendo muito requisitada nesses momentos, o subconsciente consegue trazer à tona as referências que foram armazenadas na incubação.

É o famoso momento de inspiração.

Aquele que muitos enxergam como sendo o grande auge da criatividade.

4. Validação de ideias

O próximo passo é o de validação de ideias que você anotou ao longo do tempo.

Quanto mais livre você deixar seus pensamentos fluírem, livres de julgamento, mais criações fora do comum irão surgir.

E quando o branco for inevitável, você poderá encontrar algo no seu repertório de ideias já previamente anotadas.

5. Ação

Por mais que você acredite que suas últimas 30 ideias sejam incríveis, você não terá tempo para executar todas.

Validar as ideias fará com que você consiga usar as melhores.

Afinal, uma ideia só tem valor depois que colocada em prática.

Como desenvolver a habilidade da escrita com apenas 2 minutos por dia

Criar bons hábitos pode ser difícil.

Ou fácil, de acordo com a estratégia que você decide adotar.

Quando se trata de hábitos, embora você sabe que deve começar pequeno, é fácil iniciar mirando na lua.

Você sonha em escalar uma montanha, mas ignora os pequenos passos necessários até alcançar o topo.

A Regra dos 2 Minutos na escrita criativa

A Regra dos Dois Minutos afirma que:

“Ao iniciar um novo hábito, ele deve ser completado em menos de dois minutos.”

Você descobrirá que praticamente qualquer hábito cabe em uma versão de dois minutos:

“Ler antes de dormir todas as noites” torna-se “Ler uma página”. 

“Praticar 30 minutos de Yoga” vira “Pegar meu tapete de Yoga”.

O objetivo é tornar seus hábitos o mais fácil possível para começar.

Qualquer um pode meditar por 2 minutos, ler uma página ou descartar uma peça de roupa velha.

Na escrita criativa, o caminho é semelhante.

Você sabe que escrever todos os dias irá desenvolver suas habilidades como escritor.

Porém, você não deve colocar uma meta de escrever 1 milhão de palavras no ano, se não possui consistência na escrita.

A maneira mais fácil de começar é seguindo estes 3 passos:

Passo #1: Após um hábito existente, farei um hábito novo. Junte hábitos e será muito mais fácil colar o hábito de escrever em sua rotina.

Como faço: Após meditar 10 minutos, irei escrever por 1 hora.

Passo #2: Defina datas e horários específicos para seu hábito.

Como faço: Após meditar às 07:00, irei escrever das 07:10 até 08:10 todos os dias, inclusive fins de semana (você pode ver como amo tanto escrever).

Passo #3: Arrume seu ambiente de escrita para ser fácil, óbvio e atrativo começar a escrever.

Como faço: Porque escrevo pela manhã, arrumo minha mesa na noite anterior, deixando tudo preparado: iPad com o editor de texto já aberto, teclado bluetooth, fone de ouvido, água e óculos em seu lugar.

Ao invés de buscar escrever 2.000 palavras ou três horas, meu objetivo é simplesmente sentar, ligar o iPad e colocar um contador de uma hora. Esse é o hábito de escrever em menos de 2 minutos.

Com o editor de texto já aberto, coloco meu fone de ouvido, ligo uma música ambiente e as palavras aparecem.

Essa clareza e organização é fundamental para você criar qualquer hábito em menos de 2 minutos.

Aceitar sua natureza como introvertido e evitar colocar as máscaras da extroversão é a chave para bombar o seu marketing e vender seu conhecimento online.

A escrita criativa faz parte do Método A.M.E que criei com base na minha experiência de mais de 10 anos no meio digital. Sendo um introvertido.

Ele é composto por:

  • Aceitação – Como aceitar sua natureza introvertida, desenvolvendo confiança e coragem.
  • Marketing – Como fazer marketing sendo introvertido.
  • Escrita – Como escrever com criatividade e persuasão.

Esse é o lado introvertido do Marketing. E se você quiser saber mais como ele funciona, contrariando todas as regras que ensinam por aí, é só clicar nesse link para saber mais.

Tema Profissional, Moderno e Poderoso para Seu Site.

Athena

Quero Conhecer o Athena →
Athena

Junte-se a mais de 250.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

>