close

Mais Conversões

10 erros de Copywriting que você deve evitar se quiser vender

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 27 de outubro de 2021
Junte-se a mais de 250.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Erros de Copywriting “inocentes” destroem a capacidade de vendas de muitos negócios digitais,

A verdade é essa: qualquer um pode escrever na internet.

Mas poucos são aqueles capazes de gerar engajamento e vendas através das suas palavras.

Se você está com alguma dificuldade de gerar resultados através da sua escrita, veja se não está cometendo algum desses 10 erros de copywriting que passam despercebidos até pelos profissionais mais experientes.

Erro de Copywriting #1: Mostrar intelectualismo ao invés de sabedoria.

Seu foco deve ser transmitir a informação, e a forma mais eficiente para isso é usar palavras fáceis de compreender.

Você não está escrevendo uma copy para alimentar seu ego, mostrar sua autoridade através de uma linguagem rebuscada e nem dar a entender que é melhor que os demais.

Copy é a combinação de uma escrita que ativa o lado emocional do leitor e justifica sua escolha ou ação com argumentos racionais e lógicos.

E clareza e simplicidade são valores mais importantes do que demonstrações de inteligência e domínio gramatical do português.

Quase todos os termos complicados tem um equivalente mais simples para ser usado.

O mesmo princípio vale para palavras longas. Não use se houver uma palavra curta que possa cumprir a função.

Erro de Copywriting #2:Copiar ao invés de se inspirar

Quando olhamos demais para o que a “concorrência” está fazendo não estamos fazendo pesquisa de mercado.

Estamos apenas nos distraindo.

Preocupar-se com que os outros é correr o risco de trilhar um caminho ruim, dando de cara um beco sem saída.

A experiência própria, aprendendo com seus próprios testes, erros e acertos é fundamental.

A consistência, mantendo disciplina e “colocando a cara a tapa”, é fundamental.

A teoria e seus métodos, entendo conceitos fundamentais de conteúdo, marketing e vendas, é fundamental.

Porém, a maior verdade que você irá aprender no labirinto do mercado digital é que existe milhões de maneiras de se chegar no final.

Muitos vão ficar perdidos no caminho somente seguindo o que os outros pregam como certo, sem avaliar se aquilo faz sentido na sua vida e no seu negócio.

Ao invés disso, seguem copiando modelos e copys que acreditam ter sucesso.

Quem disse que a copy que você está praticamente copiando realmente trouxe bons resultados para quem a escreveu?

E mais: cada nicho e cada negócio tem as suas particularidades.

Nem preciso dizer que copiar o trabalho alheio não é uma atitude ética.

Erro de Copywriting #3:Não quebrar objeções

Quando você cria um produto, serviço ou material, é importante que os usuários sintam-se seguros com as informações.

Você deve solucionar as dúvidas, questionamentos, objeções. Se o leitor ficar com o pensamento “é, mas…”, o seu trabalho estará perdido.

Você precisa antecipar todas as possíveis objeções e respondê-las no seu texto, deixando seu leitor confiante na mensagem que você está passando.

Dica: usar “mesmo que…”é uma ótima forma de vencer objeções, mesmo que você não acredite nisso.

Erro de Copywriting #4:Esquecer do “fator WOW”

Seja em texto, imagem ou vídeo, você precisa chamar atenção de alguma forma que os seus concorrentes não estão fazendo.

Por isso que usar bancos de imagens e se inspirar somente nas pessoas e marcas que atuam no seu nicho, é o primeiro passo para fazer mais do mesmo e cair no esquecimento.

No entanto, não basta quebrar o padrão e depois não saber prender a atenção.

Para continuar envolvendo seu futuro cliente, capriche em uma introdução poderosa.

Se você, assim como eu, é fã de Breaking Bad, aposto que teve sua atenção cativada até o fim da série por causa do primeiro episódio.

O episódio piloto apresenta tantos elementos impactantes e pontas soltas que você é fisgado imediatamente e precisa saber como aquela história vai terminar.

A melhor forma de fazer isso é através do contraste, usando uma afirmação contraintuitiva, como:

Frases tão impactantes quanto ver Walter White apenas de cueca, dirigindo uma van com dois corpos na parte de trás do veículo.

Erro de Copywriting #5:Promessas agressivas sem provas

Não prometa aquilo que você não consegue cumprir.

Por mais que uma promessa boa demais para ser verdade atraia mais pessoas, se você não consegue entregar, ou não sabe se alguém mais além de você conseguirá os mesmos resultados, mude a promessa.

A não ser que você queira vender muito uma única vez e nunca mais faturar no mercado digital.

Sem falar na perda da credibilidade.

Muitos gurus do passado que apostavam nas falsas promessas de “ganhar dinheiro dormindo” desapareceram do mercado para sempre.

E como você prova todas as transformações maravilhosas que seu produto pode causar?

1.Dados, estudos, matérias de jornais.

Na página de vendas do Escritor Milionário, eu fiz a seguinte promessa no título:

“Descubra finalmente como ser muito bem remunerado pela sua habilidade de escrever e torne-se um Escritor Milionário.”

E ao longo da copy, afirmo que “76% dos redatores online recebem menos de R$ 1.000 por mês”, um dado real obtido em uma pesquisa da 99jobs e Rock Content.

Mostro o dado e coloco a fonte para dar credibilidade ao que estou afirmando.

2.Depoimentos e estudos de caso

Se eu digo que Escritor Milionário é um curso que vai revolucionar a qualidade da sua escrita e sua capacidade de gerar dinheiro através dela, pode acender o seu “Balelômetro.

Mas se eu mostro os depoimentos de alunos, com vários perfis diferentes, afirmando a mesma coisa sobre o curso, ganho credibilidade.

A quantidade de alunos que já experimentaram o método também é uma ótima forma de gerar prova.

Erro de Copywriting #6: Não escrever com foco em aparelhos Mobile

Eu tenho 80% de certeza de que você está lendo esse artigo no celular, acertei?

Você até pode estar no computador nesse momento, mas hoje a maior parte das pessoas consome conteúdos na internet através de um telefone celular.

E não dá para ignorar esse fato na hora de escrever.

Parta do princípio que as pessoas vão ler seus anúncios, emails, páginas de vendas ou conteúdos em uma tela com a largura reduzida.

Como você pode adaptar sua escrita para servir melhor essa audiência?

Seguindo essas simples dicas:

  • Títulos mais curtos.
  • Fontes maiores.
  • Usar no máximo 3 linhas por parágrafo.
  • Usar separações no seu texto através de vírgulas, pontos e palavras de transição.
  • Use a palavra “tocar” ao invés de “clicar”
  • Use tópicos e subtópicos para guiar os leitores que vão escanear ao invés de ler palavra por palavra.

Erro de Copywriting #7: Não ter a coragem de perder clientes

O erro mais comum de copywriting é dizer que seu produto ou serviço é útil para qualquer pessoa.

Ao invés de abraçar um mercado maior, você acabará dando um tiro no próprio pé.

Eu sei que é difícil abrir mão de um mercado com milhões de pessoas para restringir seu público a apenas alguns milhares de potenciais clientes.

Mas acredite: se você disser que seu produto resolve de unha encravada a problemas de relacionamento, ninguém vai levar sua promessa a sério.

Você precisa ter a coragem de repelir as pessoas que não são seus potenciais clientes.

Também precisa repelir possíveis clientes ruins, que vão dar muito mais dor de cabeça do que lucros.

Nós sempre enfatizamos na copy dos nossos produtos que aqueles que desejam ganhar dinheiro na internet, ou aprender a escrever sem esforço algum, não devem comprar nossos produtos.

Não só já deixamos claro que tipo de pessoas queremos atrair, como também evitamos possíveis problemas futuros de termos alunos cujas expectativas não será atendidas, gerando uma alta taxa de reembolso.

A sua copy deve responder uma das principais perguntas na cabeça do leitor:

  • Será que esse produto é para mim?
  • Será que ele pode ajudar a resolver o meu problema?

Não se trata de ser polêmico, apenas de deixar claro quais são as suas convicções sem medo de desagradar.

Erro de Copywriting #8:Não criar um Mecanismo Único para o produto

Mecanismo Único é o grande diferencial do seu produto ou serviço diante dos demais do mercado.

Deve ser algo que ninguém faz ou conseguirá fazer além da sua marca.

A Dove deveria ser um sabonete para pele seca ou aquele que limpa profundamente?

Essa resposta, que você deve conhecer bem, definiu o grande sucesso da marca de sabonetes que diz que é mais hidratante do que todos os seus concorrentes.

Não basta dizer que você tem um método de três passos. É preciso dar um nome para ele.

E a maneira mais eficiente desse método ser lembrado é através de um acrônimo.

Ou seja, uma palavra que se forma pela junção das primeiras letras de um grupo de palavras.

Como o método A.M.E, acrônimo de Aceitação, Marketing e Escrita, que forma o conteúdo do curso Marketing para Introvertidos, por exemplo.

Erro de Copywriting #9:Esquecer de mostrar as “razões para”

**As pessoas simplesmente gostam de ter razões para o que elas fazem. **

Em seu livro Armas da Persuasão, Robert Cialdini analisa um estudo realizado sobre os pedidos de uma pessoa para passar à frente em uma fila de xerox.

No primeiro teste, o participante disse: “Desculpa, tenho cinco páginas. Posso usar a máquina de xerox?”

Neste cenário, cerca de 60% das pessoas permitiram que ele furasse fila.

Na segunda situação, o participante disse:

“Tenho cinco páginas. Posso usar a máquina de xerox porque estou com pressa?”

Ele justificou a pressa ao fazer o pedido e conseguiu fazer com que 94% das pessoas deixaram que ele furasse a fila.

Vamos à solicitação usada no terceiro e último teste:

“Desculpe-me, tenho cinco páginas. Posso usar a máquina de xerox porque eu tenho que fazer cópias?”

É uma justificativa insuficiente para que as pessoas deixassem o participante furar fila, afinal, todo mundo ali quer tirar cópias.

Apesar disso, 93% das pessoas permitiram que ele passasse na frente, apenas 1% a menos que no caso anterior, porém, 33% a mais que no primeiro teste, no qual não há um porquê.

Sendo assim, sempre busque justificar o que você está fazendo.

Quanto mais verdadeiro e genuíno for seu argumento, maiores serão as chances de seu público confiar em você.

Portanto, não esqueça de explicar:

  • Porque você dá garantia para seu produto.
  • Porque sua oferta só está disponível por tempo limitado.
  • Porque você decidiu criar o produto
  • Porque o leitor deveria compra de você então do seu concorrente
  • Porque ele deveria comprar hoje.

Erro de Copywriting #10:Ignorar o contexto da campanha ou da peça que está escrevendo

Qual o nível de consciência das pessoas que você quer alcançar?

Em outras palavras, quanto ela sabe sobre você, seu produto ou até mesmo sobre o problema que você ajuda a resolver.

Ela já acessou alguma página de captura sua?

E quanto à página de vendas?

Chegou até o checkout (o famoso carrinho)?

Para cada um desses contextos, o objetivo e a comunicação do anúncio é diferente.

Antes de escrever a copy você tem que definir qual o objetivo dela dentro da campaha como um todo e qual ação você quer que seu leitor tome após entrar em contato com seu texto.

Ignorar esse e todos os outros erros de copywriting é praticamente pedir para ser ignorado por seus leitores.

Junte-se a mais de 250.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

>