close

Mais Tráfego

SEO Google 2020: porque seu site não aparece nas primeiras páginas e como virar esse jogo

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 11 de novembro de 2020
Junte-se a mais de 250.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Será que fazer SEO para Google em 2020 ainda é relevante?

Pense num blog com 17 milhões de visitantes.

Você acredita que 70,7% de todo esse tráfego é um número grande?

Sim, são mais de 10 milhões de visitantes somente de buscas orgânicas, ou seja, usando um blog/site otimizado para SEO conseguimos garantir todo esse tráfego para nosso negócio.

O que  equivale a 8%–10% da população ativa na internet em todo o Brasil. Imagine essa quantidade de pessoas visitando seu blog/site.

E mais:

  • Conhecendo seus conteúdos.
  • Reconhecendo seu trabalho.
  • Comprando seus produtos e serviços.

Esse é o poder de um SEO para Google bem feito.

SEO é a abreviação para o termo em inglês Search Engine Optimization. De forma bem direta, é a otimização de sites, blogs e conteúdos para melhor performance nos mecanismos de busca.

Ou seja, é a melhor estratégia para ganhar as primeiras posições não só no Google, mas também em outros buscadores como Yahoo e Bing.

Assim como em redes sociais que funcionam como buscadores, como o YouTube e o Pinterest.

Apesar da popularização das redes sociais, principalmente do Instagram, os blogs e sites ainda são extremamente relevantes para os negócios digitais ou físicos por alguns motivos:

1.Atraem um público qualificado que já tem maior nível de consciência sobre seu produto, serviço ou conteúdo, já que ele está ativamente fazendo uma busca nos mecanismos.

2.O tráfego orgânico é gratuito, exigindo apenas investimento de tempo, não de dinheiro.

3.Garantem a proteção do seu negócio, já que você não tem controle nenhum sobre as suas redes sociais e está sujeito às mudanças de políticas e regras externas.

4.Atrai leads qualificados gratuitamente para sua lista de emails, se você investir em um tema com caixa de captura de emails e na produção de iscas digitais.

Portanto, ter um blog ainda é extremamente relevante em 2020. Se não fosse, você não teria encontrado esse artigo e nem estaria consumido essa informação nesse momento.

Mas, e por que é tão importante estar na primeira página e até entre os primeiros resultados das buscas no Google?

Por que você deve investir em SEO para Google

Caso você tenha produzido um conteúdo que seja aquilo que quem busca, precisa, a pessoa irá clicar, ler, ouvir ou assistir seu conteúdo.

E se, gostar do que encontrou, pode assinar sua lista de emails e até salvar seu site como favorito, fazendo parte da parcela da audiência que agora sabe quem é você.

Se muitas pessoas fazem isso, você recebe uma avalanche de tráfego gratuito e de qualidade. Essas pessoas estão muito mais engajadas, afinal, elas foram atrás de você, e não o contrário.

E você precisa se preocupar em conseguir as primeiras colocações por um motivo lógico e simples: as pessoas têm preguiça de rolar todas as páginas de resultados para encontrar o que precisam e por isso tendem a ficar na primeira, quando muito na segunda página.

Especialistas no assunto consideram os 3 primeiros resultados mostrados pelo Google como sendo o “Santo Graal” das buscas orgânicas, recebendo mais de 35% de todos os resultados de pesquisa.

O primeiro lugar tende a receber, sozinho, 18,2% dos cliques.

Somando esses 10 resultados da primeira página, temos 52,32% de todos os cliques. Mais da metade das intenções de busca ficam ali, na primeira página.

Como ranquear na primeira página do Google

Sabemos que conteúdo é REI.

Ou seja, produzir conteúdos de qualidade é uma obrigação de qualquer site ou blog.

Mas o conteúdo de qualidade não é o único responsável por garantir o sucesso de uma estratégia de SEO para Google.

Existem 3 pilares que são igualmente importantes, assim como são igualmente ignorados. E nenhum site ou blog prospera sem eles.

Pilar #1: Design

94% das primeiras impressões de um site são relacionadas ao seu design e esse julgamento se dá em apenas 8 segundos.

Você não possui muito tempo para impressionar um visitante e em qualquer momento ele pode escolher voltar para onde estava, ligar a Netflix ou o Youtube e sumir do seu blog ou site.

Por razões óbvias, o único julgamento possível em 8 segundos é o visual.

É como aprendemos a identificar se uma pessoa está feliz ou triste, se uma fruta é saudável ou está podre para comer ou se a pessoa diante de nós está com as mãos abertas para nos receber ou com os punhos cerrados prestes a acertar em cheio nosso nariz.

Inclusive, estudos mostram que 73% das pessoas querem consumir um conteúdo com um design agradável.Ou seja, não basta apenas um conteúdo memorável. Ele precisa ter um design agradável.

Caso contrário, existem infinitas outras possibilidades para seu visitante procurar.

E ao menos que você tenha passado os últimos 10 anos dentro de uma caverna, você sabe que as pessoas estão vidradas em seus celulares.

Logo, o design do seu blog ou site, além de bonito, precisa ser responsivo.

Ou seja, ao abrir seu blog/site no celular, no tablet ou computador, ele precisa estar impecável. Afinal:

  • 80% dos usuários de internet possuem um smartphone.
  • 86% dos emails são lidos em dispositivos mobile.
  • 63% dos jovens (15-25) realizam compras em seus smartphones.

Design é nosso primeiro pilar e ele é responsável pela confiança, proximidade e encantamento da audiência.

Pilar #2: Velocidade

Você sabia que 40% das pessoas deixam um site se ele demorar mais de 3 segundos para carregar.

O Google penaliza você e te joga pra baixo no ranking de conteúdos. E você perde ótimas oportunidades de crescer uma audiência fiel, se comunicar com ela via email e vender seus produtos e serviços.

Lembre-se que hoje em dia 90% das pessoas usam várias janelas de trabalho ao mesmo tempo, indicando que a grande maioria realiza multi-tarefas.

Logo, qualquer demora no carregamento do seu blog/site significa perda de visitantes.

E esse problema vai além.

A taxa de rejeição em um site pode dobrar se ele demorar mais de 4 segundos para carregar.

Ou seja, se você perdia 10 em cada 100 visitantes pela lentidão do seu site, demorando 4 segundos para carregar você perderia 20 pessoas.

Se ele demorar mais de 8 segundos, esse número sobe para 50 pessoas (mais do que dobra).

Portanto, na era da ansiedade em que as pessoas querem tudo o mais rápido, mais fácil e pra ontem, você não tem chance se não tiver um blog/site carregando SUPER rápido.

Pilar #3: SEO on page

O Google usa um algoritmo super secreto (com mais de 200 fatores de ranqueamento) para decidir quais sites ficam no topo dessa concorrida lista.

Alguns desses fatores importantes para o SEO para Google dentro do seu blog ou site são:

  • Usar a palavra-chave no conteúdo, sem exageros, ou seja, mantendo a leitura agradável.
  • Velocidade de carregamento da página.
  • Número de atualizações feitas no blog ou site (por isso a importância de postar com frequência).
  • Uso de palavras-chave em títulos e subtítulos.
  • Links externos para sites renomados.
  • Número de links internos.
  • Atualização de conteúdos antigos.

Além de um bom conteúdo, você precisa ter um site otimizado para SEO.

Minha paixão é escrever, compartilhando minhas ideias com pessoas que acreditam em valores parecidos comigo.

Felizmente, sempre contei com as melhores práticas para crescer esse site até 17 milhões de visitas. E foram esses 3 pilares que sustentaram esse crescimento.

Mas eu não sou especialista em design nem em TI. Como disse, meu negócio é escrever. E, não valia a pena investir meu tempo para adquirir essas habilidades que demorariam bons anos para serem lapidadas.

Escolhi o caminho mais rápido e mais eficiente para mim e, para muitos outros empreendedores digitais e produtores de conteúdo que desejam focar naquilo que dominam para crescer seu negócio na internet.

Por isso, desde julho de 2017, usamos o Athena como template WordPress aqui no blog.

Ele foi desenvolvido pelo nosso time de tecnologia para garantir o melhor dos 3 pilares que vimos até agora:

  • Design impecável.
  • Otimizado para SEO.
  • Velocidade de carregamento rápida.

Tudo isso para que você consiga focar na única parte do SEO para Google que precisa da sua criatividade e habilidade com a escrita: a do conteúdo.

Se você quiser saber o Athena, clique aqui.

Como melhorar o SEO dos conteúdos

A primeira grande questão, que vem antes das otimizações de SEO para conteúdos, é a da qualidade dos mesmos e a sua relação com a quantidade de textos publicados.

O que é melhor para o SEO para Google: quantidade ou qualidade?

Imagine que você precisa escolher entre publicar 5 artigos por semana ou apenas um artigo por semana.

Quando você publica um artigo por semana, você consegue mais tempo para deixá-lo no estado da arte, melhorando cada aspecto dele. Porém, você só publica uma única vez.

Já na opção de publicar 5 artigos por semana, você não tem muito tempo para aperfeiçoar esse artigos, assim como se alongar muito neles.

Você precisa fazer a máquina de conteúdo girar. A perda de qualidade ela se compensa pela quantidade de artigos nesse caso.

Ok, você deve estar pensando, mas o que eu devo escolher? Qualidade ou quantidade?

Alguns anos de experiência me mostraram que um artigo muito nem produzido, em uma única semana, ele é muito mais valioso do que 5 artigos artigos publicados em uma semana.

Um melhor posicionamento seu em relação a seus competidores, você faz diferente e faz melhor. E a maior chance de ranquear no topo das pesquisas do Google, pela densidade, a qualidade das informações que você coloca nesse artigo.

Mas o que fazer exatamente para ter um conteúdo de qualidade?

Você pode usar, infográficos, ebooks, vídeos. O importante não é o formato do conteúdo em si, mas a riqueza do material, tanto visual quanto conteúdo transmitido.

Portanto, quando você tem já em mente esse formato, seja um artigo com mais de 2 mil palavras, seja um infográfico, seja um ebook, seja um vídeo que você está gravando, lembre-se também que fazer o seu material com esses benefícios:

1.Clareza

Não dê voltas, coloque o seu foco naquele assunto apenas, ou seja, fale sobre um determinado assunto e não fique expandindo muito sobre assuntos que não tem tanta relação com aquele conteúdo.

2.Simplicidade

Traduza conceitos complexos com analogias simples e facilite o entendimento do seu conteúdo.

3.Densidade

Busque cavar fundo mesmo no tópico do seu conteúdo. Cite referências, fontes, estudos.

4.Curiosidades

Procure quebrar padrão, aborde uma curiosidade sobre o respectivo assunto que você está tratando.

5.Organização

Quebre o seu conteúdo de modo que o leitor consiga manter o fluxo de leitura sem cair no sono.

6.Intenção

Busque compreender o que o seu visitante pretende fazer depois de consumir seu conteúdo.

Pode ser que ele precise de informações complementares ou até de um produto para ir para a próxima etapa da sua jornada, e você não só pode, como deve, encontrar a melhor forma de atender suas necessidades futuras.

Além dessas características de conteúdos de qualidade, você deve focar sua atenção em fazer a otimização dos seguintes itens do seu conteúdo:

Título e sua meta-descrição

Você precisa unir o útil ao agradável: seu título precisa ser otimizado para os mecanismos de busca.

E aqui estão 3 dicas práticas para isso:

  • Ter até 55 caracteres (mais que isso poderá ser cortado nos resultados de busca);
  • Mencionar a palavra-chave principal;
  • Utilizar a tag H1.

Tamanho do conteúdo

A maioria das páginas que estão ranqueadas na primeira página do Google possuem mais de 2000 palavras.

Isto não é uma regra, pois pode variar de acordo com o mercado, mas se seu conteúdo tiver mais de 2000 palavras e – obviamente – for memorável, certamente ele terá muito mais chances de se posicionar na primeira página do Google.

Elementos visuais

Este é outro ponto importante, pois melhora a experiência do usuário. Até porque, como você já sabe, o Google quer sempre mostrar os melhores resultados para as pessoas que fazem pesquisas por lá.

Palavras-chave relacionadas

O Google tem uma tecnologia chamada LSI (Latent Semantic Indexing), ou Indexação semântica latente, em tradução livre), que analisa o significado de diferentes palavras-chave na página para determinar a relevância da página.

Em outras palavras, essa tecnologia verifica se existem palavras relacionadas à palavra-chave principal no seu texto.

Quanto mais palavras relacionadas à palavra-chave principal estiverem presentes no seu texto, mais relevante seu texto se torna.

Links para sites renomados

Esta é outra prática muito efetiva para melhorar a qualidade do seu conteúdo. Ao colocar links externos para páginas com autoridade, seu visitante percebe que você utilizou informações embasadas para criar aquele conteúdo, e não apenas algo que veio da sua cabeça ou estatísticas daquele blog que ninguém conhece.

Do ponto de vista do Google, ele percebe que você colocou links externos para páginas com grande autoridade, permitindo que o Google descubra com mais facilidade qual tópico você está abordando.

Outras formas de ranquear na primeira página

SEO para YouTube

Procure também no YouTube as intenções de busca para as mesmas palavras-chave que pretende usar em seu artigo, mesmo que não tenha um conteúdo em vídeo.

Você pode tanto adicionar um vídeo a seu texto, ou criar seu artigo com base na transcrição de um vídeo, se quiser aumentar a chance de ranqueamento

O Google mostra vídeos nas SERPs – acima das páginas normais do site – você pode obter exposição adicional, como podemos ver nessa busca pelo termo “receita de bolo de maçã”.

Se você precisa de SEO voltadas para o YouTube, confira esse artigo.

Pesquisa por voz e conteúdos em destaque

Há uma previsão de que até 2022, 1,6 bilhão de assistentes de voz estejam em uso, seja por meio de smartphones ou aparelhos como o Alexa e Google Home, o que certamente irá impulsionar a pesquisa por voz.

Um estudo da Backlinko descobriu que 41% dos resultados da pesquisa por voz do Google vieram de trechos em destaque na busca, também conhecida pelo termo em inglês “feature snippet”.

Os “features snippets”, sempre ocupam o topo da página do Google e têm como função responder às pesquisas de forma direta para que o usuário não precise ir para outra página. Por isso funcionam tão bem não só como textos, mas para resultados de pesquisa por voz.

Para conseguir esse lugar de destaque, busque formas de responder às perguntas de sua audiência da forma mais direta e completa possível, usando não só textos, mas gráficos e tabelas também.

Posts antigos

Uma maneira rápida, fácil e eficiente de você divulgar seu novo artigo é apontar links para ele dentro de alguns posts específicos que você já tenha publicado.

Dessa forma, você garante uma indexação mais rápida no Google, uma melhora no SEO interno do seu site, além de trazer mais tráfego para o novo artigo a partir dos velhos.

Escolha artigos relacionados com o novo artigo e coloque uma chamada para seu leitor acessar esse novo conteúdo.

O trabalho de SEO para Google nunca termina já que o  algoritmo continuará mudando e exigindo adaptações.

Mas mais importante do que se preocupar com o que a “máquina” gosta, procure entender o que a sua audiência quer. Essa é a verdadeira chave para uma estratégia de SEO, de conteúdo e de marketing digital de sucesso.

Como ser muito bem pago pelo que você AMA escrever.

Escritor Milionário

Torne-se um Escritor Milionário →
Escritor Milionário

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

  • Oi Henrique e equipe, esse artigo ficou sensacional! Excelente legibilidade e conteúdo, recomendo inserir mais detalhes sobre UX (Experiência do usuário), pois, agora é fator de rankeamento.
    De mais, gostei demais, muito claro e objetivo.
    Também sou profissional de marketing digital!
    https://lucasferraz.com.br/

  • Muito Interessante seu post em geral todas infs contidas em seu Blog são muito validas para quem busca ranquear seu próprio site na prima pagina do Google de forma organina.
    obrigado por compartilhar suas infs e espero que continue ajudando outras pessoas com suas dicas importantes que facilitam a vida das pessoas.

    Cordiali Saluti Team

    https://www.cidadaniaitalianaroma.com

  • Eu gostaria de saber sobre o curso Escritor Milionário, se ele seria adequado para quem quer ficar apenas com blog (não vender produtos) e qual seria o estimado de ganhos mensais apenas com essa plataforma.
    Perguntei no FB do VdB, mas a resposta foi desanimadoramente genérica…

  • Junte-se a mais de 250.000 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    >