close

Mais Tráfego

Ubersuggest: Como Utilizar Essa Ferramenta Gratuita Para Alavancar Seus Resultados No Marketing Digital

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 6 de dezembro de 2018
Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Ainda não usa a Ubersuggest na sua estratégia de marketing digital?

Ou conhecia apenas a sua versão antiga e, por isso, acabou deixando a ferramenta de lado?

Seja qual for a resposta, este é um bom momento de olhar com carinho para ela.

Totalmente remodelada por Neil Patel, uma das principais figuras do marketing digital no mundo, a Ubersuggest tem agora o que você precisa para chegar a potenciais clientes a partir da internet.

E o melhor: ela otimiza as suas ações sem cobrar nada por isso.

Ou seja, não há por que não experimentar os recursos da plataforma.

Seja qual for o seu modelo de negócio, você pode ser encontrado no Google por aqueles que têm interesse na sua empresa ou nos produtos ou serviços que ela oferece.

Isso gera oportunidades valiosas, que podem mudar a realidade do seu faturamento.

Quer fazer do famoso buscador a porta de entrada para novos negócios?

Continue lendo.

O que é a Ubersuggest?

A Ubersuggest é uma ferramenta de pesquisa e análise de palavras-chave que pode ser a solução para tudo aquilo que hoje atrapalha a sua estratégia de marketing digital.

Ela permite a você definir os termos certos para usar em seus artigos e anúncios e, assim, ser encontrado na web por pessoas com real interesse naquilo que oferece.

Só que nem sempre foi assim. Aliás, essa característica de plataforma completa é bem recente.

Para entender melhor, é preciso voltar a 2013.

Naquele ano, este cara aqui, um italiano chamado Alessandro Martin, teve uma ideia simples, mas bem bacana.

Ele bolou uma ferramenta para reunir em um só lugar as sugestões de complemento às buscas na internet oferecidas pelo Google, que é disparado o principal mecanismo para esse fim.

Você já deve ter notado que, enquanto digita no buscador, ele sugere termos adicionais à sua pesquisa.

Foi basicamente isso que Martin levou à sua criação, que batizou de Ubersuggest.

A ideia deu certo, a plataforma online se tornou conhecida, mas logo os usuários perceberam o potencial limitado dela.

Ainda que gratuita, a Ubersuggest não compensava na comparação com ferramentas muito mais completas, apesar de caras, como o SEMRush.

Isso tudo mudou em 2018, quando Neil Patel entrou em cena.

Ele adquiriu a ferramenta e apresentou o que chama de Ubersuggest 2.0.

De fato, nem no visual ela se parece com a sua versão anterior.

Mas as mudanças mais significativas aparecem nos recursos oferecidos.

Hoje, ela é uma das opções de pesquisa de palavras-chave mais completas e ainda é totalmente gratuita.

Neil reuniu o que há de melhor nas principais ferramentas do tipo, mesmo aquelas que custam caro, para oferecer de graça.

Obviamente, não é assistencialismo, já que ele reforça cada vez mais a sua autoridade e o papel de referência que ocupa no marketing digital.

Nos próximos tópicos, você vai entender melhor não apenas como a Ubersuggest se divide entre antes e depois de Neil Patel.

Você vai encontrar razões para dividir a sua estratégia entre antes e depois da nova Ubersuggest.

Por que você precisa usar a Ubersuggest na sua estratégia de marketing digital.

Não importa qual seja o seu modelo de negócio, é bastante provável que você precise atrair público pela internet.

E anote aí: encontrar os termos certos para chegar a essas pessoas é o que faz a diferença entre o sucesso e o fracasso da sua estratégia.

Vou trazer um exemplo para que você entenda melhor.

Vamos supor que você esteja montando um e-commerce para pets, está bem?

Ser encontrado por potenciais clientes a partir do Google tem tudo a ver com o seu negócio, portanto.

E esses visitantes podem chegar ao seu site, basicamente, de duas maneiras:

  1. Tráfego pago: por links patrocinados, exibidos no alto do Google, sempre com a palavra “anúncio” exibida em uma caixinha retangular
  2. Tráfego orgânico: através de conteúdo, como artigos de blog, que são posicionados logo abaixo dos anúncios, em ordem de relevância.

Ou seja, para chegar ao topo, ou você paga pelo espaço ou produz um conteúdo fantástico.

Mas há uma questão anterior a essa. Ou melhor, duas:

  1. Você precisa saber o que o seu público-alvo digita no Google
  2. Você precisa identificar, entre os termos buscados, quais oferecem as melhores oportunidades para o seu negócio.

Quando um cliente em potencial vai ao Google buscar conteúdo ou mesmo informações sobre um produto, ele faz uso de palavras-chave – ou keywords, em inglês.

Assim é chamada a palavra ou expressão que ele digita no buscador.

Se você criar um artigo ou anúncio com foco na palavra-chave “alimentos para cães”, por exemplo, mas a maioria dos usuários busca por “comida para cachorro”, os resultados alcançados serão ruins.

Ou seja, a estratégia vai gerar um tráfego baixo ou, no mínimo, inferior ao potencial que o assunto oferece.

Para evitar esse desperdício (de tempo e dinheiro) e acertar nas keywords, você precisa de uma ferramenta como a Ubersuggest.

Pois é justamente isso que ela faz.

Mas especificamente sobre a novidade do Neil Patel, você precisa dela porque descobre as melhores palavras-chave sem precisar pagar por isso.

Cá entre nós, quantas vezes você deixou o marketing para depois, já que tinha demandas que avaliou como mais importantes para direcionar seu dinheiro?

Quantos cortes fez no orçamento do marketing, até que pouco sobrou para de fato investir?

Como se sentiu por ter boa parte da sua verba de marketing direcionada à contratação de uma plataforma de análise de palavras-chave?

Ou o quão frustrado ficou por não encontrar uma solução gratuita à altura, já que o Google Keyword Planner não é exatamente merecedor de cinco estrelas?

Tudo aquilo que hoje atrapalha os seus planos deixa de existir com a nova versão da Ubersuggest.

E isso fica mais claro ao conhecer os benefícios da ferramenta, que listo a seguir.

15 benefícios da ferramenta para você aproveitar

  1. Ubersuggest é totalmente gratuito
  2. Não é preciso nenhum tipo de cadastro para começar
  3. A ferramenta é intuitiva e extremamente fácil de usar
  4. Não há limitações quanto ao número de pesquisas realizadas
  5. Está disponível para pesquisas em português
  6. Combina o melhor do Google Suggest com o Google Keyword Planner
  7. Responde super rápido, apresentando resultados em poucos segundos
  8. Ela mostra sugestões de palavras-chave e também relacionadas à keyword principal
  9. Apresenta ainda palavras-chave de cauda longa, para buscas mais específicas
  10. Permite aplicar filtros, como volume de buscas, incluir ou excluir determinada palavra
  11. Adota uma classificação por cores bastante útil para identificar os termos mais ou menos fáceis de ranqueamento
  12. Mostra a evolução do volume de buscas mensais pela keyword, o que ajuda a identificar tendências
  13. Dá para analisar a concorrência e como o seu conteúdo se destaca no Google
  14. Você também pode ver o potencial de visitas que cada palavra-chave gera
  15. Se desejar, pode exportar os resultados da sua busca para uma planilha do tipo Excel.

As principais funcionalidades da Ubersuggest

Curioso para conhecer a Ubersuggest?

Neste tópico, convido você a fazer uma imersão pela ferramenta, até para que possa descobrir tudo o que ela oferece.

Vamos começar pela tela inicial, que você encontra ao acessar o Ubersuggest.

Veja que não poderia ser mais simples e intuitiva.

Ela já vem com o idioma português/Brasil definido, então, é só digitar uma palavra-chave e iniciar a sua busca.

O que acontece na sequência, você vai descobrir agora.

Visão geral de palavras-chave

Como o nome sugere, esse é um recurso que oferece uma análise geral sobre a palavra-chave, o que inclui o seguinte:

  • Volume de buscas/mês para a keyword desejada
  • A evolução desse volume em 12 meses
  • Índice de dificuldade para uma estratégia de SEO (Search Engine Optimization)
  • Índice de dificuldade para uma estratégia de PPC (Pay-per-click)
  • Custo por clique em link patrocinado.

Importante saber que SEO e PPC são, respectivamente, estratégias para gerar tráfego orgânico (gratuito) e pago.

No primeiro, você depende de um ótimo conteúdo para posicionar bem seu site ou blog. No segundo, paga para ocupar um espaço no topo do Google.

Um dos muitos aspectos interessantes na Ubersuggest é que ela apresenta uma classificação por cores.

Veja no exemplo a pesquisa com a keyword “alimentos para cães”:

Essa palavra-chave tem um volume de busca considerado baixo (210/mês) e, por isso, a ferramenta a sinaliza com a cor vermelha.

O mesmo acontece com o Paid Difficulty, indicando poucas chances de obter retorno com links patrocinados.

Já no SEO, a dificuldade é média (cor amarela).

E olha que bacana: Neil Patel dá o seu diagnóstico na hora, informando que há 58% de chances de alcançar uma boa classificação orgânica.

Ainda que considere o desafio viável, não tome uma decisão agora.

Uma palavra-chave só se torna uma oportunidade interessante quando comparada a outras.

É o que veremos na sequência.

Ideias de palavra-chave

Ao seguir explorando a Ubersuggest, role a tela até chegar nesta área:

O que ela traz são ideias de palavras-chave, com sugestões próximas da sua pesquisa.

Junto a cada keyword, aparece uma visão resumida com os mesmos parâmetros de volume, CPC, PPC e SEO, inclusive mantendo o uso de cores diferentes.

O mesmo aparece ao clicar em Related, no alto da tela, à direita. Veja só:

Só que isso é só o começo.

Clique em “Ver todas as Ideias de Palavras-Chave” para conhecer mais sugestões.

Ao fazer isso, você terá duas novas telas.

A primeira, com as sugestões de keywords (são 80 no total):

A segunda, com os termos relacionados (mais 701 para a sua análise):

No total, então, somente a análise de “alimentos para cães” dá a você 781 novas ideias de palavras-chave para conhecer, observar, comparar e decidir pelas melhores oportunidades.

Por padrão, a Ubersuggest ordena pelo volume de buscas, do maior para o menor.

Mas você pode ajustar como desejar – basta clicar nas setinhas ao lado de cada parâmetro.

E se ficar com medo de se atrapalhar com tantas sugestões, a dica é usar os filtros.

Veja a opção disponível no lado esquerdo da tela, acima das ideias apresentadas.

Você pode definir que sejam exibidas apenas palavras-chave com um determinado volume de buscas, considerando o máximo ou mínimo desejado.

Também determina termos que precisam aparecer nas sugestões e outros que deseja excluir.

Mais à frente, vou trazer exemplos em um passo a passo bastante prático.

Análise da SERP

A SERP, sigla para Search Engine Results Page, nada mais é do que página de resultados no Google, que surge sempre que o usuário faz uma pesquisa no buscador.

Além de anúncios no topo (que eventualmente aparecem), ela traz sempre dez resultados orgânicos, classificados de acordo com a qualidade e relevância do seu conteúdo para uma palavra-chave específica.

Analisar a SERP é etapa obrigatória da sua estratégia. Sabe por quê?

Porque os conteúdos mais bem classificados para a keyword que lhe interessa são uma referência.

Você pode estudar o que eles oferecem ao usuário em termos de informações, o título e os subtítulos escolhidos, se usam imagens (e que tipo de imagens), quantas palavras o conteúdo possui e por aí vai.

É também uma oportunidade de identificar se a palavra-chave em questão pode oferecer o resultado que você busca.

Afinal, pela Ubersuggest, você descobre quantas visitas por mês os concorrentes têm alcançado com uma determinada keyword, assim como o número de compartilhamentos em redes sociais.

Veja o exemplo de análise de SERP na tela abaixo:

O que está por vir

A Ubersuggest já está bastante completa em sua versão 2.0, mas Neil Patel já anunciou que vem mais por aí.

Segundo ele, nos próximos meses, a ferramenta vai contar com uma análise de tráfego.

Basicamente, o recurso mostra quantos visitantes chegam a um site a partir do Google.

Ele divulgou uma imagem de como deve funcionar – está em inglês, mas já dá para criar uma expectativa interessante com a análise gráfica.

Também deve integrar o pacote Ubersuggest um relatório completo sobre as páginas de um site.

A ideia é mostrar quais são as principais fontes de tráfego de um determinado domínio, além de todas as palavras-chave que remetem a essa página.

Ou seja, todos os termos utilizados em pesquisas no Google que classificam a página entre as sugestões de resultados.

Neil já anunciou também que, depois dessa segunda fase, haverá uma terceira – e não menos interessante.

Junto às ideias de palavras-chave, a Ubersuggest deve apresentar ideias de conteúdos.

Ou seja, sugestões sobre o que você pode escrever para se dar bem com aquela keyword.

Essa é uma novidade bastante aguardada, pois tem potencial de funcionar como um guia para a produção de conteúdo de qualidade e relevância, que é aquele que se destaca no Google.

Como não poderia deixar de ser, quem trabalha com marketing digital está ansioso para conferir na prática o desempenho das novas funcionalidades.

E isso vale para você, que pode qualificar ainda mais a estratégia utilizando a ferramenta Ubersuggest.

Como encontrar as palavras-chave perfeitas para o seu site (passo a passo)

Depois de conhecer os recursos já disponíveis na Ubersuggest e o que vem por aí, é hora de praticar.

Vou usar a ferramenta para mostrar passo a passo como você pode encontrar as melhores palavras-chave para a sua estratégia.

Para tornar a experiência mais didática, você novamente vai ver exemplos.

Ainda que não tenham relação com o seu negócio, a dica é entender o processo e ajustá-lo à sua realidade.

Então, recomendo que abra a Ubersuggest e cumpra as etapas a seguir levando em conta os termos mais importantes para você.

Crie uma lista de tópicos relevantes para o seu negócio

O primeiro passo consiste em levantar todas as possíveis palavras-chave para a estratégia.

Ou seja, listar os tópicos que você imagina que apareçam nas pesquisas dos usuários no Google.

Você pode fazer isso sozinho ou, melhor ainda, em conjunto com colegas, parceiros e colaboradores do projeto.

Nesse caso, a dica é promover uma reunião de brainstorming, na qual todos têm liberdade para apresentar sugestões.

É uma ótima prática para nada ficar de fora.

Pense em palavras, expressões e até frases (com quatro, cinco ou mais palavras) que têm relação com o seu negócio ou com aquilo que ele oferece.

Analise as oportunidades de acordo com a intenção de pesquisa do usuário.

Questione, por exemplo, se aquele que busca por “venda de gatos” pode encontrar o que deseja na sua loja virtual de produtos para pets.

Se a resposta for negativa – como nesse caso tende a ser -, abandone a ideia de palavra-chave e parta para outras.

Não existe um número mínimo, nem máximo de tópicos a relacionar.

Mas quanto mais a fundo você for nesse levantamento inicial, mais oportunidades interessantes vai encontrar.

E mesmo que alguns termos sejam muito parecidos, não descarte nenhum. Como veremos na sequência, uma boa keyword pode se diferenciar de uma opção ruim em pequenos detalhes.

Como exemplo, listo a seguir possíveis tópicos propostos para um e-commerce pet em um universo de centenas ou mesmo milhares de palavras-chave:

  • alimentos para cães
  • vacina para gatos
  • cuidar de pets
  • criar cachorro
  • comprar aquário
  • ração
  • comprar ração online
  • veterinário
  • meu gato não come
  • meu gato não quer comer e nem beber água
  • acasalamento de cães
  • gatinhos fofos
  • dog walker
  • loja pet
  • produtos para pets
  • como fazer o cachorro dormir.

Insira os principais termos na Ubersuggest

Depois de levantar, analisar e selecionar o que considera como as melhores palavras-chave para a sua estratégia, é hora de comprovar se elas fazem jus à sua escolha.

Isso você descobre ao inserir cada uma delas na Ubersuggest, tal qual viu antes, já na página inicial da ferramenta.

Sim, é preciso que faça essa análise uma a uma e eu explico o porquê.

Ocorre que cada keyword dará a você novas ideias sobre termos parecidos ou relacionados, nos quais pode identificar oportunidades melhores para o seu negócio.

Foi o que vimos mais para o início deste artigo, quando apresentei a visão geral da palavra-chave “alimentos para cães”.

Veja agora outro exemplo, analisando a keyword “comprar ração online”:

A Ubersuggest traz 12 novas ideias e 701 termos relacionados.

Encontre diversas palavras-chave relacionadas

É normal que a Ubersuggest apresente um grande número de ideias de palavras-chave e outras relacionadas.

A solução para não precisar analisar uma a uma é estabelecer filtros, o que faz nesta tela:

Conheça os critérios você pode determinar para refinar os resultados na ferramenta:

  • Volume de busca: limite as sugestões a keywords com um volume mensal mínimo ou máximo
  • Paid Difficulty: estabeleça um grau de dificuldade mínimo ou máximo para o PPC
  • Custo por Clique: determine um valor mínimo ou máximo de CPC
  • SEO Difficulty: defina um grau de dificuldade mínimo ou máximo para o SEO
  • Incluir palavras-chave: informe as palavras que precisam aparecer nos resultados
  • Excluir palavras-chave: informe as palavras que você não quer que apareçam nos resultados.

Para exemplificar, vamos voltar à keyword lá do início: “alimentos para cães”.

Ao determinar que os resultados tragam a palavra “comida”, você reduz o total de ideias de palavras-chave de 781 para 24.

E dá para refinar ainda mais.

Como exercício, vamos excluir resultados com menos de 210 buscas/mês, que é justamente o potencial da keyword original.

Dessa forma, chegamos a 12 resultados:

Exporte os termos mais importantes para o seu negócio

O que acabamos de encontrar são 12 opções com maior volume de buscas que “alimentos para cães”.

Portanto, parecem oferecer oportunidades melhores para a sua estratégia.

Veja na imagem que você pode copiar o conteúdo ou exportá-lo para uma planilha.

Depois, é só importar no Excel ou Google Drive, por exemplo.

Ela ficaria desta forma:

Essa visualização facilita a sua tarefa de determinar quais palavras-chaves usar na sua estratégia e quais priorizar.

Apenas como curiosidade, se você tivesse escolhido “alimentos para cães” sem fazer a pesquisa na Ubersuggest, talvez produzisse um conteúdo fantástico para uma keyword com 210 buscas/mês, desprezando outra (comida para cachorro) que chega a 2.400 – portanto, com potencial de gerar tráfego dez vezes maior.

Analise a sua concorrência

Certo, você bateu o martelo e fará um artigo com a palavra-chave “comida para cachorro”.

Mas o que esse conteúdo precisa ter para se destacar no Google?

A resposta passa pela análise da concorrência.

É aquela espiada na SERP, que você já viu que pode fazer via Ubersuggest.

Alguns fatos importantes sobre essa palavra-chave (observe-os também em sua análise específica):

  • A ferramenta apresenta os 100 primeiros resultados na SERP
  • O atual primeiro colocado gera 729 visitas/mês apenas a partir dessa keyword
  • Somente os 17 primeiros resultados têm ao menos uma visita/mês, mas elas só alcançam dois dígitos para aqueles que fazem parte do top 10
  • O campeão de compartilhamentos em redes sociais é o quarto colocado (seu conteúdo deve ser analisado com atenção se você possui o mesmo objetivo)
  • A autoridade de domínio do sétimo colocado é maior do que a do primeiro, que vence principalmente em razão do conteúdo superior e otimizado em SEO
  • O primeiro colocado produziu cerca de 1.100 palavras; o segundo, 900; e o terceiro, 600. É preciso oferecer um artigo melhor e maior (mais completo) para cavar seu espaço no top 3.

Avalie as melhores oportunidades

Ao chegar até aqui, você viu que terá contato com um número gigante de ideias de palavras-chave em seu projeto de conteúdo.

A saída, então, é usar a seu favor os recursos de uma ferramenta como a Ubersuggest, além de saber interpretar as informações que ela oferece.

Uma palavra-chave com um volume gigante de buscas/mês raramente será a melhor opção, ao menos não para negócios que ainda estão iniciando a sua estratégia de SEO e dando seus primeiros passos no ambiente digital.

As melhores oportunidades quase sempre estão nos termos que despertam o interesse de um bom número de usuários, mas que são menos concorridos.

Voltando ao exemplo da keyword “comida para cachorro”, ela não é uma escolha ruim, mas impõe mais dificuldades para ranquear do que “como fazer comida para cachorro”, por exemplo.

Mas aí, se você tem um negócio voltado a pets, pode alegar: “Quero vender e não ensinar a fazer o que eu vendo”. E está certo em pensar assim.

Só que as melhores oportunidades, por vezes, estão em situações como essa.

Que tal oferecer um conteúdo fantástico, falando sobre os riscos e desvantagens de fazer comida para cachorro e, em contrapartida, ressaltando os benefícios da compra da ração?

Saiba usar a palavra-chave a seu favor para obter o que ela tem de melhor a oferecer, que são os acessos ao seu site.

Conclusão

Você conheceu nesta leitura o potencial que uma boa ferramenta de pesquisa e análise de palavras-chave oferece.

Não dá para dispensar esse suporte, especialmente se ele é completo e gratuito, como é o caso da Ubersuggest.

Assim como na gestão do negócio, você precisa de subsídios para tomar decisões de maneira assertiva, com maior taxa de sucesso.

Ainda que não direcione recursos financeiros, como acontece com o PPC, lembre que o tempo é um recurso tão valioso quanto e não pode ser desperdiçado por uma possível falta de planejamento.

Pronto para colocar a mão na massa?

Então, fique com uma última dica: acesse agora a Ubersuggest e comece a encontrar as melhores oportunidades para otimizar os resultados da sua estratégia de marketing digital.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Compartilhar
Compartilhar
Twittar
WhatsApp