Mais Blog

Como Escrever um Artigo Perfeito: 10 Regras de Ouro para um Post Memorável

como-escrever-um-artigo-perfeito-capa

Você já passou por isso?

Você escreve um novo artigo. Todo orgulhoso, clica no botão “publicar”. Mas após uma semana, o número mais frustrante não sai da sua cabeça. Zero. Zero comentários.

Parece familiar?

Não se preocupe. Todos nós já passamos por essa frustração. Mas essa história não precisa terminar assim…

Logo, vou ensinar a você como escrever um artigo perfeito, através de simples, mas poderosas 10 regras de ouro.

Você aprenderá várias dicas práticas que mais de 6 anos escrevendo para a web me ensinaram sobre o que funciona, e o que não.

Ah, e eu aposto que a regra de ouro #9 irá surpreender você. Por quê? Bom, ela é ignorada pela maioria dos sites com publicações na web. E sim, ela faz toda a diferença.

Preparado? Então continue lendo esse artigo e conheça as 10 regras de ouro abaixo:

  1. Definindo o tema e encontrando a palavra-chave perfeita 
  2. Análise da “Concorrência”
  3. Inspiração (pesquisa de conteúdo)
  4. Crie um mapa mental 
  5. Escreva o artigo
  6. Utilize imagens para ilustrar cada subtítulo
  7. Revise o texto em busca de erros
  8. Melhore a leitura do texto
  9. Teste diferentes títulos para o seu artigo
  10. Qual será a CTA (call to action) do artigo?

Regra de Ouro #1: Definindo o tema e encontrando a palavra-chave perfeita 

como-escrever-um-artigo-perfeito-pesquisa

Eu aposto que você possui várias ideias e histórias para compartilhar com seus leitores.

Mas… Você se pergunta se é realmente isso que eles querem ou tem dúvidas sobre como atrair mais leitores a partir desse seu artigo.

Quer saber a boa notícia? Você pode entrar na mente dos seus visitantes e entender o que eles querem que você escreva.

Para facilitar a sua vida e tornar esse artigo extremamente prático, vou utilizar um exemplo real aqui do Viver de Blog.

Usaremos o artigo já publicado sobre escrever bem.

O Viver de Blog é um site que ensina marketing digital para você ter um blog profissional, gerando mais tempo e liberdade, um estilo de vida que só depende da sua força de vontade.

Sabendo disso, um dos possíveis temas para artigos é sobre como escrever melhor. Afinal, se o seu conteúdo é memorável, mais leitores voltarão ao seu site e irão acompanhar seu trabalho de perto.

Logo, com um esboço do tema, precisamos validá-lo. Precisamos encontrar a palavra-chave perfeita para esse artigo, assim como outras que servirão de suporte.

Dica: Veja nesse artigo aqui como encontrar a palavra-chave perfeita para o seu artigo.

Está na hora de visitar o melhor leitor de mentes do universo: O Google.

Duas janelas para análise no Google

Eu gosto de usar duas janelas com o Chrome aberto. Na primeira, utilizo a extensão MozBar para avaliar métricas básicas dos primeiros resultados. Falo mais sobre elas em um instante…

Na segunda janela, entro como anônimo (new incognito window), para garantir que nenhum resultado seja influenciado pela minha conta no Google, mesmo a extensão permitindo esse tipo de pesquisa não-personalizada.

Nesse exemplo, utilizaremos o termo “escrever bem”. Você pode ver os resultados na imagem abaixo.

como-escrever-um-artigo-perfeito-1-chrome-duas-janelas

A extensão MozBar me mostra uma dificuldade de 35% para essa palavra, assim como as seguintes métricas para o resultado #1:

  • PA (Page Authority) de 33.
  • DA (Domain Authority) de 23.
  • 12 domínios, no total, linkando para essa página.
  • 386 links apontando para essa página. 

O que isso quer dizer? (rápida explicação)

Page Authority (PA) é um número que varia de 0 (pior) a 100 (melhor), numa escala logarítimica, buscando a autoridade de uma página específica. Logo, é mais fácil conseguir um salto de 20 para 30, do que de 70 para 80.

Domain Authority (DA) é um número que varia de 0 (pior) a 100 (melhor), numa escala logarítimica, buscando a autoridade de um site como um todo.

Gosto também de olhar quantos domínios estão apontando links para essa página. No caso 12, o que não é muito.

Finalmente, 386 links apontam para essa página no total. Links que podem ser internos (do mesmo domínio), como externos (de outros domínios).

Quanto maiores esses números, melhor tende a ser o ranking de uma página.

Essas são 4 métricas básicas para avaliar o que torna uma página popular no Google e são um bom indicativo para você investigá-la com mais detalhes.

Ok. Após essa parte técnica, vamos ao planejamento da palavra-chave.

Precisamos de mais palavras-chave relacionadas para verificar qual é o termo “perfeito” para abordarmos no artigo, com o intuito de rankear bem no Google e atrair muitas visitas orgânicas, sem pagar um centavo por elas.

Entrando na mente dos visitantes

como-escrever-um-artigo-perfeito-mente-visitante

Você já fez alguma pesquisa de palavra-chave? Ela é extremamente importante para você crescer as visitas orgânicas do seu blog e criar artigos memoráveis demandados pelos leitores.

Usaremos o Keyword Planner, do Google Adwords para fazer essa pesquisa.

Antes do colocar o termo atual “escrever bem” para garantir uma lista de novas ideias, veja quais são as palavras-chave relacionadas a esse termo no final da pesquisa no Google.

como-escrever-um-artigo-perfeito-2-pesquisas-relacionadas

Olha só quantos termos para explorar…

Com todos esses termos em mãos, procuro seguir os seguintes passos:

  • Selecionar os resultados mais atrativos (maiores pesquisas mensais e menor concorrência).
  • Colocar os termos em uma planilha – Uso o Google Drive para isso.
  • Organizo a planilha pelas colunas (termo / pesquisas mensais exatas / concorrência / PA / DA / Links / Domínios.
  • Faço uma nova pesquisa no Google com a extensão MozBar funcionando para todos esses termos selecionados.
  • Salvo cada uma dentro de uma pasta nos favoritos (para facilitar uma possível busca futura como referência)
  • Preencho a planilha dado por dado.
  • Faço a análise dos resultados e escolho a palavra-chave principal e as secundárias.

No final desse processo, tenho uma planilha com os seguintes resultados:

como-escrever-um-artigo-perfeito-planilha-resultados-analise

Como você pode ver, o termo “escrever bem” não é o mais atrativo.

O termo “como escrever bem” foi eleito o campeão para a proposta desse artigo pela maior demanda. (2.400 contra 320 do “escrever bem”)

No final, temos os seguintes termos para explorar no artigo:

  • Como escrever bem (principal).
  • Como escrever melhor.
  • A arte de escrever.
  • Escrever bem.

Após entrar na mente do visitante e saber qual é a palavra-chave “perfeita” para o artigo, podemos fazer uma pesquisa sobre os melhores resultados já encontrados no Google.

E se você quiser aprender como atrair tráfego orgânico para seu blog ou site, através dos mecanismos de busca, sugiro a leitura do artigo ” O que é SEO: o guia básico para iniciantes na arte de rankear conteúdos épicos.”

Regra de Ouro #2: Análise da “Concorrência” 

como-escrever-um-artigo-perfeito-mente-analise-concorrencia

Você pode ser um gênio sobre o assunto, mas se prender apenas às suas próprias ideias é um grande erro.

Analisar o que já está funcionando é uma das melhores formas de você garantir um conteúdo épico, memorável para seu site.

Nessa parte #2, gosto de olhar rapidamente os 10 primeiros resultados sobre a palavra-chave, escolhendo 3-5 deles para uma análise mais profunda.

Leio os artigos escolhidos e deixo um bloco de anotações ao lado com apenas 2 simples campos:

  • Pontos positivos
  • Pontos negativos

No primeiro, anoto tudo o que me atraiu atenção no artigo e, no segundo, tudo o que não gostei. Parece simples, e é, mas você irá se surpreender com esse aprendizado.

Pontos que procuro ficar atento:

  1. Design (o site possui pop-ups, tem uma combinação de cores e utiliza fontes agradáveis, ajudando na leitura?)
  2. Quantas palavras o artigo possui (menos de 500? Mais de 2000?)
  3. Quebra do texto em pequenos blocos (é fácil escanear o texto?)
  4. Como o autor usa os compartilhamentos sociais (e se o artigo é bem popular nas redes sociais)
  5. Qual é o tipo de linguagem utilizada (formal? Informal?)
  6. Uso de imagens (quantas? De onde o autor as coleta?)
  7. Qual foi a call to action utilizada no artigo?

Ao final dessa parte #2, você deve ter em mãos algumas ideias do que usar e não usar no seu artigo.

Regra de Ouro #3: Inspiração (pesquisa de conteúdo)

como-escrever-um-artigo-perfeito-mente-inspiracao

A parte #3 é um complemento da parte #2. Se na parte #2 você analisou os pontos fortes (e fracos) da “concorrência”, agora você irá atrás de conteúdos épicos que sustentem o seu artigo.

A primeira dica que recomendo é pesquisar por referências em inglês sobre a palavra-chave que você irá escrever.

Como o mercado internacional costuma estar alguns anos à frente do nosso, o conteúdo publicado por lá tem grandes chances de oferecer a qualidade que você precisa para se inspirar.

A segunda dica é revirar suas próprias anotações sobre esse assunto.

Se você é minimamente organizado, é capaz que você já tenha salvo alguns artigos para referência futura.

Gosto de usar duas ferramentas para isso.

Ferramenta #1: Pocket

como-escrever-um-artigo-perfeito-pocket

Pocket. Ele permite a você:

  • Salvar artigos na internet para ler depois (online ou offline);
  • Organizar sua lista de artigos por tags e favoritos;
  • Ler esses artigos em um layout sem propagandas e com uma melhor experiência de leitura.

Uso esse aplicativo praticamente todo dia para ler artigos que já estavam na minha lista de leitura, assim como salvar novos artigos e procurar referências de ideias para os artigos que escrevo aqui no Viver de Blog.

Ferramenta #2: Evernote

como-escrever-um-artigo-perfeito-evernote

Evernote. Todas as suas ideias e anotações em um só lugar.

Ao invés de guardar tudo em sua mente e esquecer a maioria de suas ideias apenas um minuto depois, você pode usar o Evernote para guardar e procurar rapidamente qualquer ideia.

Gostou dessas ferramentas e quer saber todas as ferramentas que utilizo para manter o Viver de Blog rodando “automagicamente”? Nessa página, você encontrará todas elas. (são mais de 50!)

A terceira dica é a melhor delas.

Ao invés de pesquisar por novos artigos, você pode encontrar ótimos conteúdos sobre o seu tema através de diferentes formatos de publicação, como:

  • Vídeos (Youtube)
  • Infográficos (Pinterest)
  • Imagens (Google, Pinterest)
  • Slides (Slideshare)

Você pode ir além pesquisando por livros, eBooks, webinários, etc. O importante é você ganhar mais conhecimento sobre o tema para que seu artigo fique o mais completo possível.

Está gostando desse artigo? Então coloque seu email abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Viver de Blog para receber novos conteúdos.

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Regra de Ouro #4: Crie um mapa mental 

como-escrever-um-artigo-perfeito-mapa-mental

Escrever um artigo “perfeito” necessita de um olhar clínico sobre cada detalhe.

Estudos que compartilhei nesse artigo sobre geração de tráfego, mostram que a maioria dos artigos presentes na primeira página do Google possuem mais de 2.000 palavras.

Portanto, você precisa de um mapa mental para organizar toda essa informação, antes mesmo de escrever sua primeira palavra.

Veja, por exemplo, o mapa mental desse post sobre como escrever um artigo perfeito:

como-escrever-um-artigo-perfeito-mapa-mental-mindnode

Ele permite transformar um artigo complexo com mais de 2.000 palavras em uma simples visualização através da ramificação de assuntos.

O software (para Mac) que utilizo aqui é o Mindnode. Porém, se você não tem um Mac ou quer um aplicativo diferente, a versão online do Mindmeister é bem interessante.

Dicas rápidas para um bom mapa mental: 

  • A ideia central deve estar destacada para que seja visualizada e identificada com rapidez.
  • Trabalhe com hierarquia. Não ligue pontos desconexos.
  • Procure adotar 3 níveis de ramificações a partir da ideia central. A primeira será o seu subtítulo (H2). A segunda, o H3 e, a terceira, algum ponto que você precise lembrar dentro dos subtítulos.
  • Use cores diferentes para ramificações diferentes. Do mesmo, modo, use cores iguais para uma ramificação igual.
  • Atenção para a ordem dos textos. Arrume o texto de uma forma que faça sentido para você.

Gravei um vídeo sobre o assunto contanto um pouco melhor como fazer mapas mentais. Confira aqui embaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=CZwMOdN5hyY

Regra de Ouro #5: Escreva o artigo 

como-escrever-um-artigo-perfeito-escrever-artigo

Você já percebeu que estamos na metade das dicas e até agora você não escreveu nenhuma palavra?

Acredite, essa será a grande diferença entre você escrever apenas mais um artigo e um artigo memorável, épico.

Um artigo que cria autoridade, atrai milhares de visitantes e gera vários compartilhamentos para o seu site.

E se, por acaso, você tiver alguma trava na hora de escrever, não se preocupe… Através da metodologia desse artigo, você já terá todo o planejamento pronto quando chegar ao 5º passo.

Agora é o momento de dar vida as suas pesquisas, preenchendo os subtítulos que você definiu com palavras e parágrafos envolventes.

Darei 3 dicas rápidas para ajudá-lo nesse processo de escrever um texto.

Se você desejar ver 19 regras “infalíveis” sobre como escrever bem, esse artigo possui tudo o que você precisa.

Dica #1 para escrever melhor: Conheça o seu público 

Escreva com uma imagem muito nítida da audiência que irá ler o seu artigo.

Para entender melhor o seu avatar ou público-alvo, faça as seguintes perguntas:

  • Qual é o tipo de linguagem mais adequado para esse público: Formal ou informal?
  • O que irá se conectar melhor com esse público: Dicas práticas? Frases inspiracionais? Histórias que geram reflexão?
  • Por que eles devem ler o seu artigo? Qual é a proposta única de valor do seu artigo?
  • Quais são os maiores sonhos e medos do seu público-alvo? 

Caso deseje simplificar, use uma simples fórmula para descrever seu público e o objetivo do seu artigo.

“X que desejam Y.”

Por exemplo:

  • “Blogueiros que desejam mais tráfego para seu site”.
  • “Coachs que desejam ser reconhecidos como autoridade no seu nicho de mercado”.
  • “Artistas que ganham pouco com suas habilidades únicas e desejam gerar mais valor percebido aos seus trabalhos”.

Dica #2 para escrever melhor: Crie introduções poderosas 

Qual é o objetivo da introdução de um artigo?

Criar expectativa no leitor para ele continuar lendo o artigo. Perguntas são uma ótima forma de capturar a atenção do leitor rapidamente.

“Você já passou por isso?” é uma pergunta vaga, que desperta curiosidade.

Perguntas como essas abrem loops emocionais que precisam ser fechados.

E para achar uma resposta para fechar esses loops, o leitor precisa continuar lendo as próximas palavras, a próxima frase, o próximo parágrafo.

Nosso objetivo como produtores de conteúdo pode ser resumido em 3 etapas:

  1. Despertar o interesse para ele começar a ler nosso artigo;
  2. Envolvê-lo com um texto tão bom que ele continuará lendo os próximos parágrafos;
  3. Fazê-lo agir no final do artigo, usando uma ótima call-to-action.

Leita também: Como fazer uma introdução irresistível: simples técnicas de redação para você nunca mais causar uma péssima primeira impressão.

Dica #3 para escrever melhor: Quebre o seu texto em vários pedaços. 

Quantas vezes você desistiu de um texto porque ele era parecia enorme? 

A verdade é que não existe texto longo, vídeo longo ou áudio longo. Existem apenas conteúdos chatos, mal construídos e organizados.

Para você escrever um texto melhor, elimine os grandes blocos de texto.

Procure quebrá-los em parágrafos de até 4 linhas. Facilite a leitura e diminua o cansaço visual do seu leitor.

Veja alguns exemplos que separei abaixo para você deixar seu texto mais escaneável:

  • Listas. Sim, você está lendo uma lista nesse exato momento. São eficientes porque transmitem a necessidade de ler o próximo item.
  • Subtítulos. Use os cabeçalhos (subtítulos) 1, 2 e 3 no seu WordPress para quebrar partes do seu texto.
  • Enfatize os principais pontos. Procure usar palavras em negrito ou em itálico para destacar partes importantes do seu texto.
  • Imagens. O casamento de imagens com subtítulos funciona muito bem para definir transições entre determinadas partes do seu texto.
  • Pensamentos e frases. São fortes, inspiradores e capturam a atenção do leitor através de uma conexão emocional. Veja 101 exemplos aqui.

Você está gostando desse post sobre como escrever um artigo perfeito?

Então cadastre o seu email abaixo para ser o primeiro a receber novos artigos como esse diretamente no seu email.

(sua privacidade garantida, livre de spam)

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Regra de Ouro #6: Utilize imagens para ilustrar cada subtítulo 

como-escrever-um-artigo-perfeito-imagens

Uma imagem vale mais do que mil palavras. Sim, você já leu isso mil vezes…

Mas a realidade está na sua porta. Estamos em uma era de conteúdo cada vez mais visual.

A popularidade de vídeos, infográficos e imagens chegou para ficar.

Recentes estudos mostram que o Youtube recebe em torno de 1 bilhão de visitas por mês.

Redes sociais com foco em imagens, como o Instagram, Pinterest e Snapchat se tornaram parte do dia-a-dia de muitos usuários ao redor do mundo.

Logo, escolha bem as imagens para ilustrar o seu artigo. Você pode olhar esse artigo aqui no Viver de Blog com 19 sites para encontrar a melhor imagem para o seu artigo.

E se você tiver uma conta no Instagram (o que todo negócio/site deveria ter), recomendo fortemente esse infográfico aqui.

É um dos nossos mais populares com estatísticas fantásticas, como o fato de o aplicativo receber 1,1 milhão de curtidas por minuto.

Está gostando desse artigo? Então coloque seu email abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Viver de Blog para receber novos conteúdos.

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Regra de Ouro #7: Revise o texto em busca de erros 

como-escrever-um-artigo-perfeito-corrigir-erros

Você quer irritar o seu público? Então deixe de lado a hortografia do seu texto.

Concerteza, pra mim escrever bem, fazem 10 anos de prática, mais, derrepente, este seje um dos melhores textos escrevidos des de o início. Porisso, agente deve sempre continuar aprendendo.

Com tantas regras e mudanças na língua portuguesa, as chances são grandes que o seu texto tenha um erro aqui ou ali, principalmente quando ele é bem extenso.

Erros pequenos que são perdoáveis…

Porém, cometa alguns dos erros graves ilustrados acima e seu leitor sairá correndo do seu site ou blog.

Veja 3 dicas práticas para você tirar o melhor proveito de uma revisão em busca de erros de ortografia e concordância.

  • Dica #1: Revise o texto em um outro dia.
  • Dica #2: Peça a alguém para ler o rascunho do artigo para você.
  • Dica #3: Leia em voz alta o texto. (essa dica é matadora)

Veja também: 80 erros gramaticais que fazem você parecer um idiota.

Está gostando desse artigo? Então coloque seu email abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Viver de Blog para receber novos conteúdos.

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Regra de Ouro #8: Melhore a leitura do texto 

como-escrever-um-artigo-perfeito-melhorar-leitura

Nenhum texto nasce “perfeito”. O melhor indicativo que você pode ter de um artigo memorável é a quantidade de revisões que você fez.

Esse artigo, por exemplo, é o recordista do Viver de Blog com 50 revisões.

Talvez esse número explique os mais de 400 comentários e mais de 4.000 compartilhamentos. A correlação é forte.

Portanto, não escreva um artigo na véspera de sua publicação. Programe-se e procure corrigir cada detalhe com o qual não esteja satisfeito.

Vou colocar 7 fortes dicas para você melhorar a leitura do seu artigo, tornando-o memorável.

Dica 1: Corte trechos, parágrafos, palavras… 

Elimine 25% o tamanho do texto original. Essa frase define bem como escrever melhor:

“Escrever é a arte de cortar palavras”.

Explique seu ponto uma única vez, de modo claro e objetivo.

Evite redundâncias como essa:

“Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou, por outras palavras, não repita a mesma ideia várias vezes”.

Dica 2: Melhore frases que ficaram confusas 

Quando você escreve um artigo acima de 2.000 palavras, verá que algumas frases não fazem sentido algum relendo-as.

Portanto, se você notar alguma parte confusa no seu texto, que dê a mínima chance para vários julgamentos, procure se expressar de modo mais simples, indo direto ao ponto.

Dica 3: Use palavras mais simples 

Algumas pessoas acreditam que usar palavras mais difíceis automaticamente fazem os leitores as incluírem na categoria “inteligentes”.

Mas como elas estão erradas… O uso de palavras difíceis, que possuem um sinônimo simples, torna a pessoa arrogante, além de dificultar o entendimento da mensagem.

Se você quer convencer alguém de alguma coisa, o melhor é deixá-lo chegar à conclusão sozinho, em vez de você impor a sua.

Dica: Utilize o site sinonimos.com.br para descobrir sinônimos, evitando usar palavras repetidas. Desse modo, você poderá encontrar uma nova e mais simples palavra para o mesmo significado.

Dica 4: Conte histórias 

Por mais informativo que um texto seja, você pode prender melhor a atenção do seu leitor com emoções, simples ligações mentais e senso comum.

Uma boa história é autêntica, criativa, faz uma conexão emocional e pessoal, inspira ação e leva o público a uma jornada de mudanças e transformações.

Utilize histórias para criar uma forte conexão com seu público. Eles irão se identificar mais profundamente com seus valores, sua missão de vida e a forma como você vê o mundo.

Mesmo que o assunto do artigo seja “chato”, você pode explorar histórias para dar mais vida ao seu texto. Um exemplo foi o uso do meu filme favorito (Batman: O Cavaleiro das Trevas) para falar sobre trabalhar pela internet.

Dica 5: Use analogias, metáforas e comparações 

Analogias, metáforas e comparações são atalhos mentais que nosso cérebro usa para entender rapidamente um conceito.

Uma analogia que gosto bastante é “Quando a maré sobe, todos os barcos sobem junto”.

Ou seja, para nós que trabalhamos com marketing digital, quanto mais esse mercado cresce, melhor é para todos nós.

Portanto, ao invés desmerecer ou criticar o trabalho de um companheiro, porque não indicá-lo, se ele é realmente muito bom?

Todos podem sair ganhando.

Veja outro exemplo com a expressão “afiar o machado”.

O Lenhador – Mestre e Aprendiz

O aprendiz achava que podia cortar árvores muito mais rápido que o mestre e propôs um desafio para ver quem seria o vencedor.

Ele começou como um louco, buscando cortar o mais rápido que podia enquanto olhava para o mestre e ele estava ali, praticamente parado.

Após o final da tarefa, o mestre havia ganho o aprendiz, cortando muito mais lenha do que ele.

Surpreso, o aprendiz perguntou ao mestre como ele conseguiu cortar tanta lenha, se ele parecia estar o tempo todo ali sentado?

O mestre respondeu que enquanto ele estava gastando sua energia cortando loucamente as árvores, ele estava afiando o seu machado.

Muitas vezes, planejar minuciosamente é mais importante do que executar algo de qualquer maneira.

Esse é um dos mantras desse post sobre como escrever um artigo perfeito.

Somente no ponto #5 começamos a escrever o artigo. Nos outros 4 pontos, estávamos afiando nosso machado.

Dica 6: Ressalte frases  de efeito poderosas 

“Seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa. Não deixe que a opinião dos outros cale a sua voz interior. – Steve Jobs. Universidade de Stanford (2005)”

Você pode utilizar uma frase poderosa de uma pessoa com enorme autoridade para reforçar alguma informação e torná-la memorável.

Uma frase surpreendente ou até mesmo polêmica também poderá ajudar você, já que tendem a gerar um maior número de compartilhamentos.

Um exemplo é a frase “dinheiro compra felicidade” usada no título desse artigo do Rafael Seabra, no site Quero Ficar Rico. Em apenas 2 meses, o artigo recebeu mais de 200 comentários.

Dica 7: Acrescente links internos e externos 

Links são uma ótima maneira para guiar seus leitores. Recomende um texto relacionado com seu artigo, seja ele no seu próprio blog ou em outro site.

Algumas pessoas acreditam que se linkarem para fora, irão perder os leitores que estavam lendo seu artigo, favorecendo o outro site.

Porém, além de egoísta, esse é um pensamento que não o levará muito longe.

Primeiro, porque alguns estudos já mostraram que um link externo pode aumentar sua chance de rankear para o termo desejado.

Além disso, você fortalece a conexão com outros blogueiros e sites, podendo ativar o princípio da reciprocidade, recebendo um link deles na próxima vez.

Regra de Ouro #9: Teste diferentes títulos para o seu artigo 

como-escrever-um-artigo-perfeito-testar-titulos

Quantos títulos você testa para um artigo? (não me diga que você simplesmente coloca o primeiro que veio a sua cabeça…)

Um dos sites de maior crescimento em visitas, o Upworthy, possui uma regra que muitos consideram uma perda de tempo.

Cada artigo deve ter, pelo menos, 25 diferentes títulos.

Desses 25 títulos definidos pelo autor, 4 são escolhidos por curadores.

Finalmente, desses 4, apenas 1 é escolhido pelo editor-chefe.

Você acha loucura?

O título de um artigo é como um paraquédas.

Se ele não abrir, tudo estará perdido.

Logo, você precisa dedicar um bom tempo na escolha do título para o seu artigo.

Essa pode ser a diferença entre um artigo viral e apenas mais um artigo na web.

Escrever um título forte, que chame atenção e faça as pessoas clicarem e lerem um artigo não é tarefa fácil.

Mas não se preocupe. Aqui no Viver de Blog, temos um artigo sobre como escrever títulos impossíveis de serem ignorados.

Você saberá mais sobre a técnica AIDA, exemplos de títulos matadores e templates para você adaptar no seu próprio site.

Alguns meses depois de publicar esse artigo, meu amigo Marcos Rezende, do site Insistimento, publicou um artigo com um título formidável, baseado em um desses templates.

Veja o artigo: 12 sinais de que você está criando seu filho para ser escravo.

Esse artigo viralizou na web, com mais de 15.000 compartilhamentos sociais e mais de 600 comentários.

Dica rápida: Você sabia que é possível escrever um título para os seus leitores e outro para o Google?

Através de um plugin para SEO, como o WordPress SEO by Yoast, você faz essa tarefa facilmente. Veja a minha lista dos melhores 17 plugins grátis para WordPress aqui.

Otimizando a Meta-Descrição 

Acha que seu trabalho acabou no título?

Se você realmente quiser escrever um artigo “perfeito”, você também precisará se concentrar na meta-descrição do seu artigo.

Aquele pequeno texto em torno de 156 caracteres que aparece abaixo do link nas pesquisas do Google. Esse aqui:

como-escrever-um-artigo-perfeito-meta-descricao

Por que otimizar a meta-descrição?

Quando o usuário pesquisar pelo termo que você busca rankear, ele terá que decidir qual é o link que soa mais interessante e relevante.

Logo, escrever uma boa meta-descrição é estar alguns passos à frente dos demais resultados.

Existem 3 dicas que podem ajudar você a escrever meta-descrições melhores.

  • Dica #1: Faça uma pergunta que mostre empatia. Ex: Procurando uma comparação honesta entre X e Y?
  • Dica #2: Use o termo (palavra-chave) dentro do contexto. Ex: carros usados.
  • Dica #3: Diga o formato no qual o usuário irá achar a resposta, além dos benefícios. Ex: Veja nesse guia completo os preços mais baratos…

O resultado final: Procurando por uma comparação honesta sobre carros usados entre X e Y? Veja nesse guia completo os preços mais baratos…

Dica Extra: Veja nesse post como fazemos no Viver de Blog para buscar a divulgação perfeita de um artigo.

Regra de Ouro #10: Qual será a CTA (call to action) do artigo? 

como-escrever-um-artigo-perfeito-call-to-action

Qualquer conteúdo que você gere no seu site deve ter um objetivo principal, uma ação que você deseje que o leitor tome após ler seu artigo.

Você pode explorar uma série de objetivos como:

  • Comentar
  • Compartilhar
  • Entrar na sua lista de email
  • Clicar em um link específico

Você deve pensar qual é o seu principal objetivo com o conteúdo gerado.

Nesse artigo, por exemplo, nosso principal objetivo é o número de compartilhamentos.

Se você está gostando desse artigo e quer ajudar mais pessoas a escreverem um artigo perfeito, clique em algum dos links abaixo para ajudar a divulgá-lo.

Gostaria de ver a versão em vídeos das 10 regras de ouro para escrever um artigo perfeito? Então é só dar uma play aqui embaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=lM0Eo51v0ho

Conclusão (Como Escrever um Artigo Perfeito)

como-escrever-um-artigo-perfeito-capa

Como diria Thomas Edson, “Talento é 1% de inspiração e 99% de transpiração”. Por isso, lembre-se: nenhum artigo nasce perfeito. Ele é resultado de muitas horas de trabalho e dedicação.

E, para finalizar, eu adoraria saber a sua opinião sobre esse artigo.

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você mais gostou nesse artigo, ou sobre alguma dica extra que você deseja compartilhar conosco ou até mesmo alguma crítica sobre esse texto.

E lembre-se: Um artigo “perfeito” não nasce da noite para o dia. Ele precisa ser lapidado, assim como um diamante.

Portanto, na próxima vez que você olhar para a ausência de comentários no seu site ou o pequeno número de visitantes, pense: “Agora será diferente!”

Agora é o melhor momento para você transformar o seu futuro. Faça do seu próximo texto o mais claro, persuasivo e memorável que você já escreveu.

É hora de liberar suas ideias aprisionadas.

Um mundo inteiro aguarda ansioso pelas suas palavras.

Ultrapasse obstáculos, especialmente mentais, e faça acontecer.

Você é capaz de muito mais do que imagina, acredite.

E se você deseja aprender a produzir conteúdos memoráveis 2 vezes mais rápido e com 10 vezes mais poder de viralização e vendas, mesmo que você não tenha o dom da escrita? Conheça o curso de produção de conteúdo do Viver de Blog. Clique abaixo e saiba mais!

banner-pcmp-ok

Conteúdo VIP

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Sobre o autor

vive exclusivamente de blog desde seus 23 anos e quer ajudar você a Viver de Blog também. Saiba mais aqui →

  • Carla Basílio

    Você não cansa de se superar! O artigo todo tá épico, mas a parte sobre SEO tá sensacional.

    Obrigada por compartilhar gratuitamente o que a maioria das pessoas demoraria anos ou gastaria muito dinheiro aprendendo por conta própria ou em cursos. Inclusive eu.

    Beijo da sua namorada e fã número 1! 🙂

    • Muito obrigado, amor!

      Você me inspira a melhorar cada vez mais.

      E com suas dicas, palpites e revisões, mais e mais artigos épicos estarão a caminho! 😉

      Beijão!

      P.S. Parece que um novo blog com artigos épicos surgirá ainda nesse primeiro semestre em um nicho super relevante de mercado. #ansioso

      • Gaia Vani

        Eu também estou ansiosa por esse novo blog! rs

        • Carla Basílio

          Prevejo uma excelente parceria, Gaia! rs

          Prevejo a conquista do Big 3, amor! ;P

          #ansiosatambém

    • A

      ótimas dicas! Deem uma olhadinha neste artigo, acredito q vcs vão gostar.

      http://chocolatereceita.blogspot.com/2015/07/torta-de-frango-cremosa-light.html

  • Bio & Chic

    Obrigada pelo ótimo post! Apesar de dar muito mais trabalho do que eu gostaria, vou tentar seguir suas dicas:-)

    • Oi!

      Dá trabalho, mas dá muito resultado também 🙂

      Vale a pena!

      Abraços

  • Só posso dizer uma coisa.
    Fantástico, esse é o artigo épico, parabéns.

    A cada dia aprendo mais contigo.

  • HC, olha, dificilmente comento em postagens, acredito que sou um consumidor “vampiro” de conteúdo, pois raramente contribuo com Likes, Twittes, Pins, +1 etc…
    Mas cara, de verdade, acho que esse foi um dos melhores posts que já li na minha vida! Sinceramente! Já fiz curso de Storytelling, Copywriter e SEO, mas tudo num mesmo post junto?!!
    Affffff… Nem tenho o que dizer… Incrível…. Olha, por favor, #pelamordeDeus, você precisa divulgar este conteúdo!!!! Põe no LinkedIn, no Medium.com, Reddit, Stumbleuppon, enfim, cara… muito, muito obrigado…
    Imagino que as pessoas não tem noção que gastei fortunas com cursos para aprender o que você simplificou e otimizou em apenas 1 post. Tiro o chapéu.

    Parabéns por “raise the bar”! Muito, muito obrigado! 🙂

    • Oi Diego,

      Sério? Haha! Então se você comentou é porque realmente curtiu o artigo 🙂

      Pode deixar, vamos divulgar muito esse artigo e espero que seja útil a todos que lerem!

      Obrigado pelo comentário, é sempre bom saber que o Viver de Blog está sendo interessante para os nossos leitores.

      Abraços e sucesso

  • Excelente, Henrique. Obrigado por mais esse artigo matador. Abs.

  • Tales Couto

    Esplendido. Simplesmente espetacular.

  • Cassiano Tartari

    Pequeno erro de grafia, procure no texto por “geração de trágeo” depois pode apagar esse post 😉

  • Olá Henrique! Antes de dizer qualquer coisa sinto-me na obrigação de agredecer-lhe por esta obra prima. Agora compreendi porque os seus post são tão bem posicionados no Google.

    Acredito que você tenha compartilhado acima grande parte do “Segredo” que faz com que seus artigos sejam antológicos e impactantes, por isso, uma pessoa que seja determinada o bastante para compreender e empregar as técnicas e ferramentas aqui apresentadas terá a oportunidade de maximizar sua capacidade de escrever e produzir conteúdo relevante.

    Há duas semanas atrás, eu escrevi no post http://rendasecreta.com/7-dicas-simples-para-escrever-bons-artigos/ algumas dicas e técnicas que eu tenho usado até então, entretanto, o simples fato de ter acabado de ler este “mega post” literalmente abriu minha mente, ampliando muito o meu campo de visão.

    Obrigado pela sua contribuição em nosso aprendizado e muito sucesso!

    • Oi Rosberg,

      Obrigado! É sempre muito bom saber que as pessoas não estão apenas lendo, mas sim colocando em prática tudo o que publicamos aqui. Isso gera mais aprendizados, descobertas e o resultado de tudo isso se consolida em melhores conteúdos. Todos ganham com isso!

      Que bom que esse artigo abriu mais a sua mente 🙂

      Abraços e sucesso!

  • Renan Villar

    Parabens Henrique, ótimo post!

  • Nine

    phodástico!

  • Mais um artigo FO-DA! Pra que gastar rios de dinheiros em cursos de SEO se você pode aprender tudo gratuitamente no Viver de Blog? 🙂

  • Fernando Peixoto

    Henrique realmente confesso a simplicidade nos artigos que será capaz de fazer qualquer um lê. Parabéns mais uma vez, por estas dicas importantes.

    • Obrigado Fernando! Fico feliz em saber 😉

      Sucesso e abraço para você

  • Bruno Riggs Pereira

    Favoritado aqui. Ótimo artigo, parabéns.

  • Simplesmente sensacional seu artigo Henrique!

    Como sempre arrebentou no conteúdo, muito denso e ao mesmo tempo prende o leitor do início ao fim. Com certeza vou usar suas dicas na construção dos meus próximos artigos. Obrigado por compartilhar tanto valor gratuitamente.

    • Oi Graciela,

      Que bom que gostou 🙂

      A ideia é sempre oferecer conteúdo que ajude as pessoas e isso virou a missão do Viver de Blog!

      Depois me diz o que você implantou e os resultados, vou gostar de saber.

      Abraços

  • Excelente post meu amigo! Ótimas colocações e perfeito design para deixar tudo mais fácil de ler, aprendi muito hoje. Sucesso! Abraços

  • Morvan

    Bom dia.
    Dicas, de fato, muito importantes. Seguindo-as, teremos, com certeza, mais probabilidade de acertar público-alvo, bem como a própria mensagem. Malgrado não demos, às vezes, a importância merecida a estes quesitos, o nosso alvo, e a mensagem, sendo o meio, também, são a razão de ser do porquê de escrevermos.
    Obrigado.

    • Oi Morvan!

      É isso mesmo, o intuito desse artigo é dar uma inspiração para a galera e a cada dia as pessoas vão descobrindo como explorá-las e assim melhorar.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços 🙂

  • Edvaldo Pereira Lima

    Valeu, Henrique.

    Permita-me sugerir também, sobre a arte de escrever, meu método altamente intuitivo e baseado em avanços importantes em diversas áreas, totalmente aplicável para quem desejar produzir textos em blog. É o Escrita Total, configurado em livro e disponível para encomenda no Clube de Autores.

    https://clubedeautores.com.br/book/2631–Escrita_Total#.VQgmn5XwuUk

  • Mesaque

    O melhor artigo que já li em toda a minha vida.

  • Glauco Lucena

    Sensacional!! Parabéns pelo artigo.

    • OBrigado Glauco 🙂

      Abraços

    • Carla Basílio

      Oi, Glauco! Que bom te ver por aqui. 🙂 Não sabia que você se interessava por marketing digital. Henrique é o melhor criar de conteúdo sobre esse ramo do Brasil, disparado! 😉

      Se não estiver na lista, inscreva-se para receber as novidades.

      Beijão!

      • Glauco Lucena

        Oi Carlinha! Me interesso sim… Já acompanho o trabalho do Henrique faz um tempinho, o HCInvestimentos é muito bacana também. Estou na lista dele, sempre recebo os emails com as atualizações e dicas. Ele realmente é um dos melhores do Brasil… Vi através do Face que vocês estão namorando, felicidades ao casal é muito sucesso!!! Bjs!

        • Carla Basílio

          Obrigada, Glauco! Também estamos trabalhando juntos, vem muito coisa legal por aí.

          Beijos e muito sucesso pra vc!
          Saudade das suas séries matadoras! rs

          • Glauco Lucena

            Show Carlinha! Fico ansioso pelas novidades…
            Alunas iguais a você só a base de treino pesado..

  • Antônio José Chaves

    Excelente artigo! Direto, objetivo, preciso. Recomendo.

  • Esse foi sem dúvida um artigo memorável, Henrique!

    Muito sucesso para você!

  • Glauber Couto

    Como sempre, este artigo terá comentários intermináveis parabenizando pelo ótimo conteúdo escrito e pelo valor gerado aos seus leitores. Mandou bem demais Henrique, parabéns!!

    • Oi Glauber,

      Muito obrigado pela visita e pelo comentário 🙂

      Abraços

  • Rodrigo Vieira

    Henrique, antes de qualquer coisa, meus parabéns pelo incrível artigo. Você consegue se superar a cada artigo que passa, e eu não tenho ideia de como você faz isso.

    Eu tenho uma dúvida que pode parecer besta: você falou sobre quantas vezes tal link foi linkado em outros sites ou até internamente, e eu andei pensando – será que vale a pena ficar colocando links no artigo? Por exemplo, eu faço um artigo e coloco vários links embutidos no artigo para outros artigos do site. Isso é uma boa ideia ou faz o leitor pensar que o artigo/site é muito poluído?

    Aliás, é algo que me prende em diversos sites.

    • Oi Rodrigo!

      Primeiramente, obrigado pelo comentário. Fico feliz demais em conseguir ajudar você nessa jornada de escrever novos artigos.

      Acho muito válido colocar links (internos e externos) nos seus artigos, com moderação.

      Não gosto de poluir espalhando links, mas um artigo em torno de 4.500 palavras, como esse, necessita mais de 20 links adicionais ao conteúdo.

      Sobre o Pocket/Evernote, eu também salvo artigos para ler depois no Pocket. Porém, marco os artigos que considero Épicos com uma estrela. Os demais, arquivo. Geralmente, coloco uma tag neles também.

      Na hora de pesquisar referências, tenho uma boa organização sobre os temas.

      Gosto de integrar o Pocket com Evernote através do IFTTT (IF This Than That). Logo, tenho os artigos como referência no Pocket e Evernote.

      Uso o Evernote para uma pesquisa mais refinada, já que coloco alguns comentários sobre artigos por lá.

      Espero ter ajudado um pouco!

      Forte Abraço e sucesso!

  • Sensacional, leitura muito envolvente, parabéns

  • Antonio Carlos Albamonte

    Parabéns, Henrique. Que tremenda aula! Quanto valeria uma aula como esta? E você nos fornece gratuitamente. Grande disposição para ajudar a quem necessita, como eu. Por certo que muitos profissionais da área vão se beneficiar deste artigo antológico. Deus te abençoe.

    • Oi Antônio,

      Obrigado, é muito saber que o Viver de Blog está contribuindo para o seu crescimento profissional.

      Espero que a galera curte mesmo 🙂

      Sucesso e abraço!

  • Edielton Paulo

    Artigo matador!

  • Olá Henrique, parabéns pelos excelentes artigos, sou um dos que lê constantemente o Viver de Blog, e garanto que adquiro muito conhecimento lendo o mesmo. Obrigado! Henrique, tenho uma grande dúvida com respeito aos seus infográficos do Viver de Blog, você utiliza alguma ferramenta online para criação dos mesmo? Ou contrata algum design free lancer?

    • Muito obrigado por acompanhar o Viver de Blog, Ricardo.

      Contrato um designer para a parte visual do infográfico.

      Abraços!

  • Wilma

    Henrique Gratidão pela compartilha. Já havia lido outros artigos seus sobre a arte de escrver bem, mas este realmente está MARAVILHOSO! Suas dicas tem me ajudado muito, pois tenho um blog e meus resultados tem melhorado, na mesma proporção em que melhoro minha escrita. Sigo muitas das suas dicas.
    Um abração e que caia uma chuva de bençãos sobre você! Wilma

  • Ercílio Vieira

    Muito bom o artigo, espero que funcione em outros nichos, vou tentar seguir as dicas.
    Parabéns pelo trabalho!

  • Parabéns pelo post Henrique. Super completo, claro, didático e cheio de dicas interessantes.

  • Gaia Vani

    Muito interessante e útil o artigo, Henrique!! Venho acompanhando o blog a um tempo e vocês estão de parabéns!

  • Elierson Carrias

    Olá Henrique parabéns pelo site! Um dia quero ficar bom igual você cara, ainda não tive tempo de ler todo seu artigo pois estou no trabalho, porém, vou salvar em pdf e ler em casa com calma hoje a noite, pois esse conteúdo é top. Por gentileza amigão me diga se estou no caminho certo esse é meu blog http://atitudeconsistente.blogspot.com.br/ estou me formando em administração e quero trabalhar com marketing digital. Publiquei esses dois artigos no portal Administradores, na fan page muita gente elogiou. Mas creio que posso melhorar muito. Mais uma vez parabéns pelo site, li seus artigos anteriores e achei excepcionais. Um abraço. http://www.administradores.com.br/artigos/cotidiano/voce-e-do-tipo-bonzinho-demais/83903/

  • Glauber Silva

    @hcinvestimentos:disqus seus artigos são geniais cara! Fonte de inspiração sem fim pra quem trabalha com blog e marketing de conteúdo, mas após ler o de hoje (que foi genialmente bom tbm) fiquei com algumas dúvidas na cabeça, vamos lá então, talvez você possa me ajudar…

    1º – Depois de planejar e executar tudo direitinho os passos descritos no artigo, qual o tempo médio para as visitas orgânicas começarem aparecer lá no Analytics? Pergunto isso pq meu blog tem uma média de 17 pageviews mensais e estava reparando que um artigo que escrevi (já seguindo boa parte das dicas desse artigo seu de hoje) com mais de 3.00 palavras e tudo mais entrou para o a posição 9 do meu top 10 de artigos mais visitados em pouco mais de 1 mês depois de ter publicado. Será que estou no caminho correto? hehe

    2º – Será que um conteúdo épico sai na frente de um conteúdo de um concorrente que possui um domínio com mais autoridade que o meu?

    3º – Qual seria uma taxa de conversão legal de comentários para saber se o conteúdo realmente está engajando? Por Exemplo, se tenho 1.000 visitas mensais em um artigo – qual seria uma meta realista de comentários a ser perseguida? 1%, 2%, 3%, 4%, 5% enfim! Sei que essa pergunta depende muito de várias coisas, mas talvez possa me dar um norte com sua experiência aqui no viver de blog e lá no Hc Investimentos…

    Mais uma vez, meus parabéns e obrigado por tantas dicas valiosas, admiro seu trabalho pra c****! Foi a palavra mais bonita que encontrei pra demonstrar minha admiração… hehe Abraço!

    • Oi Glauber!

      Respondendo:

      1. O primeiro dia do Viver de Blog teve 4.000 visitas. Mas para conseguir esse número constante de visitas diárias acredito que tenha demorado uns 6 meses. Visitas orgânicas demoram de 6 meses a 1 ano para aparecerem com força, mas quando vem, é só colher os dividendos. 🙂

      2. Sem dúvida. Por experiência própria, o Viver de Blog já bateu vários blogs com mais autoridade. Lembre-se que existe a autoridade do domínio e da página.

      3. Hmmm, nunca parei para analisar essa métrica. Mas é possível que seja menos que 1%. 1 comentário para cada 100 visitas é muito até. Normalmente, o Viver de Blog recebe 100 comentários. A grande maioria deles, nos 3 primeiros dias após publicar o artigo.

      Obrigado pelo comentário e sucesso!

      Abraços!

      • Glauber Silva

        Muito obrigado pela resposta Henrique… Ajudou D++ Vlw!

  • Marcio Eugenio

    A N I M A L! Parabéns!

  • angelilton silva

    esta show cara e veio na hora certa esse artigo estou montando um blog e esta realmente com essa duvida de como fazer para escrever artigos relevantes

    • Oi Angeliton.

      Que bom que você curtiu 🙂

      Sucesso para você.

      Abraços

  • Geraldo Augusto

    Henrique, você criou um treinamento avançado em escrita de artigos e o compartilhou gratuitamente com a comunidade. D+ !!!

  • Dario Coutinho

    Hoje fui abrir o site da Info e me deparo com um layout “estilo” blog. Será que o pessoal da Info anda lendo o Viver de blog..rs.

    Olha aí. http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/2015/03/mp-proibe-mosquito-da-dengue-transgenico-em-piracicaba.shtml

  • Ótimo texto, ótimas dicas. Esse texto é uma baita inspiração para todos que desejam escrever suas estórias e alcançar mais leitores. Obrigado, Henrique!

  • Ótimo texto novamente… parabéns!

  • Vania Beatriz

    muito obrigado! Estava aqui me procrastinando para escrever, estou começando agora nesse mundo, fico super feliz de ver uma pessoa jovem , sem nenhum medo de compartilhar seus conhecimentos. Sou muito grata! Desejo Alegrias imensas em seu caminho1

    • OI Vania,

      Obrigado e que bom que esse artigo te inspirou. Desejo sucesso e seja sempre bem-vinda ao Viver de Blog.

      Abraços

  • fred lasmar

    Tenho apenas uma palavra para comentar esse texto: BRILHANTE! Parabéns Henrique Carvalho.

  • cristina

    simplesmente SEN SA CI O NAL e inspirador Henrique cada dia melhor seus artigos…Obrigada e parabéns de novo!

    • Muito obrigado Cristina, fico feliz em saber que você gostou 🙂

      Abraços

  • Fabiano Pezzi

    Henrique, conseguistes fazer das tuas dicas, obviamente, teu próprio “artigo épico”! 50 revisadas para depois publicar?! tu é um “tarado”! parabéns pelo comprometimento com a excelência!

    • Oi Fabiano,

      Haha, tarado no melhor sentido da palavra!

      A missão do Viver de Blog é oferecer conteúdo memorável, vocês merecem isso e muito mais.

      Valeu pelo comentário,

      Abraços.

  • Mateus Schenk Freitas

    Achei que fosse mais um artigo como tantos outros, mas me enganei. Achei que leria uns dois parágrafos mas não consegui parar de ler. O que prova que vc sabe sobre o que está escrevendo 🙂 Parabéns! Um dia quero chegar perto desse nível

  • Voce foi sensacional no artigo. Acabou me ajudando muito e me tirando muitas duvidas…Obrigada….

  • Patrícia Café

    Perfeito!

  • Ana Paula Brito

    Sempre que leio seus posts a sensação é de que você sente prazer em ser generoso. Muito obrigada!

  • wagner

    Mazal Tov !!! (Parabéns em hebraico ). Henrique seu brilho está na autenticidade : Você faz o que ensina e nesta coerencia voce cria a certeza de que poderemos escrever artigos brilhantes iguais aos seus.

    • O Wagner,

      Opa, valeu pelo comentário!

      Fico feliz em saber que você curtiu 🙂

      Abraço e sucesso

  • Darly Silveira Jr.

    Realmente difícil não terminar de ler! Parabéns e obrigado!

  • Ana Luiza

    Oi Henrique,
    Meu marido me enviou o link de manhã. Comecei a lê-lo, mas tinha hora marcada no veterinário (temos um cão ancião). Cheia de trabalho, após o almoço consegui mais um tempinho para continuar até a dica 5. A noite, depois que coloquei as crianças na cama, mesmo cansada, resolvi pegar o celular e ler na cama no escuro. Isso tudo é pra te contar que sua missão foi cumprida com competência! Cheguei ao final sem dormir, kkkk, brincadeira. Vc me deixou curiosa o dia todo. Obrigada por me inspirar e me ensinar muita coisa bacana. Parabéns pelo blog, acabei de me inscrever (ótimo CAT!) Sucesso, Ana

    • OI Ana Luiza!

      Que maratona, hein! Haha!

      Fico muito feliz em saber que você gostou e aliviado por saber que você não ficou sem dormir 🙂

      Sucesso para você também!

      Abraço 🙂

  • Darly Silveira

    Realmente difícil não terminar de ler! Parabéns e obrigado!

  • Andre Venancio

    Henrique, que artigo! parabéns meu amigo.

  • Guest

    Olá Henrique,

    Cara te dar só te dar os parabéns por este artigo me deixa constrangido, pois não sei qual palavra usar para te parabenizar por esta obra prima.

    Você acabou de criar um dos melhores artigos que já li e que será referencia para desenvolver meus próximos artigos.

    Desejo todo o sucesso do mundo para você e obrigado por compartilhar esta obra prima.

    Abs!

  • Olá Henrique,

    Cara te dar só os parabéns por este artigo me deixa constrangido, pois não sei qual palavra usar para te parabenizar por esta obra prima.

    Você acabou de criar um dos melhores artigos que já li e que será referencia para desenvolver meus próximos artigos.

    Desejo todo o sucesso do mundo para você e obrigado por compartilhar esta obra prima.

    Abs!

    • Opa Fábio, blz?

      Obrigado cara, fico feliz em ver comentários como o seu, vejo que estou no caminho certo 🙂

      Abraços e sucesso

  • planosdesucesso

    Super Henrique você impressiona com a disposição que tem em entregar VALOR, muito valor… Este artigo é simplesmente o que há de melhor no assunto, não vi nada igual. Extraordinário… Muito obrigado meu caro. Que você consiga cada vez mais hesito em tudo o que fizer, pois você sabe compartilhar o seu triunfo com os outros… Essa é a regra chave para colher muitos resultados.

    • Oi!

      Obrigado pela visita e comentário.

      Essa é a missão do Viver de Blog e fico feliz em saber que as pessoas percebem isso 🙂

      Um forte abraço e sucesso

  • Olá Henrique, pode me falar de onde você retiras essas belas fotos/imagens que posta no blog? qual a sua fonte?

  • Olá Henrique! Parabéns, como sempre seus artigos muito didáticos.

    A regra que mais me interessou foi a primeira, gostei muito das ferramentas MozBar e Keyword Planner. Já reli essa regra várias vezes, já clareou muito as minhas ideias, mas sinto que preciso estudar muito mais sobre os assunto.

    E não consegui analisar dados sobre dificuldades, PA, DA e links. Os PA e DA já vejo na própria página de busca, a estatística dificuldades nem sei onde encontro! Rs. Bem, a dificuldade é saber o que fazer com esses números ( PA, DA e links) para influenciar na minha palavra chave, por exemplo concorrência e número de busca, já consigo fazer uma análise melhor, talvez por ser mais óbvio né? Mas vou estudar mais essas duas ferramentas, gostei bastante.

    Outra coisa, os títulos, agora só faço títulos utilizando o método AIDA com os templates que você divulgou, e o resultado é ótimo. Esse post http://www.casadesignstudio.com.br/2015/03/entenda-porque-decoracao-do-seu-vizinho.html#post tem ótimos resultados.

    Bem, meu blog ainda é muito pequeno, estou na batalha para deixá-lo popular, está um pouco difícil, mas sei que um dia chego lá.

    Uma pergunta e até uma sugestão para um possível artigo: Facebook Ads, você utiliza? Acha que vale o investimento?

    Obrigada! Thamyrez

    • Utilizo Facebook Ads, sim.

      Acho válido anunciar artigos Épicos, para que você ganhe mais autoridade, leitores e mais pessoas na sua lista de email.

      Abraços!

  • Henrique, justamente na parte que você fala em revisar o texto apareceu um “hortografia”. Foi proposital, né? heheh Achei um link que está escrito “geração de trágeo” também. Parabéns, pelo artigo. Um dos meus favoritos até agora!

    • Olá! Obrigado, fico feliz que tenha gostado do artigo e o eleito um dos melhores! 🙂

      O erro foi mesmo proposital… rs

      Forte abraço!

  • Wagner

    Dica: Utilize o site sinonimos.com.br para descobrir sinônimos, evitando usar palavras repetidas, assim como para procurar o significado de uma palavra mais complicada e transformá-la em uma explicação mais simples. O final desta frase ( tranforma -la em uma explicação mais simples ) ficou com o sentido confuso.Este foi o unico erro que encontrei neste excelente ,prático e aprazivel artigo. Mas nao se preocupe : Sómente DEUS é PERFEITO !!!

  • André Cassiano

    Excelente artigo Henrique! Tenho uma BOA lição de casa para fazer depois disso…

    Por favor, se puder, me esclareça rapidinho dois pontos:

    1- Na dica #1, depois que você monta a planilha com todos aqueles dados, como faz para decidir qual palavra-chave receberá o ‘OK’ na coluna “Análise final”? Me fez total sentido a importância e análise do “Avg. Monthly Searches” e “Competition”, mas não entendi qual a função, cálculo ou raciocínio para analisar os “Dificuldade”, “PA”, “DA”, “Links” e “Domínios”. Os números nas colunas das palavas-chave que receberam ‘OK’ não me apresentam um padrão nítido (ex.: escolher só os maiores, os menores ou os intermediários).

    2- Quantas vezes é indicado usar as palavras-chave no artigo (sem perder a qualidade, quanto mais melhor?) e posicioná-las mais no início do texto é melhor para rankear no Google?

    Muito obrigado! Continue o fantástico trabalho!
    Abraço

    • Ercílio Vieira

      Olá André,
      Eu também fiquei com a dúvida da dica #1, mas acho que posso ajudar na sua segunda questão.

      Pelo pouco que li sobre SEO, é importante que a palavra-chave que você utlize no título do post e na url, esteja também no primeiro paragrafo e no último. Outro ponto importante é que se não me engano o Google mede a densidade desta palavra-chave, portanto se você conseguir utilizar ela no decorrer do post mais algumas vezes, pode sim ajudar no rankeamento.

      Espero que tenha ajudado, e se alguem tiver mais alguma informação sobre o assunto por favor nos esclareça. rsrs

      Abraço!

  • Cláudio Santos

    Ah, acabou o artigo? Usando a gíria “pelamor”, quero dizer que este artigo abriu minha mente para muitas coisas que preciso aprender sobre como escrever artigos e atrair grande público que efetivamente o leia.

    E suas frases curtas e objetivas foi uma das coisas que mais me encantou e me fez ser a partir de agora fiel seguidor do seu trabalho.

    Henrique, você, por compartilhar de forma tão nobre seu conhecimento e experiência, merece o sucesso que alcança mais e mais.

    Obrigado.

    • Oi Cláudio,

      Opa, valeu! Que bom que você curtiu 🙂

      Valeu mesmo!

      Sucesso e abraço

  • Bianca Rossi

    Oi Henrique, como sempre seus posts são fantásticos. Estou seguindo passo-a-passo. Só queria dar uma sugestão, para facilitar a vida de quem de fato não só lê seu artigo como vai executando suas dicas. Utilizar uma página nova nos links, assim não precisamos voltar ao post, blz! Parabéns mais uma vez!

  • Ronaldo Guedes

    Seus artigos são como bons livros que nos faz seguro de reler sempre que acometidos pelo esquecimento ou por lembrança daquilo que é relevante. Obrigado Sr Henrique.

    • Obrigado a você Ronaldo, é muito bom saber que o Viver de Blog tem sido útil para você 🙂

      Abraços

  • Paloma

    Muito bom, eu não tenho muita paciência pra ler conteúdos na internet, mas tu conseguiu me fazer ler quase todos os artigos do teu blog!
    Parabéns pela sua abordagem e pelo seu trabalho.

  • Erika

    Perfeito o seu artigo!

  • Marcus Paullo

    Quero baixar esse conteúdo para estudo em PDF.!

    • Oi Marcus,

      Comecei a publicar os conteúdos do Viver de Blog no Slideshare.

      Você pode seguir o meu perfil lá e será avisado quando este artigo esteja por lá também, combinado?

      http://goo.gl/m2jMWe

      Abraços

  • Henrique, mais uma vez parabens pelo seu trabalho. Seus artigos são sempre manuais completos. Eu leio e releio várias vezes. O viver de blog se tornou uma enciclopédia. Eu tenho uma dúvida. E o Market Samurai? Sai do roll das ferramentas para escrever um post épico? Isso se dá pelas novas alterações do Google?

    • Oi Mateus!

      Obrigado pelo comentário, meu caro. E fico muito feliz pelo seu blog ter um desempenho fantástico com o Épico. 🙂

      Sobre o Market Samurai, vou reproduzir a resposta para a @maira_reis:disqus.

      Ainda tenho o Marketing Samurai, mas estou preferindo usar o Moz, na versão paga e recorrente.

      Como é um aplicativo caro e que entra mais a fundo na questão do SEO, preferi deixar de fora do artigo, citando apenas o aplicativo grátis para Google Chrome deles para análise de palavras-chave.

      Abraços!

      • Henrique, muito obrigado pelo retorno. Com a ajuda do Épico, com as dicas do Viver de Blog e com a dedicação de escrever artigos épicos o meu blog está melhorando consistentemente. Muito obrigado mesmo! Sugestão: Será que não cabe um artigo Épico falando como você analisa novos mercados 😉 Abração

  • Antonio

    Muito bom. Estou lendo e relendo para começar no mercado. Obrigado.

  • Adorei, Henrique!!! Sou fã dos teus artigos.
    Tenho um blog de Casamentos (faz uma visitinha? http://www.casandoemrecife.com.br) e adoro contar histórias, mas sofro pra conseguir um número de acessos diários satisfatório e comentários também. Vou aproveitar esse artigo pra melhorar meus posts.

    Beijoos
    Ju Nascimento

    • Obrigado Ju!

      Siga os artigos do Viver de Blog e coloque em práticas as estratégias para aumentar o número de visitas e comentários do seu site.

      Sucesso!

      Abraços!

  • Julio Sena

    Sem palavras… Artigo mais do que excelente, Henrique. O modo como apresenta as informações e simplifica o entendimento delas é ótimo! Parabéns pelo artigo!

  • Bertilo

    Henrique:
    Gostei muito do artigo, vou recomendar e compartilhar. E, a convite seu, vou fazer algumas observações que suponho lhe sejam úteis. Sem querer, acabei notando o mesmo erro cometido recorrentemente por muitos que escrevem na Internet: “esse aqui”.
    Relações entre demonstrativos e advérbios de lugar:
    Isso faz tempo que não é ensinado, nem mesmo em faculdades de letras, mas é tão simples como a tabuada, que também não se ensina mais! Sinal de que a língua está mais fluida, amorfa, com osteoporose, em violenta transformação como o pensamento que ela ainda procura expressar.
    Este, isto: primeira pessoa: Está comigo ou aqui, cá perto, já vou falar.
    Esse, isso: segunda pessoa: Está com você ou aí perto, já falei.
    Aquele, aquilo: terceira pessoa: Não está nem comigo, nem com você, está ali (relativamente perto de ambos), lá (longe de ambos), acolá (por ali, por lá) ou alhures (em algum outro lugar), já foi dito.
    Poucas línguas têm essa riqueza de advérbios de lugar, e usam a mesma palavra para ali, lá e acolá, ou usam locuções para fazer a distinção.

    • Oi Bertilo!

      Agradeço por complementar esse artigo com o comentário sobre advérbios.

      Grande Abraço!

  • Bruno Gonçalves

    Mais um artigo Top!
    Agora é ler, reler, ler de novo pra ver se entra na cabeça de uma vez.

    Salvo no Pocket. =)

  • Sanches Santos

    Poxa Henrique, seu Blog está me ajudando a começar com meu Blog. Ainda está no papel, mais breve breve estarei publicando ele. Parabéns Cara, abraços!

  • Natasha Belus

    Suas dicas servem para mais coisas do que escrever artigos. Muitos dos posts que leio no blog adapto para meus vídeos, textos acadêmicos, revisão de roteiros para video aulas entre outros. No fim, são áreas correlatas, especialmente quando se trata de atingir o público, ser encontrado em pesquisas, etc.

    • Oi Natasha, tudo bem?

      Fico feliz em saber que o conteúdo do Viver de Blog tem sido útil para você.

      Sucesso e um abraço 🙂

  • Maira Reis

    Henrique, você parou de mexer com o Market Samurai.
    Se não, como ele entra então no seu trabalho?

    • Oi Maira!

      Ainda tenho o Marketing Samurai, mas estou preferindo usar o Moz, na versão paga e recorrente.

      Como é um aplicativo caro e que entra mais a fundo na questão do SEO, preferi deixar de fora do artigo, citando apenas o aplicativo grátis para Google Chrome deles para análise de palavras-chave.

      Abraços!

  • Rodrigo Airaf

    Meu jesus cristinho.

    Pera, to respirando pra tentar superar esse achado. Esse blog. Esse artigo. É muito pra minha gastrite nervosa aguentar. Eu já tava me preparando pra vender minhas trouxas e entrar num curso de qualidade duvidosa. Credeuspaitodopoderoso.

    Obrigado!

  • Andres Morales

    Oi rafa!! ha muito tempo que nao escrevo, mas como sempre um prazer e muito obrigado pelo seu trabalho en informaçao.

  • Que conteúdo impecável, Henrique!

    Nós utilizamos muitas das suas dicas e, de fato, fazem muita diferença no impacto final.
    Obrigado por compartilhar conosco todo esse conhecimento de qualidade.

    Sucesso!

    • Muito obrigado pessoal!

      Bom demais saber da utilidade desse tipo de trabalho.

      Grande Abraço!

  • Carolina Rezende

    Uauuuu! Parabéns Henrique! Que artigo fantástico!

  • Rafael Napolitano

    Henrique,
    Posso lhe dizer com toda a certeza que a frase:

    “Simplicidade é a complexidade resolvida”
    Constantin Brancusi, escultor romeno

    É 100% aplicada em seu trabalho!
    Seus posts são sofisticados, cativantes e objetivos!
    Posso ler e reler que não me cansam. Você aplica muito bem o conceito de escrever apenas artigos F-O-D-A-S!
    Meus parabéns!

    * Apenas uma pergunta, se possível responder, claro.
    Antigamente, para mensurar os dados de “Dificuldade” existia a ferramenta gratuita SeoMOZ, porém não está mais disponível.
    A Keyword Planner passa uma prévia de concorrência, mas não o valor exato. Você saberia me indicar alguma outra ferramenta ou plugin que me conceda este dado?

    Obrigado!

    Abs,

    • Muito obrigado Rafael!

      Ótima frase. Concordo plenamente e colabora com mais uma clássica:

      “Simplicidade é o último grau de sofisticação” ~ Leonardo Da Vinci.

      Uso a versão paga do Moz para ter um número mais preciso da dificuldade.

      Porém, se você baixar uma planilha com as seus keywords do Keyword Planner, verá que eles mostram um número.

      É possível se basear neles também.

      Ou analisar por alto os números dos TOP 3-5 resultados para saber a dificuldade.

      Abraços e sucesso!

      • Rafael Napolitano

        Essa frase do Leonardo também é show, Henrique! Conhecia pelo seu material de E-book “101 frases…”
        Obrigado pelo retorno.
        Para você também, ainda mais sucesso!
        Abs,

  • Guilherme Encinas

    Sei que são anos de estudo para criar um artigo desses mas Henrique você se supera à cada um!! É incrível quanta informação tiramos de um artigo só, você faz com que lemos e queremos sair para dominar o mundo kkkk
    Agora tem mais 4 artigos para ler que vi durante o post, seu trabalho é realmente genial, parabéns 😉

    • Muito obrigado, Guilherme!

      Como tempo a prática torna a excelência menos difícil.

      Fico feliz demais que tenha curtido esse artigo e espero que goste dos demais também.

      Sempre que quiser ou puder, deixe um comentário, ok?

      Forte Abraço e sucesso!

  • Alex Cói

    Achei excelente este artigo, Henrique. Parabéns! Como sempre, de altissimo nivel.
    Henrique, você acha importante comprar mais de um domínio relacionado ao Tema do blog?

    Um grande abraço e até mais.

    • Obrigado Alex!

      Com qual intuito?

      Sou favorável a manter todo foco em um único site para criar autoridade para ele, além de favorecer no DA dele, ao invés de espalhar conteúdos entre domínios.

      Mas se for para manter um ativo para sua marca, acho interessante sim ter mais domínios, mesmo que você não os utilize para gerar conteúdo.

      Abraços!

      • Alex Cói

        O intuito seria “cercar” meu negócio contra a concorrência. Seria uma maneira de conquistar o mercado.
        Aliás, o blog principal tem o Tema Épico que comprei de você e do Márcio.
        O site ainda não foi lançado e é http://www.aprendaadesenhar.com e os dominios são todos relacionados a este tema.

        Obrigado, Henrique.
        Um abraço.

        • Com esse intuito, acho interessante sim, caso você possa bancar os valores de ter domínios “parados”.

          Obrigado por usar o Épico. Espero ver como o seu site ficará após o lançamento.

          Forte Abraço!

  • Everton

    São fantásticas as suas dicas Henrique!!! Mas estou curioso, quanto tempo você leva para escrever um artigo como esse ?

    Abraços

    • Oi Everton!

      Para escrever, escrever, resolvo em torno de 6 horas.

      Mas para pesquisar, organizar, planejar, entre várias outras tarefas, demoro em torno de 1 semana.

      Nem sempre trabalho nele necessariamente, mas é o tempo que me sinto confortável para escrever um artigo que considero Épico como esse.

      Abraços!

  • Juliana

    Henrique,
    Você faz ou conhece redatores para sugerir que tenham esse conhecimento técnico para escrever? Muito obrigada e parabéns pelo blog!

    • Oi Juliana!

      Difícil. Ou a pessoa escreve muito bem ou tem conhecimento de SEO.

      Mesclar os dois bem é raridade.

      Abraços!

  • Olá,

    Não consegui entender a forma que você organiza a planilha. De onde você tira a concorrência? E os dominios?

    • Oi William!

      Do aplicativo Moz, conforme comentei no artigo.

      Abraços!

  • Wagner Bastos

    Perfeito o artigo, agora me veio uma dúvida.
    Para uma determinada palavra-chave, é mais importante o “PA” ou a “DA”?

    • Oi Wagner!

      Considero o “PA” mais importante, já que não adianta um site ter um DA altíssimo se a página para o termo pesquisado for muito pobre, com pouco texto, imagens e conteúdo.

      Felizmente, a web é democrática e ganha quem tiver o melhor conteúdo e não mais dinheiro.

      Abraços!

  • Como sempre inspirador! Toda vez que imagino escrever um post de 2000 palavras bate aquele desânimo, mas ler algo assim renova a motivação e aquele gás perdido surge novamente. Muito obrigada!!

    • Muito obrigado!

      Não fique desanimada. Não pense no trabalho que você terá que fazer para completar o artigo.

      Pense nas consequências de escrever um artigo Épico.

      Mais comentários.
      Mais compartilhamentos.
      Mais autoridade.
      Mais tráfego.
      Mais emails na sua lista.
      Mais vendas. (por que não?)

      Com o resultado na mente, tudo se torna mais fácil.

      Forte Abraço e sucesso!

  • Abimara

    Artigo de grande relevância mesmo. Grata!

  • dsadasds

    dsadsaddasdadasds

  • Josiane

    Parabéns, ótimo artigo!!!

    • Muito obrigado pelo seu comentário Josiane!

      Sempre que puder e desejar, deixe um comentário aqui no blog, combinado?

      Eles são meu maior indicativo de que estou caminhando na direção correta.

      Forte Abraço e sucesso!

  • Beto

    Muito bom. Você tem esse material em formato de ebook? Cliquei num anúncio no FB, mas como já estou na sua lista, o sistema não permitiu dar sequência. Parabéns.

    • Oi Beto!

      Não tenho esse material em formato de eBook, mas com algumas programas na web você pode criar um PDF com ele.

      Abraços!

  • Luiza

    Henrique, ótimo artigo! Uma dica/dúvida: quando cliquei no link para ler o “12 sinais de que você está criando seu filho para ser escravo.”, ao invés de abrir outra aba o site abriu na mesma, e o seu sumiu. Acho que normalmente isso deve ser evitado, pra que o visitante não se distraia e continue lendo seu texto, né? =) Também pode ser algo só aqui comigo… estou usando um Safari desatualizado. =)

    Es

    • Oi Luiza!

      Obrigado pelo aviso.

      Já atualizei o plugin “outbound links” para “forçar” todo link externo ser aberto em outra aba.

      Abraços!

  • Willian Eduardo

    Caro Henrique. Que grande artigo!
    Pode me tirar uma dúvida sobre a pesquisa de palavras chave? Ao inserir meus termos relacionados no keyword planner, ele diz não haver resultados. Simplesmente não demonstra nenhum volume de pesquisa ou termos parecidos. Isso quer dizer que é um termo sem demanda de busca? o que fazer?

    • Oi Willian!

      Nesse caso, eu procuraria outra palavra-chave. Isso é um sinal que por melhor que você escreva sobre um conteúdo, ele tende a não prosperar na parte orgânica de visitas.

      Agora… lembre-se que esse é um canal de tráfego.

      Abraços!

  • S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L
    Acredito que deva ter dado um trabalhão, então vou gastar melhor a caixa de comentários para elogiar o equivalente ao seu belo trabalho.

    FICOU IRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAADOOOOOOOOOO

    Perfeito!!!

    • Valeu pelo comentário Kellvyn!

      Feliz que tenha gostado, meu caro. 🙂

      Abração!

  • Lincoln Thiago Neves

    Parabéns, meu caro!

  • Guilherme Vieira da Silva

    Surpreendentemente completo! Estou usando as estratégias que você sugere aqui. Parabéns e muito obrigado!

  • Lucas Baccan

    Henrique, esse artigo está nota 10!

    Muito obrigado por compartilhar seu conhecimento!

    Sucesso!

    Abraços

    • Grande Lucas!

      Muito obrigado pelo comentário, meu caro.

      Forte Abraço e mais sucesso!

  • Jemerson Figueiredo Damásio

    Opa, Henrique. O artigo está realmente sensacional. Ótimas dicas. Favoritei pra minha próxima escrita. Abraços.

    • Obrigado Jemerson!

      Espero que as dicas ajudem você nos próximos artigos memoráveis.

      Grande Abraço!

  • Felipe Satriano

    Ótimo artigo. Impossivel não anotar nada. SUCESSO!!

  • Raphael Antoniolli

    Não conhecia, mas achei as funcionalidades do MOZ muito boas, porém só achei versões pagas dele, e com valores bem altos. Qual a dica para otimizar as mesmas informações e ter uma despesa menor que o MOZ exige?

  • Karine Drumond

    Show de Bola HC! Parabéns! Obrigada por compartilhar essas “Dicas de Ouro”! 😉 E isso mesmo Carlinha, ajuda ele aí que vai bombar mais ainda! heheh! bjo.

    • Carla Basílio

      Deixa comigo! 😉

  • Obrigado Henrique pela menção do blog Insistimento neste artigo. Realmente eu segui à risca o que você havia colocado aqui e este artigo, publicado há mais de um ano, continua levando tráfego para o blog até hoje.

    • Fantástico, Marcos!

      Esse artigo merece um Oscar em sua categoria.

      Parabéns pelos excelentes resultados.

      Baita case de sucesso.

      Abração!

  • Muito bom, Henrique!
    Esse artigo tem servido como um guia para que eu possa otimizar os meus posts.
    Se um dia vc puder me indicar alguns caras que te inspiram nos EUA, agradeço.
    Grande abraço!

    • Obrigado, Marcelo!

      Os caras que acompanho lá fora:

      – Derek Halpern (Social Triggers)
      – Rand Fishkin (Moz)
      – Pat Flynn (Smart Passive Income)
      – Tim Ferris (Four Hour Workweek)
      – Brian Clark (Copyblogger)
      – Neil Patel (Quick Sprout)

      Forte Abraço!

  • Descobri o Viver de Blog fazendo buscas sobre como escrever melhor no google.

    E realmente foi o melhor conteúdo que encontrei. Todo dia entro em busca de informações para aprender mais sobre como escrever, tráfego, conversões e receitas.

    Parabéns pelo tralho Henrique.

    • Carla Basílio

      Oi, Junior.

      Não deixe de se inscrever na nossa lista de email, assim você sempre recebe o conteúdo do blog em primeira mão, além de mais dicas de curso, software, ebooks e etc.

      Abraços.

  • Jully Wolff

    Conteúdo sensacional! Muito obrigada Henrique por sua contribuição. Já faz parte do meu futuro, e próximo, sucesso!

    • Obrigado pelo comentário, Jully!

      Continue acompanhando o Viver de Blog e sempre que possível deixe um comentário, ok?

      Abraços!

  • Henrique, realmente muito FODA os seus artigos e os seus projetos que tenho conhecido. Acompanho você e o Rafael já faz bastante tempo, acho que desde o inicio do HC Investimentos.

    Parabéns pelo artigo e pelo blogs.

    Sucesso!

    • Obrigado por acompanhar esse trabalho há tanto tempo Heros!

      Grande Abraço e sucesso!

  • Tatiane

    muito obrigado. parabéns e sucesso

  • Solange

    Poxa vida, tô encantada com esse blog! Valeu pelas dicas, não só deste artigos, do blog como um todo! Abraço!

  • leidiane

    Parabéns pelo blog! Recomendadíssimo!

  • Marcos Oliveira

    Excelente artigo!!!Primeira vez que li e com certeza vou ler várias vezes…sucesso…parabéns e obrigado por compartilhar conhecimento.

  • Josué

    Muito bom!!!! Já estou botando em prática seus conselhos e dicas!
    No caso de um nome de título, você acha melhor sempre falar diretamente com o leitor?
    Por exemplo… O QUE VOCÊ PRECISA PARA FAZER _____ ou O QUE É NECESSÁRIO PARA FAZER____.
    valeu!

    • Obrigado, Josué!

      Falar diretamente com o leitor usando o “você” é muito mais efetivo.

      Abraços!

  • Para variar seus artigos são incríveis,fica claro que são artigos estudados e pesquisados antes da publicação.Estou estudando seus artigos para absorver o formato.Parabéns

  • Fantástico! Estou começando um blog agora e fui apresentado ao Viver de Blog “por acaso”, ficando fascinado com cada post.

  • JEAN CLEBER

    Você superou novamente, que artigo fantástico, todos os dias venho conhecendo mais através de vc, vlew abraços.

  • Rosângela Sorgetz

    Ótimas dicas. Pessoa muito inteligente. Queria saber e ter tamanha inspiração. Quero ler novamente pois tenho um trabalho de conclusão pela frente.

  • Julia Ritez

    Olá, estou conhecendo seu blog agora por indicação da querida Pamela greco e só fico pensando: “puxa vida, como eu não descobri vc antes!!!” Acho que esse blog é leitura obrigatória p quem está querendo atuar com marketing digital. Parabéns!!! Trabalho memorável e útil demais!!!!

  • João Ribeiro

    Muito bom o artigo. Possui uma ampla teia de ideias para melhorar um texto. Trabalhei muito escrevendo e tenho agora um blog. O Blog do João Ribeiro, entre outras atividades. Nele escrevo sobre minhas experiências. Vejo, entretanto, que ao me preocupar demasiadamente com as técnicas o conteúdo pode ser prejudicado. Em meus textos procuro me desprender da técnica até que esteja concluído. E então passo a aplicá-las nas revisões. Meu blog, com quase dois anos, tem apenas 14 mil visualizações e quase nada de comentários. Ainda por cima deu um erro na inserção de links e tive que refazê-lo em outro endereço.
    “Santo de casa não obra milagres”. Já ouviram isso? Nem os meus familiares me seguem!
    Um abraço aos amigos.
    João Ribeiro
    http://silvanetojr.blogspot.com.br/

  • Você gosta de escrever? Facilite a leitura de seus amigos com regras básicas
    http://silvanetojr.blogspot.com.br/2015/04/voce-gosta-de-escrever-facilite-leitura.html
    Gostaria de um feedback dos amigos. Um abraço.

  • Josué Souza

    Parabéns pelo artigo. Deveras prático com informaçoes enxutas e precisas em seu objetivo, podendo ser usufruida por profissionais e iniciantes com a mesma eficácia.
    Como sugestão, senti falta de um “resumo da obra”. Suas 10 preciosas dicas listadas sucintamente, realçando os focos a serem alcançados. Esse artifício sinteza a idéia global do projeto gerando um panorama macro ao leitor, sem desvincular na prática a necessidade das minúcias em cada passo.
    Já sou seu fã.

  • Caraca.. estou a um bom tempo no seu blog, e um artigo é melhor que o outro, e atraves da estrategia de linkagem interna você ja me levou para varios artigos aqui dentro!

    Agora me surgiu uma duvida, com todos esses passos, que envolve pesquisas para mencionar links externos e embasar o texto, até a produção e publicação, quanto tempo em media você leva por cada artigo?

    Pois é recomendando a postagem de pelo menos 3 artigos por semana para alimentar o Blog, mas quanto mais melhor né? Então tira essa duvida do tempo se puder.

  • Simone Omena

    Vou agora mesmo começar a revisar todos os meus artigos!!!!!!!!!!!!!!!!!! Obrigada pelas dicas!

  • Francisco Trindade

    Segunda vez que eu leio esse artigo, mas dessa vez com mais atenção às dicas. Eu falo com certeza que esse é o melhor artigo sobre “como escrever bem ” que eu já li. Parabéns Henrique.

  • sosteneshenrique

    Show de bola !! passei alguns dias vendo e revendo esse material e preparando um artigo … acho q consegui usar uns 80% das dicas aqui rsrs.

    O artigo ta sempre sendo melhorado, sempre q tiver um tempo vou lá e dou um upgrade … enfim … já tem alguns likes e comentários, parece q os visitantes curtiram hehe.

  • Olá! Este é uns dos artigos que não me canso de ler! Henrique, você saber criar um artigo realmente completo. Faz 3 dias, que com suas dicas coloquei em prática um projeto, um blog para ajudar pessoas a parar de perder clientes (http://ativanc.com.br/). Sigo o viver de blog faz um bom tempo, parabés pelo trabalho de alto padrão!

  • Dmitriy Leyba

    Ótimo post! Estas dicas são realmente úteis.

  • Alexandre Medeiros

    Tô impressionado com a qualidade desse artigo Henrique.
    Parabéns. Não tinha a noção do trabalho e do nível de detalhe utilizado para criar um “artigo matador”.
    Esse com certeza será um guia para eu começar 😉
    Obrigado e sucesso!

  • Valdiney Rosil

    PARA QUEM TEM DIFICULDADES DE ESCREVER UM ARTIGO SHOW COMO ESTE DO HENRIQUE RECOMENDO ENCOMENDAR CONTEÚDO NA FABRICA DE ARTIGOS, ESCRITO POR PROFISSIONAIS, IMAGENS EM ALTA RESOLUÇÃO, TEXTO TODO OTIMIZADO, E O MELHOR EU PAGO APENAS 0,01 CENTAVO POR PALAVRA, NO SITE DOS CARAS VC AINDA PODE COMPRAR ARTIGOS NA HORA. SEGUE O LINK: http://fabricadeartigos.16mb.com
    PARABENS HENRIQUE ,ÓTIMO CONTEÚDO,

  • Adriano de Menezes

    Ótimo artigo, dicas valiosas, obrigado por compartilhá-las.

  • Mariane Dias

    Excelente artigo, cá estou eu querendo aprender sobre o assunto e o primeiro link que clico é assim: maravilhosamente esclarecedor.
    Obrigado por compartilhar conosco seu conhecimento!

  • Juan Bahoo

    Simplesmente perfeito, parabéns!

  • Da Ilha .

    Generoso. Obrigada.

  • Aldo

    Carraca maluco! você é muito bom nisso mesmo. Parabéns e obrigado pelo conteúdo de primeira que você compartilha com a gente. Abç

  • Hamilton Pitanga

    Olá, Henrique.
    Parabéns!
    É simplesmente soberbo, apaixonante, interessante mesmo como a tecnicidade consegue esquematizar ações humanas que antes se manifestavam apenas em “iluminados”. Você demonstra de forma magistral como escrever bem seguindo receitas racionais, facilmente aplicadas por qualquer pessoa que tenha o interesse e a vontade de assim fazê-lo!
    Mas tenho uma dúvida: estou sempre pensando em escrever artigos utilizando a primeira ou a terceira pessoa. penso que isso cria um envolvimento mais pessoal, reforçando a ideia de escrever artigos em formas de histórias.
    o que você acha?

    • Muito obrigado pelo comentário, Hamilton!

      Prefiro escrever em primeira pessoa, principalmente ao utilizar histórias.

      Elas conectam melhor a sua personalidade com o público.

      Abraços!

  • Evandro Salvador Ricardo

    Espetacular! Encontrei tudo que eu precisava para melhorar meus trabalhos. Parabéns!

  • Tiago Schisler Donato

    Parabéns pelo artigo. Você realmente conseguiu me inspirar a transpirar, para finalmente escrever meu 1 post do blog. Vou começar agora.

  • Raul Serejo

    Parabéns pelo artigo! Escrever bem e saber reter a atenção de pessoas é uma ciência, que requer habilidade e muito tempo de dedicação. Além de grato pelo conteúdo, sou grato pela inspiração em te ver fazer um trabalho tão bacana.

    Nos veremos mais vezes!

    • Muito obrigado pelo comentário, Raul!

      Essa é uma arte que vale a pena gastarmos tempo tentando aperfeiçoá-la. 🙂

      Abraços!

  • Walber Santos

    Excelente artigo. Parabéns Henrique!

  • Bruna Bezerra

    Muito bom esse seu post, vai me ajudar bastante a escrever os meus próximos posts!
    Parabéns e muito obirgada!

  • Gustavo Carvalho

    Muito obrigado pelo cuidado na produção do texto, são dicas muito valiosas, com descrições detalhadas e exemplificadas, e além destas dicas, o texto em si, sem dúvida, já é um ótimo exemplo de que vale a pena se dedicar na hora de produzir os posts, pois com disciplina e preparação eles chegaram até quem está precisando de tais informações e conteúdos.

  • Andréia G. Deoli

    Excelente Artigo Henrique, vou colocá-lo em prática já, assim que meu domínio estiver disponível!

    Parabéns

  • Excelente artigo, parabéns!

  • Tomas Medeiros

    Parabéns Enrique pelo artigo, sensacional, geralmente eu não gosto de ler artigos logos, mais um artigo como esse não tem como não ler até o final. Parabéns mais uma vez você tem um conteúdo de muito valor.

  • Eduardo Valente

    Henrique, cada post, cada artigo que você faz é memorável. Se dividir um pequeno artigo, com umas 250 palavras, em parágrafos e listas, é possível torna-lo em um artigo memorável? Lembrando: o conteúdo é super útil para os leitores.

  • Ana Kelly

    Muito bom.

  • Lucas Vaz

    Valeu Henrique!
    Seu site tem nos ajudado muito!

  • Laiali

    Bahhhhh muito boa essa postagem, tirou dúvidas que nem se quer existiam na minha cabeça, tá na minha lista de favoritos! A proposito, cliquei em todos os links dessa postagem, a curiosidade não deixa nada passar rs

  • Narielli Nunes

    Sinceramente, fui bombardeada de informações e de um conteúdo digno. Obrigada pela disponibilidade e pelas dicas que para mim será muito válida.

    • Por nada Narielli 🙂

      Fico feliz que tenha gostado!

      Abraços e sucesso.

  • Sansão

    Henrique Esse artigo é top, nota 1000…creio que dava para fazer um e-book com esse super artigo….rssssss
    Abraços

  • Pauber

    Henrique! Sou novo no “pedaço” e já estou inspirado com suas dicas, que batem com minhas intuições. Vou debutar no site de minha empresa, http://www.expertsolucoes.com.br, e já sei que seu “artigo dos artigos” me colocou na linha de largada. Parabéns Cara!

  • André

    Ótimo artigo! post memoravel mesmo. Tambem recomendo esse artigo http://www.mozmarketingdigital.com

  • Vera

    Adorei !!! simplesmente querendo ler mais! me ajudou e me inspirou. parabéns!

  • Fico imaginando Fernando Sabino preocupado com as métricas de views em blog para escrever. =s
    Só escrevam o melhor que vocês puderem. Esqueçam as redes sociais! Um bom texto sempre será um bom texto, independente do número de comentários… =)

    • Carla Basílio

      Um bom texto que ninguém lê é só mais um que vai pro abismo da internet.

      Você tem a opção de não se importar com isso, mas não critique quem se importa.

      Abraços.

    • Vernon Lacerda

      Como disse a Carla, um texto que ninguém lê só serve para ir para o abismo.
      Citar nomes conhecidos, como Fernando Sabino, Luis Fernando Veríssimo, não serve, exatamente, como argumento. É como querer comprar, em termos de métricas, uma oficina de fundo de garagem com uma concessionária.
      Textos são feitos para serem lidos. Nenhuma livraria mantém em suas prateleiras (podem até manter no estoque, mas não à vista) livros que não são vendidos. Hoje em dia a métrica está na quantidade de visualizações, então, sim, você TEM que pensar que um texto deve chamar atenção de seus leitores em redes sociais.
      Mas, toda opinião é válida.

  • Pedro Ribeiro

    QUE MARAVILHA de artigo. Obrigado.

  • Bimy Paschalis Rodrigues

    Sensacional, man! Parabéns e obrigada por todo esse conteúdo que pude absorver!

  • Danilo Silva

    Ola Henrique, excepcional este artigo, me esclareceu muitas duvidas e vai me ajudar muito com a criação de conteúdo para meu blog, e uma das coisas que eu gostaria é sempre que eu escrever algo relacionado a blog, quero recomendar o viver de blog, ou algum artigo especifico como dica. Porem sou iniciante peço que por gentileza me oriente como faze-lo. Obrigado, abraço e Parabéns.

    • Muito obrigado Danilo! Fico feliz em poder ajudá-lo 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Idel Vieira

    Parabéns pela rica oportunidade de aperfeiçoar meus conhecimentos com informações importantes de forma gratuita

  • Aline Domene

    Parabéns pelo texto épico e pelo blog inspirador! Tem me ajudado muito até mesmo nas dicas mais simples, como sobre o Pocket! Sucesso!

  • Digas

    Sensacional ou Causador de sensações acionais! (kkk) Parabéns!

  • Charles Magno

    Mais um artigo TOP MASTER MEGA BLASTER PLUS DAS GALÁXIAS.

    Parabéns, HC. Desejo muito mais sucesso na sua vida!!!

  • Olá, Henrique!
    Tudo bem?

    Meus parabéns pelo conteúdo deste artigo. Estou estudando-o à fundo.

    É possível dizer uma referência de quais valores para PA, DA, Links e Domínios são considerados mais fáceis, fáceis, médio, difícil ou muito difícil de ranquear?

    Obrigado desde já é grande abraço! 🙂

  • André Alves

    Cara, quanto você fala em conteúdo memorável, você não está brincando mesmo!

    Você não mostrou como escrever um artigo perfeito, você deu um exemplo perfeito!

    Excelente, mais uma vez.

    Valeu. Um abraço!

    • Valeu André! Muito obrigado por comentar 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Abelardo Gonçalves

    Puxa, antes tarde do que nunca! Descobrir seu texto trouxe uma vontade alegre de escrever e publicar na internet. Me transmitiu segurança. Obrigado Henrique. Valeu!

  • Chana

    Sensacional o artigo. Ótimas dicas para mim que estou começando um blog. Obrigada!

  • Goretti Rodrigues

    Gratidão pela clareza e simplicidade que transmite suas menssgens. Cuidado, vc vai acabar mudando o mundo ! Iupppp

    • hahaha

      Muito obrigado por comentar Goretti! Isso me ajuda a entender melhor o que é importante para meus leitores 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Silvana Santiago

    O que dizer? simplesmente grata! Sou jornalista formada há 14 anos e atuei por quase esse tempo todo nesta área… decidi sair da area e entrar em outro campo… mas a paixão pelo marketing digital e pela oratória me chamou de volta. Esse artigo ampliou minha visão do novo projeto que está surgindo e com certeza entra para a lista das indicações.. afinal.. quem não quer ganhar um dinheiro extra com blogs… parabéns!

  • Kelton Kirtan

    Henrique, cara você é muito generoso ! gratidão !!!!

  • Muhhamed Rachid

    Muito bacana o artigo, parabéns.
    Na parte da planilha fiquei como uma dúvida de como você chegou nos números nas colunas C e D competição e dificuldade.
    Abraço e sucesso

  • Samuel Ferreira da Fonseca

    Ótimo texto. Deus lhe retribua conforme a graça e misericórdia as quais lhes são próprias. Estou engajado no ambiente acadêmico e seu texto deu-me umas novas ideias, principalmente no que se refere aos Títulos… Abraço.

  • Rodolpho Bravo

    Muito bom!

  • Parabéns, como eu comentei no post do Facebook, Viver de blog sempre agregando ao mundo blogueiro.
    Sucesso sempre!

  • Aline Lima

    Poxaaaa!!! Demais! Gratidão por compartihar o seu conhecimento.

  • Ana Patrícia S. F Rezende

    Amei as dicas…estou já faz algum tempo pensando em escrever e com certeza irei reler mais algumas vezes e usar as dicas aqui mencionadas…. eu tenho muita facilidade em escrever, mas realmente quando observo alguns artigos às vezes me decepciono com o conteúdo; porém a única maneira de melhorar é exercitando,essa capacidade!!! Parabéns pela iniciativa!!!

  • Vanessa

    É um artigo motivador, que desvenda os pequenos mas importantes mistérios da escrita agradável e informativa! Depois de lê-lo me sinto mais capaz de escrever artigos mais interessantes e atrativos! Muito obrigada!!

    • Por nada Vanessa! 🙂

      Obrigado por comentar.

      Abraços e sucesso.

  • Bruna Vidal

    Olá! Eu e mais 7 amigas somos donas de um blog cujo nome é Caleidoscópio dos sonhos. Lá ajudamos jovens e adolescentes em sua caminhada para o mercado de trabalho, esclarecemos dúvidas que todo jovem tem ao escolher sua faculdade/emprego.
    Esse post nos ajudou bastante, pois o blog ainda é recente, não temos nem um mês de funcionamento. Mas queremos crescer e ajudar cada vez mais, não só jovens, mas todos que ainda sonham em estar satisfeitos profissionalmente. Obrigada! Um abraço.

    Link do blog: https://caleidoscopiodossonhos.wordpress.com/

    • Olá Bruna! Muito obrigado por comentar. Fico bastante feliz em ajudá-la com seu blog 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Roberto

    Muito bom! Obrigado por compartilhar! Seu blog tem me ajudado muito.

  • Roberto

    Hnerique, conhece algum plugin para wordpress em que eu possa publicar meus textos em português e inglês?

  • Silvana Martins

    Então, hoje eu dei mais uma super afiada no meu machado…

  • Matheus Figueiredo

    Artigo mais completo que li sobre o assunto, cheio de ótimas referências! Meus parabéns!

  • Henrique Greg

    Concerteza, Um Artigo como esse vale muito.
    É impossível não se envolver na leitura. tenho que te dar os parabéns mais uma vez. A melhor referencia sobre blogs que eu encontrei na internet foi esse site.

    Sucesso pra você Henrique..

  • Miguel F Gouveia

    Muito bom!

  • Elias Patrick Jr

    Olá Henrique,
    Estou lendo e relendo esse artigo, anotando, aprendendo, enquanto escrevo meu primeiro artigo. Tenho uma pergunta sobre a planilha que você montou sobre as palavras-chave, e as métricas do WOZ. Você “printou” a tela onde buscou a palavra-chave “escrever bem”, e explicou as quatro métricas do primeiro resultado da busca: PA (33), DA (23), domínios (12) e links (386). Até aqui, beleza.
    Mas no print da sua planilha, o resultado “escrever bem” está com PA (32), DA (21), domínios (14) e links (459). Como você faz com essas métricas? Você soma de todos os resultados? Tira uma média? Usa só a do primeiro resultado?
    E ainda estou te devendo a foto com seu infográfico colado na parede do meu armário… rsrs… vou postar no Instagram!
    Abraço!

  • Elias Patrick Jr

    Oi Henrique,
    Deixa eu aproveitar e fazer outra pergunta: fiz uma lista de palavras-chave, e sapequei no Google Adwords. Uma palavra chave com 6.600 buscas mensais e concorrência 0,02, é mais “fácil” de ranquear do que uma palavra-chave com 12.100 buscas mensais, e concorrência 0,14?

  • Elias Patrick Jr

    Henrique! Mais uma “situação” pra você me ajudar! Hoje fui configurar o SEO by Yoast para um post no WordPress, e surgiu uma dúvida: minha palavra-chave tem acento!! E acontece o seguinte: no Google Adwords, minha palavra chave SEM acento tem 12.100 buscas mensais, e COM acento tem 2.400 buscas mensais. Minha dúvida é: o YOAST diferencia os acentos? Você saberia me indicar uma estratégia? Obrigado!

  • Ana Felix

    mito obrigada por todas as informações que deixas! és fenomenal 🙂 muito grata

  • Rafael Manzoli

    Henrique, artigo fenomenal!!!

    Só fiquei com uma dúvida, quando você faz a planilha com DA, PA, Dificuldade para cada keyword, você usa apenas os dados do site #1 da busca do Google daquela palavra-chave?

    Grande abraço!

  • Eduardo

    Henrique, ótimo artigo. Como sempre excelente conteúdo para quem, como eu, tem paixão por escrever e ainda tanto a aprender. Seus artigos só tem um “probleminha”: é tanto conteúdo e tantos links para outros artigos de igual valor, que fica difícil sair do seu Blog. rsrsrs

    Grande Abraço e Sucesso

  • Lucas

    Ótimas dicas! Página favoritada com sucesso 🙂
    Vou começar a pôr em prática essas dicas, meu blog é pequeno e por enquanto nós estamos fazendo mais por hobbie mesmo, mas acho que levar um pouco mais a sério não faz mal ^^

  • Outro dia comentei com o Henrique que usava o site dele como referência para o meu trabalho e só estou deixando o meu comentário aqui para avisá-lo que mais uma vez utilizei este brilhante artigo para escrever um novo artigo para o meu blog. Isso aqui é uma verdadeira base de conhecimento para quem deseja trabalhar profissionalmente com internet marketing. Parabéns!

    • Olá Marcos, tudo bem? Muito gratificante ver você por aqui 🙂

      Fico extremamente feliz em poder ajudar alguém como você!

      Abraços e sucesso com seu blog!

  • Weslen Arantes

    mano… sem palavras seu trabalho. Meus parabéns!
    você consegue apresentar um conteúdo totalmente relevante, atraente e completo.

    Além de nos direcionar para informações relacionadas que eliminam todas as outras dúvidas.
    Também já li alguns de seus ebooks e recomendo a todos.

    Força com o trabalho e obrigado pelas lições.

  • Robson

    Muito bom! É importante entender o público alvo. Por exemplo: Pessoas que gostam de ler, não se importarão em passar mais de 30 minutos lendo um artigo bem completo e interessante, enquanto os que não gostam muito de ler, precisam ter um conteúdo resumido ao máximo. Entender o público alvo, é fundamental para ter sucesso. Um com 10 mil visitas mensais, focado no seu público alvo, pode faturar muito mais que um blog que tenha 100 mil visitas mensais, porém genérico demais, sem público alvo definido.

    Não é a toa que os melhores artigos levam de 2 á 10 horas para serem escritos.

    Agora mesmo, inspirado em suas dicas, vou iniciar um artigo com 42 palavras chave distribuídas pelo conteúdo do artigo, destacando apenas as palavras chave do título, escrevendo de forma super natural, separando com tópicos, incluindo imagens e vídeos relacionados, além de links externos confiáveis.

    Henrique Carvalho, você merece triplicar seu ótimo faturamento atual com seus blogs e produtos digitais!

    • Olá Robson!

      Muito obrigado por compartilhar e desejo sucesso no seu artigo 🙂

      Abraços!

  • alffreitas

    Olá, Henrique,

    Excelente texto, eu já o li várias vezes. A minha inquietude nem é tanto sobre o texto e sim sobre um dos passos: qual livro/curso/caminho para aprender a fazer mapas mentais?

    Alfredo

    • Marília

      Conhece o Seiti Aratta? O cara é fera e tem um curso chamado “Como aprender mais rápido”. Lá ele ensina como criar mapas mentais. Abraços.

  • Simone Schneider

    Ótimo artigo, mas eu acho algumas coisas difíceis, por ex. onde e como eu faço a meta -descrição??
    Como inserir o quadro para a CTA? Como inserir links no artigo?
    Abraço,
    Simone.

  • Simplesmente a gente vê artigos de qualquer maneira e muito enrolados pela internet, mas quando sai um post aqui sabemos que com toda certeza será completamente diferente de tudo que já existe, simples, prático e o melhor AJUDA A RESOLVER PROBLEMAS! Parabéns!

  • Marília

    Simplesmente arrebatador este seu artigo!
    Recentemente fiz um curso online (pago) de marketing digital, que me ajudou muito, não posso negar. Mas as SUAS dicas de como criar um artigo foram consideravelmente muito mais relevantes do que vi no curso que investi.
    Muito obrigada por compartilhar seu conhecimento e experiência conosco.
    Estou iniciando no marketing digital e suas palavras me deram força e motivação.
    Mais uma vez, obrigada e parabéns!

  • Ariany Vieira

    Este artigo me ajudou bastante. Quero escrever um artigo pro meu blogueira onde vou falar de filmes e vi que o que já fiz esta uns 90% errado. Parabéns pelo seu trabalho e obrigada.

    • Muito obrigado Ariany! Fico feliz em ajudá-la de alguma forma!

      Abraços e sucesso com seu blog sobre filmes 🙂

  • Empreender Online Agora

    escrever um artigo é mais difícil do que eu pensava.

  • Thomas Hyena Bessa

    Estou tendo dificuldades para usar o Key Word planner. O Adwords me pede para lançar uma camapanha do meu site, que ainda nem tenho, antes de me permitir entrar nas demais funcionalidades. Isto está certo? Estou clicando em algum lugar errado?

  • Aline

    Está incrível!! Abriu muito a minha mente e me deu esperanças de criar um bom artigo …rs
    Parabéns e gratidão por compartilhar tanto conhecimento de forma tão maravilhosa

  • Luiz Reschke

    Tem muito conteúdo online sobre esse assunto. A grande maioria é limitada, repetitiva e do estilo “leu um, leu todos”. Esse teu texto é diferente, tem um nível muito bom.
    Gostei tanto que li até o final. Vai me ajudar bastante.

    Abraço.

    • Olá Luiz! Que bom que poderei ajudá-lo, fico muito feliz 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Gustavo G.R.

    Para fazer a conta no keyword planner o site está me pedindo para realizar uma campanha. Não sei o que faço pq eles não estão disponibilizando nenhum link que vai direto para a ferramenta. Alguém pode me ajudar?

  • Patricia Lira

    artigo fantastico! a ideia do mapa mental me desbloqueou totalmente, agora sei o que fazer!
    vlw!

  • Cristiano

    Muito boas dicas.

    Parabéns Henrique!! Mais uma matéria excellente,

    Aproveitando a oportunidade gostaria de saber qual a fonte e tamanho vocês usam nos artigos o viver de blog, as letras são de fácil leitura.

    Aguardo comentário.

    Abraços 😉

    • Olá Cristiano!

      Obrigado por comentar. É muito importante para o VDB receber comentários para irmos na direção certa! 🙂

      Sobre a fonte e tamanho, são características do tema Épico da Uberfácil no Viver De Blog.

      Super fácil de configurar, sendo responsivo, bonito e preparado para SEO.

      A Uberfácil é uma startup que montamos com o designer Márcio Duarte, designer responsável e muito atenciosos no suporte, para levar temas totalmente profissionais e personalizados para qualquer pessoa que deseje elevar o nível de seus negócios com um blog/site.

      Tenho certeza que você irá se surpreender! 🙂

      Você pode conhecer mais aqui: http://www.uberfacil.com/temas/epico/

      Abraços e sucesso.

  • Maria Helena Savino Corrêa

    Henrique, não sei mesmo se ainda existe um termo que não tenha sido dito para elogiar o seu trabalho e agradecer a sua disponibilidade. Você representa a verdade do que tenho ouvido sobre o marketing digital. Sucesso em exponencial é o que te desejo!! Um abraço

    • Opa Maria Helena!

      Muito obrigado! Fico realmente muito feliz por suas palavras gentis 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Rubens Dos Santos

    Henrique, boa tarde.

    Um artigo muito grande, porém bem ilustrado e bem escaneado, atrapalha o foco do leitor?
    É algo em torno de 30000 palavras.

    Pode ajudar também mais no SEO?

    Abraço.

  • Henrique,
    Coloquei em prática as suas dicas no meu primeiro artigo do blog CultivaMente.
    Resultado: 155 compartilhamentos do texto somente em 3 dias!
    Ainda preciso ajustar outras questões como captura, divulgação, etc. mas estou super feliz com o resultado.
    Gratidão!!

    • Wooow Jéssica!

      Obrigado pelo seu comentário. Fico muito feliz pelo Viver de Blog ajudar na sua jornada. 🙂
      São esses feedbacks que nos estimul​am a continuar produzindo co​nteúdos épicos!

      Abraços e sucesso.

  • Ives Lopes

    Henrique!! Sou sua fã e seguidora atenta a cada post. Eu tenho uma dúvida que surgiu agora. Criei um blog de empreendedorismo voltado para mulheres que querem abrir um negócio próprio (www.bolsadeideiasdenegocio.com) e, como escolhi falar para esse público, comecei a escrever diretamente para ELAS, em toda a minha linguagem. Só que muitos homens passaram a me acompanhar também. Já até protestaram “seu público não é apenas feminino”. Devo escrever os artigos preservando a linguagem direcionada para a maioria do meu público ou devo generalizar?

    • Olá Ives!

      ​​Obrigado pelo seu comentário. Fico muito feliz pelo Viver de Blog ajudar na sua jornada. 🙂

      Sobre a linguagem do seus posts, você precisa primeiro definir o foco do seu blog e a persona que você quer atingir. Se você quiser levar tráfego do público masculino também, você precisará modificar a linguagem, mas se você quer atender especificamente as mulheres e quer cada vez mais apresentar um conteúdo voltado para elas, dai você precisa permanecer com a linguagem atual 🙂

      Espero ter sido útil.

      Abraços e sucesso.

      • Ives Lopes

        Muito útil!! Obrigada pela contribuição pra variar!!! Sucesso!!!

  • Paula

    Henrique, adoro seus textos! Poxa vida, sempre que travo, venho aqui, dou uma lida e puft, logo a cabeça começa a borbulhar de ideias. Obrigada!

    Surgiu uma dúvida: quando uso o Moz para verificar a minha palavra-chave, nos rankeados aparecem um cadeado e não me mostra quantos links estão sendo direcionados. Isso acontece pq minha conta é free?

    • Wow Paula, que bacana receber esse feedback, ficamos muito orgulhosos em saber que outras pessoas estão nos acompanhando e tendo bons resultados. 🙂

      Sobre o MozBar, na versão free tem alguns impedimentos sim… :/
      Acredito que é possível usar 30 dias como trial..

      Espero ter ajudado.

      Abraços e sucesso.

  • Caro Henrique, com dicas assim, estou quase perdendo o medo, não só de escrever, mas mais importante ainda, de divulgar. Você é realmente muito bom. Muito obrigado por compartilhar tanto conhecimento.

    • Olá Jorge!

      Muito obrigado por comentar! Esta é uma excelente maneira de conseguirmos analisar se estamos caminhando na direção certa 🙂

      Abraços e sucesso.

  • Amanda

    Memorável mesmo! Muito bom, Henrique! Só pra fechar com chave de ouro: na Dica #2 sobre introduções está escrito “Leita também” (com t) acredito que era pra ser “Leia também”… pequeno erro de digitação, nada demais. Está de parabéns pelo seu trabalho incrível!

    • Olá Amanda!

      Muito obrigado por comentar! Esta é uma excelente maneira de conseguirmos analisar se estamos caminhando na direção certa 🙂

      Agradeço também pela ajuda com o texto.. Vamos corrigir!

      Forte abraço e sucesso.

  • Mauricio Alves

    Henrique e toda equipe, manifesto minha enorme gratidão por este exemplo de generosidade, profissionalismo e consideração com sua audiência. Sou advogado e minha esposa é empreendedora no ramo de eventos. Há aproximadamente 8 meses, de modo casual, tive contato com esse universo do marketing digital por meio de vídeos e artigos, os quais me sensibilizaram para a relevância da dimensão virtual para o empreendedor. Confesso que no início, tomado por uma espécie de arrogância infantil, resisti um pouco a reconhecer o real significado e expressão do marketing digital, sobretudo em razão de meu olhar excessivamente crítico; no entanto, com suas dicas e artigos muito bem estruturados, os quais me tem ajudado enormemente na desconstrução de minha escrita ainda um tanto engessada pela prática jurídica, estou resoluto e sensibilizando minha esposa a investirmos em um blog, com o qual pretendo desenvolver uma de minhas habilidades que mais amo: escrever. Tenho devorado muito do que você generosamente compartilha, bem como buscado dividir e articular muitas informações preciosas dessa fonte que o Viver de Blog. Que Deus o ilumine mais e mais! Saúde e vida eterna ao Viver de Blog!!!

    • Woow Maurício! Fico feliz que o Viver de Blog esteja motivando e inspirando você a construir o seu legado memorável! 🙂

      Conte sempre com a gente na sua jornada!

      Abração e sucesso!

  • Cleide Madeiro

    Não escrevo blogs, estou escrevendo para dissertação e é a minha primeira vez que comento algo que eu leio sobre como escrever bem, devo dizer muito obrigada e o seu artigo realmente atingiu o objetivo. grata

    • Opa Cleide! Muito obrigado 🙂

      Fico feliz que tenha gostado!

      Abração e sucesso!

  • Igor Barbosa

    Excelente artigo, Henrique Carvalho.

    Percebo que fazer um artigo memorável requer bastante dedicação, e eu fico me perguntando como lidar com blogueiros que simplesmente copiam nosso conteúdo e publicam em seus próprios Blogs sem nossa permissão. Existe alguma forma de nos protegermos desse tipo de coisa? Dá pra proteger nossos artigos do plágio?

    Parabéns pelo Blog!

    • Olá Igor! Obrigado por comentar 🙂

      Não temos exatamente como evitar, mas podemos ficar atentos para que possamos intervir quando necessário, entende? Quando o blog começa a ser reconhecido, as pessoas facilmente conseguem identificar que o outro texto é copiado. Além disso, blogs que copiam não fazem sucesso por muito tempo.

      Espero ter ajudado.

      Abração!

      • Igor Barbosa

        Obrigado pela resposta Henrique, mas ainda tenho uma dúvida: Muitos Blogs usam o Copyright no rodapé de suas páginas. Esse procedimento não ajuda, de alguma forma, a evitar que pessoas não autorizadas utilizem o nosso conteúdo?

        Mais uma vez, obrigado!

        • De certa forma ajuda, mas não impede não :/
          Infelizmente…

          Abração!

  • Clarissa Cruz

    Fantástico e animador! Fui criando um mapa mental para o meu mais novo projeto enquanto lia seu artigo, salvei diversas páginas no pocket. Suas dicas são práticas, dinâmicas sem serem superficiais, muito bom! Estou na expectativa para as demais páginas. Fico muito grata!

  • Clarissa Cruz

    Estou um pouco tensa em baixar esse mozbar… como assim ele modifica coisas no computador sem a nossa autorização? É seguro baixar isso?

  • Paulo Keruap

    Henrique, quero te dizer que já há alguns dias estou te acompanhando, digerindo conhecimento , ampliando meu campo de idéias, formatando meu projeto, tudo isso depois que recebi um link de seu blog.Parabéns pelo trabalho que faz, com esta qualidade nos conteúdos de seus artigos , todos eles, pelo menos para mim está sendo uma fonte de inspiração, e este principalmente sobre ” Como Escrever um artigo perfeito” foi demais!!! Cara , eu o li duas vezes…e claro, impossível não compartilhar !!

    • Woow Paulo! Um feedback desses é extremamente gratificante e nos energiza ainda mais a produzir cada vez mais conteúdos épicos! 🙂

      Obrigadão por nos acompanhar. Tamo junto!

      Abração e sucesso man!

  • pedro cardoso da silva

    Adorei demais o artigo. Este é um conteúdo poderoso e de muito valor, as dicas são sensacionais. Gostei de mais da dica número 4, onde indica a criação de mapas mentais, acredito que desta forma podemos facilitar o processo de criação de conteúdo. Muito obrigado por nos fornecer todas essas dicas!

    • Opa Pedro! Fico feliz que tenha gostado man 😀

      Abração! Tamo junto!

  • Felipe Alvino

    Conheci seu blog há poucos dias e estou simplesmente impressionado com a qualidade do seu conteúdo.

    Cheguei no site através de pesquisas sobre blogs e meios de trabalhar pela internet.

    Vou começar a trabalhar com blog e produção de textos e sem dúvidas usarei esse artigo como base inicial.

    Parece que vai dar um trabalhão mas estou determinado!
    =)

    Parabéns pelo excelente trabalho!

    • Woow Felipe! Seja bem-vindo cara 😀

      Tamo junto!

      Abração e sucesso nesta jornada!

  • Cristina Branco

    Uma pergunta: uma palavra escrita de forma errada está sendo muuuito mais pesquisada no google do que a maneira correta. O que fazer?

    • Opa Cristina! 🙂

      Quando você escolher as palavras-chave, pode absorver estas erradas também. Isso será identificado pelo Google, mas não precisa estar no seu artigo, título ou url , ok?

      Espero ter ajudado!

      Abração!

  • Post sensacional! Está sendo de grande utilidade todas as dicas.

    • Opa! Fico realmente muito feliz em ajudar 😀

      Tamo junto!

      Abração e sucesso!

  • Adriano Carvalho

    Olá Henrique antes de mais nada queria parabenizar pelo blog Excelente que é o Viver de Blog
    e também queria que você me tirasse uma dúvida que tenho em relação ao Tema Épico
    é possível eu mesmo modificar o código e deixar igual ao seu?
    se sim como eu conseguiria fazer?

    • Olá Adriano! Obrigadão pelo feedback 😀

      Sobre o Épico, é possível modificar o código sim, no entanto, não sei dizer se conseguiria que ele ficasse idêntico, pois o Épico foi criado com base no layout da VdB, mas algumas alterações foram necessárias para que fosse possível vender para muitos usuários o/

      O atendimento do Épico pode ajuda você melhor neste email: contato@uberfacil.com

      Espero ter ajudado!

      Abração e sucesso!

  • Wagner Hartmann Portal

    Henrique, estou planejando o lançamento do meu primeiro blog, na fase de estudos sobre como escrever bem, marketing digital e técnicas/táticas de promoção do site. Você está me dando uma baita ajuda, cara! Nossa, como você escreve bem! Muito obrigado, desde já, pelas dicas de ouro que você compartilha. Em breve espero que você se torne um leitor do meu blog, assim como eu me tornei assíduo do seu.

    Ah, o meu blog vai se chamar “Guia do Jovem Arquiteto”, e eu só não vou colocar o link pra ele aqui porque ainda não iniciei… mas quando já tiver tudo rodando eu te aviso!

    Um abraço!
    Wagner

    • Opa Wagner!

      Fico muito feliz em inspirar e ajudar você de alguma forma na construção do seu legado memorável! o/

      Tamo junto 😀

      Abração e sucesso!

  • Essas dez dicas de outro vão ser o início da minha sala do tesouro! Muito obrigado por compartilhar conteúdos como estes com o mundo!
    A inspiração que faltava para eu iniciar meu blog.

    • Opa Lucas! Que bom que estamos inspirando você de alguma forma 😀

      Tamo junto!

      Abração e sucesso!

  • Sérgio Roberto

    Sem palavras… Artigo perfeito! Me ajudou muito, estou terminando meu primeiro artigo para um blog e essas dicas foram essenciais e foi bom pra mostrar que não adianta fazer correndo pra postar no dia não. O ideal é se programar pra deixar o texto “dormir”também e depois ir lapidando.

    • Opa Sérgio! Fico feliz em ter ajudado você de alguma forma man! 🙂

      Tamo junto!

      Abração e sucesso!

  • Cleber

    Eu não entendi direito a parte de analise da SERP que você gera planilha. A que se refere a coluna dificuldade e o PA/DA é de que domínio já que você visitou vários (seria uma média)?
    Abraços

    • Opa Cleber! 🙂

      Então, avalio o melhor resultado (o primeiro no Google), desde que não seja um anúncio ou Wikipedia / Youtube e outros sites que podem mascarar o primeiro lugar. Bom sempre comparar com o primeiro conteúdo em texto para avaliar PA e DA, beleza?

      Espero ter ajudado!

      Abração e sucesso!

  • Mateus Toledo

    Ótimo conteúdo Henrique! Tem me ajudado muito, parabéns muito sucesso.

  • Victor Moraes

    Caramba Henrique!
    Me senti em uma saga ao ler teu artigo sobre como escrever um artigo perfeito. Haha.
    Foi uma aventura incrível!

    Ao terminar de ler, a frase de Thomas Edson fez todo o sentido! Isso me ajudou a compreender que precisarei me dedicar bastante para escrever conteúdos épicos para minha audiência.

    Sou Victor da Decola Marketing Digital (www.decolamkt.com.br) e irei iniciar meu blog nas próximas semanas. Fiquei empolgado com as informações recebi hoje.

    Obrigado!

    • Opa Victor! Fico feliz que tenha gostado man 🙂

      Tamo junto!

      Abração e sucesso!

  • Carlos Alves

    Henrique muito obrigado por você disponibilizar este conteúdo gratuitamente, eu estava tendo algumas dificuldades na hora de escrever os meus artigos pois eu estou começando agora, mas sempre que eu tiver com dificuldades em algo, vou vir aqui que eu sei que o meu problema sera resolvido. muito obrigado valeuuu…..

    • Opa Carlos! Será sempre bem-vindo man 🙂

      Tamo junto!

      Abração e sucesso!

  • Mateus S. Saad

    Existe algum substituto para o Mozbar? Na tabela onde vc ranqueia as palavras chaves, vc coloca as colunas com termo, ranking, dificuldade , PA, DA… O PA e o DA não são referentes a uma página ou a um domínio? Então como você relacionou essas métricas a uma palavra chave?

    Valeu, Abraços

  • Vera Lucia Baiardi Do Prado

    Sou profesora de escola pública e agradeço sua postagem – vai me auxiliar e muito.

  • Américo Pinheiro

    Olá, Henrique. Parabéns pelo excelente trabalho. Assisti sua palestra sobre criação de conteúdos épicos, e está simplesmente sensacional. Já obtive ótimas dicas do VDB, e agora que sigo sua página no Facebook posso acompanhá-las ainda mais de perto.

    Estou com uma dúvida, não sei se vai ser possível pra você responder ela por aqui, mesmo que brevemente, nem se este é o melhor espaço para perguntar, mas não custa tentar 🙂

    Minha dúvida é sobre reedição de artigos. Estou pensando em estabelecer um prazo para que eu consiga publicar ao menos um artigo por semana, mas como ainda não possuo essa rotina estabelecida, muitas vezes leva mais tempo para que o artigo “ideal” seja concluído.

    Sendo assim, gostaria de saber sua opinião: você acha que vale a pena – ao menos nos primeiros meses do blog – publicar um artigo, digamos, 80% perfeito, no intuito de cumprir a meta de 1 artigo por semana, reeditando e ampliando ele posteriormente, com mais calma e após certo feedback dos leitores?

    Ou seria melhor sacrificar inicialmente a periodicidade das publicações, em detrimento de artigos mais completos?

    Só mais uma dúvida (se não for pedir demais): com relação às imagens dos seus artigos (exceto as produzidas pelo próprio VDB), você costuma utilizar mais as gratuitas ou as pagas?

    Perdão pela pergunta enorme :/

    • Opa Américo! Muito obrigado pelo feedback e fico feliz por saber que nos acompanha!

      Sobre a questão da edição/reedição de artigos, é melhor sacrificar inicialmente a periodicidade das publicações em detrimento de artigos memoráveis. Tanto que antigamente a VDB produzia, muitas vezes, apenas 1 artigo por mês justamente para sempre criar artigos memoráveis! Isso faz com que as pessoas gostem do seu conteúdo da primeira vez. o/

      Em relação às imagens, temos um designer na equipe que desenvolve o que precisamos, mas quando necessário também compramos da Shutterstock.com ou do site photodune.net.

      Temos um artigo bem legal que pode te ajudar: http://viverdeblog.com/imagens-para-blog/

      Espero ter ajudado! Abração e sucesso! 😀

      • Américo Pinheiro

        Até nos feedbacks vocês são épicos, tanto no tempo de resposta como na qualidade da mesma. É praticamente impossível não virar fã do trabalho de vocês, meus parabéns.

        O artigo sobre imagens vai me ajudar sim, muito obrigado. Um abraço e todo o sucesso pra vocês, ele é mais do que merecido 😀

        • Hahaha brigadão Américo! Eu que agradeço pelo feedback e por acompanhar nossos conteúdos! o/

          Se precisar de qualquer apoio, estamos por aqui!

          Abração e sucesso pra você! 😀