close

Mais Conversões

Qual é o arquétipo ideal para o seu negócio? Crie uma marca de sucesso com o poder das histórias

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 16 de janeiro de 2018
A personalidade extraordinária do seu negócio

Como encontrar o arquétipo ideal para a sua marca

clear

Download

Baixe gratuitamente seu material.

O poder do arquétipo está ligado a nossa conexão com as histórias.

Sem uma boa história a mensagem se perde no meio de tantas outras informações que recebemos diariamente.

Os seres humanos não só gostam de histórias, mas precisam delas para dar sentido a sua vida, que o confortem emocionalmente e que tragam um senso de pertencimento.

No entanto, não é qualquer história que consegue causar esse tipo de impacto. E nem qualquer arquétipo.

Hollywood está cheio de exemplos de sucessos de bilheteria baseados no arquétipo do herói, como Star Wars, Avatar e Harry Potter, provando que unir modelos arquetípicos, histórias e vendas é uma receita de sucesso.

No artigo anterior, “A influência dos arquétipos no mercado: como você pode usar o poder oculto do inconsciente coletivo”, falamos sobre:

  • O poder de persuasão dos arquétipos
  • A relação entre arquétipos e o inconsciente coletivo
  • Por que os arquétipos simplesmente funcionam?
  • Os 12 arquétipos de Jung
  • Os arquétipos e seu papel na satisfação das necessidades humanas

Agora vamos mostrar a parte prática do uso dos arquétipos e do storytelling para criar uma estratégia de marketing imbatível para seu negócio.

Portanto, se esse assunto parece interessante, continue lendo para entender:

O arquétipo como inspiração para criar uma personalidade de marca única

Os arquétipos são formas de uma pessoa, marca ou empresa se destacar na multidão, serem notadas por seu trabalho e atrair aqueles que se identificam com aquela persona.

Mais do que apostar na clássica segmentação de mercado por idade, gênero, renda e hábitos, você obterá muito mais benefícios se  segmentar seu público pela forma como ele enxerga e se comporta no mundo e quais valores que dirigem sua vida.

Os arquétipos criam uma personalidade para a marca fazendo com que seus consumidores se relacionem com sua empresa como se ela fosse outra pessoa, criando uma conexão, um relacionamento.

Em uma era onde estamos cada vez mais conectados, porém as relações estão cada vez mais distantes, as marcas acabam por se tornarem substitutos de relacionamentos que faltam na vida de muitas pessoas.

Enxergamos as marcas como extensões de nós mesmos e como os arquétipos são as representações ideias daquilo que gostaríamos de ser, procuramos nas marcas a manifestação concreta desses ideais

Como encontrar o arquétipo ideal para a sua marca
A personalidade extraordinária do seu negócio

Como encontrar o arquétipo ideal para a sua marca

Qual o melhor arquétipo para a sua marca?

Os arquétipos de Jung são padrões de pensamento e comportamento que existem em todos os seres humanos.

Como vimos no artigo anterior, é no inconsciente coletivo  que existem os arquétipos.

Logo, somos todos influenciados da mesma maneira por um arquétipo específico. Ninguém irá olhar para a foto de um tubarão, por exemplo, e imaginar características como dócil, frágil ou amistoso.

Quando associados às marcas, os arquétipos emprestam esse mesmo tipo de significado e podem ser a explicação por trás de marcas extremamente valiosas e lotadas de fãs apaixonados.

Uma vez que o arquétipo esteja de acordo com a marca e seu público, ele será reconhecido inconscientemente e ativado com o gatilho certo, que pode ser uma propaganda, um produto ou qualquer outro elemento criado em cima do conceito do arquétipo escolhido.

Além disso, um relacionamento mais intenso com os consumidores pode surgir, porque a marca acaba se conectando de forma mais profunda, dando a sensação que os maiores desejos do público podem ser realizados por aquela empresa.

Vamos então nos aprofundar no efeito que cada um desses 12 arquétipos pode trazer para uma marca e como você pode escolher o ideal para a estratégia de branding do seu negócio.

1.O Inocente: deseja ser feliz acima de tudo e acredita em um mundo melhor

O Inocente quer sentir como uma criança. Resgata a inocência e a fantasia dessa fase da vida, mostrando o lado bom das coisas. Apela para a criança interior.

Esse arquétipo procura por felicidade e quer encontrar o “paraíso”, a sua visão de mundo ideal.

Medo: fazer algo errado e ser punido

Desejo: ser feliz

Personalidade do arquétipo do Inocente: Walt Disney

Marcas que usam o arquétipo do Inocente:

  • Disney
  • Coca-Cola
  • Mc Donalds

O arquétipo do Inocente na prática

A Coca-Cola sabe usar o arquétipo do Inocente com maestria, como mostra nessa campanha onde a magia do Natal e de um mundo ideal estão presentes do começo ao fim.

Como usar no seu negócio

A Coca-Cola, por exemplo, possui um público muito diversificado e o arquétipo do inocente funciona porque se conecta com a criança interior, que todos nós temos.

As marcas ligadas à bondade, nostalgia e que possuem valores sólidos são aquelas que mais se adequam ao arquétipo do Inocente.

Os produtos desse tipo de marca oferecem uma resposta simples a um problema fácil de identificar.

É um arquétipo mais sensível a preços, ao contrário do Explorador.

2.O Explorador: liberdade é o valor mais importante e procura fugir do tédio

Os exploradores sonham acordados, gostam de viajar e de novidades.

O arquétipo do explorador procura por desafios e variedade e necessidade de liberdade.

Medo: Se sentir preso, tédio e vazio interior

Desejo: experienciar o melhor lado da vida

Personalidades do arquétipo do Explorador: Richard Branson (Virgin)

Marcas que usam o arquétipo do Explorador:

  • LandRover
  • Virgin
  • Discovery Channels

O arquétipo do Explorador na prática

A Land Rover personifica o Explorador perfeitamente nesse comercial, mostrando várias pessoas explorando o mundo e saindo da sua zona de conforto.

Como usar no seu negócio

Se o seu produto ajuda as pessoas não só a serem livres, mas também pode ser “consumido em qualquer lugar e comprado pela internet, o arquétipo do Explorador pode ser uma boa escolha para representar sua marca.

Indicado também se ajuda as pessoas a expressarem sua individualidade, seja através de roupas, do corte de cabelo e até de móveis e objetos de decoração.

3.O Sábio: deseja entender o mundo através do estudo e da auto reflexão

O arquétipo do sábio é aquele que quer aprender coisas novas e evoluir sempre.

Não pode ser enganado, gosta de dados e informações sobre produtos.

Medo: ser enganado ou ser ignorante

Desejo: encontrar a verdade

Personalidade do arquétipo do Sábio: Oprah Winfrey

Marcas que usam o arquétipo do Sábio:

  • Harvard
  • CNN
  • FGV (Fundação Getúlio Vargas)

O arquétipo do Sábio na prática

A CNN leva tão a sério a veracidade das informações que leva para seu público que produziu uma campanha chamada “Facts First” para responder ao presidente Donald Trump e afirmar que só trabalha com fatos e não notícias falsas.

Como usar no seu negócio

Marcas que informam e educam e fazem seus clientes pensarem. Essa é a personalidade do Sábio.

Use esse arquétipo somente se puder provar que tudo que diz está baseado em fatos e dados.

4.O Herói: acredita que com coragem é possível conquistar qualquer coisa

Desafia convenções e deseja alcançar a significância, nem que tenha que brigar e demonstrar coragem para isso.

Medo: ser covarde ou demonstrar fraqueza

Desejo: provar seu valor através de atos corajosos

Personalidade do arquétipo do Herói: Martin Luther King

Marcas que usam o arquétipo do Herói:

  • Nike
  • Redbull
  • Cruz Vermelha

O arquétipo do Herói na prática

O vídeo mostra que não há limites para quem usa Nike e que a marca pode ajudar seu público a fazer coisas inimagináveis.

Como usar no seu negócio

Se você pratica preços de moderados a altos, possui um produto inovador e com potencial para causar impacto no mundo, o arquétipo do herói é uma boa escolha.

Se você ajuda as pessoas a alcançarem resultados superiores, melhor ainda!

5. O Rebelde: gosta de quebrar regras, chamar atenção para si

O arquétipo do Rebelde muitas vezes aparece entre pessoas que possuem vidas dentro dos padrões, mas que gostam de quebrar regras e de liberdade, mesmo que seja apenas nos finais de semana, como é o caso dos clientes da Harley Davidson.

Medo: não conseguir agir

Desejo: acabar com o que não funciona mais

Personalidade do arquétipo do Rebelde: Madonna

Marcas que usam o arquétipo do :

  • Harley Davidson
  • MTV
  • Revista Rolling Stone

O arquétipo do Rebelde na prática

A Campanha da Macintosh de 1984 mostra uma visão do ano de 1984 onde todos são controlados por um sistema autoritário.

O computador Macintosh surge para acabar com essa conformidade e trazer o novo.

Como usar no seu negócio

Os seus clientes se identificam com valores fora do padrão social vigente e querem destruir as coisas como elas são para criar algo fora desse padrão. Use esse conceito e aplique preços mais baixos para alcançar esse perfil.

6.O Mágico: busca conhecer a visão das leis fundamentais do universo

O arquétipo que promete uma enorme transformação, mas sempre ligado a um propósito.

Medo: consequências negativas e não intencionais de seus atos

Desejo: realizar sonhos

Personalidade do arquétipo do Mágico: Steven Spilberg

Marcas que usam o arquétipo do Mágico:

  • Smirnoff
  • Mastercard
  • Axe

O arquétipo do Mágico na prática

O novo comercial da Axe chamado “Encontre a sua mágica”, já mostra o poder de transformação proposto pela marca para seus consumidores.

Como usar no seu negócio

O que importa é a transformação que você pode causar na vida das pessoas e não o quanto ela irá custar (desde que seja algo que as pessoas realmente queiram).

7.O Cara Comum: possui o desejo de pertencer ao grupo, sendo igual aos demais

Não gosta de se destacar na multidão e quer comprar, usar ou ter o que pessoas do seu círculo social têm.

Medo: ficar de fora do grupo ou se destacar

Desejo: fazer parte do todo

Personalidade do arquétipo do Cara Comum: Tony Ramos

Marcas que usam o arquétipo do Cara Comum:

  • Gap
  • Visa
  • Nivea

O arquétipo do Cara Comum na prática

A marca Dove é o melhor exemplo da aplicação desse arquétipo, pois busca sempre mostrar a mulheres comuns o quanto elas são bonitas.

Como usar no seu negócio

Eu posso ser como você ou todos nós podemos são as mensagens que mais atraem a atenção do arquétipo do Cara Comum, ideal para vender produtos de uso cotidiano e de preço baixo.

Além de marcas que querem se diferenciar de outras do mesmo nicho de mercado mais caras e elitistas.

8.O Amante:seu foco está em relacionar-se com outras pessoas

Sedução, amor e sexualidade aflorada. Essas são as características mais notáveis do arquétipo do Amante.

Medo: ficar sozinho ou ser rejeitado

Desejo: estar em relacionamentos com pessoas que amam

Personalidade do arquétipo do Amante: Angelina Jolie

Marcas que usam o arquétipo do Amante:

  • Alpha Romeo
  • Channel
  • Haagen Daaz

O arquétipo do Amante na prática

Sim, sorvetes também podem ser sexy. Pelo menos os da Haagen Dazs conseguem personificar muito bem o arquétipo do Amante.

Como usar no seu negócio

Aplique o arquétipo se a sua marca ajuda as pessoas a encontrar amor, amizade ou beleza. Ou ainda usa a sensualidade para vender.

É uma boa maneira de se diferenciar das marcas mais comuns e cobrar um preço maior por isso.

9.O Tolo: aposta no humor e na ideia de viver o momento, aproveitar ao máximo

Seu foco está na conexão com outras pessoas e na diversão.

Medo: irritar os outros ou a si mesmo

Desejo: iluminar o mundo

Personalidade do arquétipo do Tolo: Jim Carrey

Marcas que usam o arquétipo do Tolo:

  • Pepsi
  • M&M
  • Trident

O arquétipo do Tolo na prática

A M&M decidiu transformar seus produtos em personagens animados que garantem diversão para todas as suas campanhas.

Como usar no seu negócio

O seu produto deve ajudar as pessoas a se divertirem e fazerem parte de um grupo.

10.O Criador: possui o dom da criatividade e precisa expressá-lo através de ações significativas

Crescimento e desafio é a combinação ideal para os criadores.

Empresas ligadas a marketing e softwares são criadores por natureza. Empresas que se reinventam o tempo todo, apostam na criatividade para existir.

Medo: ser medíocre

Desejo: transformar ideias em algo de valor

Personalidade do arquétipo do Criador: Steve Jobs

Marcas que usam o arquétipo do Criador:

  • Apple
  • Lego
  • Sony

O arquétipo do Criador na prática

Com Lego você cria praticamente qualquer coisa que puder imaginar.

Como usar no seu negócio

Ferramentas que ajudam pessoas criativas a criarem mais são os produtos certos para quem vive esse arquétipo do Criador, já que seus clientes gostam muito de usar a sua criatividade.

Indicado para quem está tentando diferenciar sua marca de outras mais genéricas.

11.O Cuidador: tem o grande desejo de ajudar outras pessoas como faria consigo mesmo

Se interessa por marcas que podem ajudá-lo a cuidar das pessoas.

Um caso curioso e que foge desse exemplo é o da marca Volvo, a primeira a produzir carros com cintos de segurança, o que a associou automaticamente ao fato de cuidar da segurança e da vida de seus consumidores.

Por isso que quem compra um Volvo são pessoas que se preocupam com a segurança de outras pessoas, como seus familiares e amigos e gostam de marcas que os ajudem a fazer isso.

Medo: não ser reconhecido e receber ingratidão

Desejo: proteger as outras pessoas

Personalidade do arquétipo do Cuidador: Madre Tereza

Marcas que usam o arquétipo do Cuidador:

  • Volvo
  • Médicos sem Fronteiras
  • Hospital Albert Einstein

O arquétipo do Cuidador na prática

Esse arquétipo pode ser claramente percebido em toda a comunicação feita pela Volvo, como nessa propaganda chamada de “Um olhar para o futuro”.

Como usar no seu negócio

Tradicionalmente negócios relacionados à educação e saúde  e causas sem fins lucrativos correspondem ao arquétipo do cuidador.

12.O Governante: seu maior desejo é exercer o poder

Seu foco está no poder, estabilidade, status e previsibilidade

Procura por qualidade, garantia, confiança e status. Não gosta de produtos baratos.

Medo: a falta de controle

Desejo: criar algo bem sucedido e próspero

Personalidade do arquétipo do Governante: Donald Trump

Marcas que usam o arquétipo do Governante

  • Rolls Royce
  • Microsoft
  • Johnnie Walker

O arquétipo do Governante na prática

A Johnnie Walker gosta de incorporar o arquétipo do Governante em suas campanhas, unindo luxo, poder e segurança.

Como usar no seu negócio

Marcas que fazem o consumidor parecer poderoso, luxuoso e tradicional e que ainda ajudem as pessoas a serem mais organizadas.

Os preços podem e devem ser mais altos que os praticados no mercado.

Como encontrar o arquétipo ideal para a sua marca
A personalidade extraordinária do seu negócio

Como encontrar o arquétipo ideal para a sua marca

Arquétipos e Storytelling

Depois de escolher qual arquétipo é o mais adequado para a sua marca, é preciso traduzir o conceito para as histórias que você quer contar sobre o seu negócio. E que, certamente, precisam estar alinhadas à sua proposta de valor.

Junte as informações sobre a persona]do seu negócio, a proposta de valor, o arquétipo escolhido e pronto: você pode usar o storytelling para promover seu negócio e gerar mais vendas.

O Storytelling de marcas através de 7 arquétipos

Em seu livro As 7 tramas básicas, o jornalista Christopher Booker afirma que é possível usar um dos 7 modelos de storytelling para contar histórias de uma marca. São eles:

1. A jornada: muito parecida com a jornada do herói, o conceito principal é o progresso. O protagonista encontra muitos desafios em seu caminho, precisa enfrentá-los e vencê-los para no fim alcançar um estágio mais evoluído que seu estado anterior.

2.Derrotando o monstro: conhece a famosa história bíblica de Davi e Golias, onde o jovem e inexperiente Davi consegue matar sozinho o gigante Golias apenas acreditando que conseguiria? A base da história é sempre essa, o protagonista encontra algo maior que ele mesmo e precisa vencer o medo e recorrer à força e a coragem para virar o jogo a seu favor. O herói, no entanto, não é a marca, mas sim o consumidor. A marca se torna apenas uma ferramenta para derrotar o monstro.

3.Da pobreza à riqueza: esse arquétipo funciona muito bem para contar histórias que surgiram do nada. Ou para contar a história dos próprios fundadores.

4.Renascimento: o herói é ameaçado por algo ou alguém muito maior que ele. O herói acaba caindo na armadilha e, ao que tudo indica não terá saída. Porém, a redenção acontece após uma profunda transformação do herói.

5.Viagem e retorno: ou da inocência à sabedoria. A história de procurando Nemo é o exemplo mais perfeito desse modelo de história, onde o protagonista sai de seu estado de medo do desconhecido e se lança em uma aventura para encontrar seu filho perdido.

6.Tragédia: esse é o único tipo de storytelling que precisa ser evitado, já que aciona uma das emoções que menos geram engajamento: a tristeza. As únicas exceções acontecem para histórias que tem como objetivo alertar para os perigos de uma determinada atitude, como dirigir embriagado ou fumar, por exemplo.

7.Comédia: a mais difícil de ser executada em storytelling de marcas pois pode-se facilmente ir para o caminho da ridicularização. Porém, para aquelas que conseguem usar a comédia da forma certa, a fórmula é de sucesso absoluto.

Como usar o poder dos arquétipos para construir uma marca de sucesso

O mundo dos arquétipos, como fruto da mente humana, é um campo tão interessante quanto extenso e desconhecido.

Há muito mais do que esses 12 arquétipos identificados por Jung, então cabe a você julgar se a sua marca corresponde a algum desses modelos ou se encaixa em outra definição ainda não descoberta.

Portanto, crie a imagem da sua marca com base na sua própria personalidade, porque certamente não existirá nada que será tão único(a) quanto você.

Apresentando: a maneira mais fácil e profissional de entregar uma experiência memorável em educação online para sua comunidade.

Apollo

Conheça o Apollo →
Apollo

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

42 Compart.
Compartilhar37
Compartilhar
Twittar5
WhatsApp