close

Mais Blog

Como escrever rápido: 4 passos para colocar sua escrita em modo turbo

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 22 de abril de 2020
Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Para aprender como escrever rápido não basta ir atrás de um ou dois hacks de produtividade e achar que seu problema será resolvido da noite para o dia.

Assim como ninguém começa a caminhar e no dia seguinte já está preparado para correr uma maratona, você também não passa a escrevem com velocidade na mesma proporção.

Um exige o preparo correto do corpo.

E o outro da mente.

Chegar a escrever entre 3 e 5 mil palavras por dia, sem cansar, não só é possível, como não é tão difícil.

Desde que a escrita vire um hábito na sua rotina.

E quando falo “escrever”, estou falando de: emails, páginas e cartas de vendas, artigos , etc.

Se você quer impulsionar o seu negócio, você precisa priorizar o hábito, pois isso fará com que você transforme textos simples e chatos em conteúdos memoráveis e estampe seu nome como autoridade para gerar vendas para você – ou para seus clientes.

E ainda irá fazer tudo isso na metade do tempo e com o dobro de efetividade.

Consistência acima da excelência: o caminho para escrever com velocidade

Você precisa escrever todos os dias e, de preferência, no mesmo horário, no mesmo local e até mesmo escutando as mesmas músicas.

Isso fará com que seu cérebro entenda que é hora de escrever e facilite o processo.

Importante também que o local esteja organizado e limpo, assim facilitará a sua concentração.

Não precisa começar já escrevendo 1.000 palavras por dia. Você pode marcar um tempo para ser seu “sprint” e este tempo você usará exclusivamente para escrever.

Sem distrações. Apenas foco na escrita.

Pode ser 5 minutos, 10 minutos, 15 minutos, 1 hora… Você quem decide. O importante é criar a consistência e o hábito.

1. O julgamento atrapalha sua produtividade

Uma das atitudes que mais atrasa sua escrita é o julgamento antes do momento certo.

Sabe aquela correção que você faz a cada erro de digitação?

Ou o pensamento constante que o seu texto não está bom?

É tal de digita e apaga que parece que aquele texto nunca vai chegar ao fim.

Diria que essa revisão fora de hora é o maior inimigo de quem quer aumentar sua produtividade.

Essa é um dos conselhos mais importantes que dou para quem quer descobrir como escrever mais rápido.

Quando você estiver escrevendo, apenas escreva.

Não edite.

Não organize.

Não julgue.

Apenas escreva. Depois você terá um momento especial apenas para revisão e edição e, nessa altura sim você vai organizar melhor e estruturá-lo melhor.

Portanto, foque em apenas escrever sem julgamentos, combinado? Ainda é um rascunho.

E, de preferência, deixe a revisão para outro dia.

2. Meça o quanto escreve

Para acompanhar o seu progresso e até mesmo a adoção do hábito de escrever, é importante que você meça o quanto escreve.

Anote, diariamente:

  • Quanto tempo passou escrevendo.
  • Total de palavras que escreveu durante esse tempo.

A cada dia compare com os resultados anteriores.

Você vai perceber que você vai escrever cada vez mais palavras na mesma quantidade de tempo e isso é o nosso foco: escrever cada vez mais rápido, enquanto ganha intimidade com as palavras.

3. Use músicas para escrever em pleno foco

Ok. Esse é o momento que provavelmente você irá me achar um completo maluco. Por quê?

Porque muitas vezes escrevo ouvindo a mesma música. Mais de 100 vezes, repetida infinitamente.

Qual a música?

A música em si não é o fator mais importante. 

Aliás, eu poderia colocar qualquer uma das músicas da minha playlist de foco para tocar infinitamente que o resultado seria o mesmo.

Nosso cérebro processo uma tonelada de informações. E para tomar decisões e entrar em diferentes estados, precisamos usar atalhos mentais que facilitem nossa vida.

Como escrever rápido sem entrar em um estado de concentração mental?

Para isso, uso o atalho mental de uma música. Logo, quando coloco essa maravilhosa música, meu cérebro já entende que esse é um momento de criatividade para escrever.

Faço isso para escrever, para dormir, para relaxar, para treinar…

Dessa forma, você se acostuma mais com a transição de uma tarefa para outra, assim como um estado mental para outro.

Infelizmente, não tenho como garantir que essa dica funcionará para você, mas ela é uma mina de ouro para mim.

Escolha uma música para repetir infinitamente e treine seu cérebro para associar as emoções que ela transmite com as tarefas que você precisa realizar.

Você também pode utilizar um site como esse para gerar white noise. Basicamente, são sons ambientes como chuva, vento, oceano, etc.

4. Não acredite em bloqueios criativos

Algumas pessoas acreditam que em algum momento terá um estalo, o momento sagrado, a eureka e perceberá que é hora de escrever.

Mas não é bem assim…

Escrever é como um músculo que você treina todos os dias para ficar mais forte e mais potente.

Com o tempo, você vai criar sua rotina, sua forma de obter ideias para escrever cada vez mais textos.

Portanto, foque em escrever sempre, todos os dias, mesmo que você ache que não tem ideia nenhuma do que escrever. Simplesmente comece que as ideias virão.

Boa parte das pessoas com perfil criativo também são essencialmente autocríticas.

E se tem algo que ninguém dúvida é o quanto o exagero de zelo com o próprio trabalho pode bloquear a criatividade, uma atividade que exige pensamentos fluídos e livres de julgamento.

E como isso pode ser bom?

Significa apenas que você sabe que pode fazer melhor, mas ainda não achou a solução naquele momento.

O bloqueio criativo pode ser uma excelente oportunidade de parar por um momento e voltar mais tarde com ideias ainda mais fantásticas que certamente vão elevar o nível do seu trabalho final.

Mas… ainda assim, se você precisa vencer esse fantasma que assombra boa parte dos escritores, tenho algumas sugestões para você:

7 maneiras de ser criativo mesmo no meio de um bloqueio

1.Brainstorming: deixar as ideias fluírem sem julgar se são boas ou ruins. Deixe a triagem para um segundo momento.

2. Escrever sobre o próprio bloqueio: pode ser útil colocar suas aflições por escrito para entender o porquê da interrupção do fluxo de ideias. Anote tudo sobre o bloqueio e identifique se há um padrão de atividades que podem estar acionando o gatilho.

3. Procure inspiração no conteúdo de outras pessoas. Mude o ambiente: desligue o computador, saia da sua mesa e procure fazer outra atividade em outro lugar, nem que por breves minutos.

4. Converse com outras pessoas e peça opiniões sobre o assunto que você está escrevendo. Reduza suas expectativas com relação ao seu texto. Deixe as ideias fluírem mais soltas.

5. Medite por alguns minutos. Alterne estímulos: ouça música, podcasts, leia livros, assista um filme e tudo isso, de preferência, sobre assuntos completamente diferentes do que você está escrevendo.

6. Durma: muitas vezes seu bloqueio pode estar sendo ocasionado pelo cansaço. Onde encontrar inspiração para produção de textos.

7. Ouça sua audiência. Durante um bloqueio criativo, a pior atitude é “forçar” a criação. Simplesmente não acontece. Ao invés disso, uma boa solução para trazer ideias para conteúdos futuros está na fonte mais confiável que existe: sua audiência.

Nem sempre o bloqueio acontece por falta de ideias. Muitas vezes é justamente o excesso delas que confunde a cabeça do escritor.

Após começar a fazer a coisa certa, é muito mais fácil continuar no caminho certo.

Para tirar uma bicicleta da inércia é preciso subir nela e pressionar com força o pedal para entrar em movimento.

Agora em movimento, é muito mais fácil continuar pedalando.

Um novo hábito não deve parecer um desafio, mas sim um facilitador na sua vida.

E uma coisa eu garanto para você: o hábito da escrita diária não só vai elevar sua velocidade, como também seu potencial de gerar receita na internet.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade