close

Mais Presença

Como fazer um infográfico e dominar a arte da escrita para conteúdos visuais

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 5 de agosto de 2020
Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O infográfico é um excelente formato de conteúdo, pois são muito atrativos passando a informação de uma forma mais agradável, objetiva e organizada.

Além de atrair muitos compartilhamentos, e podem inclusive ser feitos com o propósito de viralizar.

Mas um grande ponto favorável dos infográficos que poucas pessoas exploram é em divulgações de produtos.

É interessante para o público poder ver claramente, de forma fácil e com um design agradável, quais serão as vantagens que ele vai receber em comprar um produto ou serviço.

Então a primeira regra que precisamos ter em mente na hora de produzir um infográfico é qual informação queremos passar.

Hoje você vai descobrir como dominar a arte de cortar palavras para escrever o conteúdo de infográficos memoráveis.

Pesquisa: o que outros infográficos têm a dizer?

Você primeiro precisar saber qual tema deseja abordar em seu infográfico.

Comece por uma pesquisa de palavras-chave no Ubersuggest e também no Google Trends para conhecer a evolução do interesse das pessoas no assunto, afinal,  não adianta colocar tanto trabalho em um infográfico sobre um assunto que ninguém tem interesse.

É importante que você pesquise outros infográficos já existentes na área para se inspirar

Você descobrirá o que já produziram dentro do seu assunto de interesse e poderá ter referências de que tópicos são indispensáveis e mesmo ideias para como quer montar seu conteúdo visualmente.

Não deixe de anotar também os pontos negativos, assim você terá certeza que não vai aplicá-los no seu conteúdo. Isso vale tanto para a parte conceitual quanto a visual.

Você pode procurar referências sobre infográficos em vários locais, como o Pinterest e o Google.

E lembre: se inspire, mas não copie. Use sua criatividade.

Qual formato escolher?

Existem alguns formatos comuns e em que você pode se basear para começar a fazer seus infográficos.

Desenhe seu infográfico em um papel. Não precisa ser um desenho perfeito, apenas um esquema, onde você idealizará o local de cada imagem e texto. Não deixe de pensar na sequência lógica da leitura.

O título do seu infográfico

Ao contrário de um texto, o ideal é pensar no título antes de escrever qualquer linha. Ele deverá deixar claro para o leitor qual o assunto que será abordado nesse material e, por isso, deve ser bastante objetivo.

A diferença entre o título para textos e o do infográfico, é que você tem menos espaço para desenvolver seu título.

Um bom guia é comparar com um título para SEO, que deve ficar em torno de 55 caracteres.

Outras boas práticas para títulos de infográficos:

  • O título precisa deixar claro qual é o assunto do infográfico em questão.
  • Se tiver um apelo emocional, melhor;
  • Faça uso das palavras-chave para qual deseja rankear no título;
  • Promessas ou questões são ótimos estilos de títulos;
  • Usar números logo no título pode servir para chamar atenção do leitor;
  • Pense em que tipo de mensagem deseja passar, seriedade, bom humor, etc. Seu título precisa seguir a mesma lógica;
  • Como os elementos de texto de um infográfico são bastante reduzidos, seu título precisa fazer uma conexão mais direta com os tópicos e sub-tópicos de seu infográfico.
  • As três primeiras e as três últimas palavras de seu título são as que mais chamam atenção do leitor. Portanto, sua mensagem deve ser transmitida por elas.

Como produzir o texto do seu material

Com sua pesquisa em mãos, é hora de exercitar sua habilidade de resumir e organizar o conteúdo.

É importante que você tenha um esboço visual de como vai distribuir a informação e em média quantos caracteres poderá inserir em cada local.

Agora quero compartilhar uma dica com você, esse número de caracteres será muito importante na hora de inserir o texto no visual, mas se você tentar escrever seu texto já com eles em mente, grandes são as chances de que você acabará com um bloqueio criativo.

Dentro de toda a pesquisa separe as informações que serão apresentadas de forma visual e, então, trabalhe em resumir bem o que será colocado em texto.

Da mesma forma que você faria em seu texto, divida os assuntos em tópicos e subtópicos (H1, H2 e H3). Ficará mais fácil de organizar seu conteúdo quando for esquematizar seu desenho e dá ritmo à leitura.

Retire o máximo de texto sem perder o sentido da informação. Nesse momento deixe seu lado criativo livre e não fique contando caracteres.

Depois de terminar essa etapa com todo o conteúdo você pode voltar e trabalhar em cima de cada palavra para moldar o texto ao tamanho necessário.

Não menospreze nenhuma palavra, às vezes um simples sinônimo pode resolver seu problema.

Você pode usar um dicionário de sinônimos para te ajudar nessa tarefa, eu uso o www.sinonimos.com.br.

Escrevendo textos para infográficos: menos é mais

Imagine que para um infográfico ficar “perfeito” é necessário conhecer o ponto de equilíbrio entre as imagens e a quantidade de texto para contar sua história de modo que nenhuma informação importante fique de fora.

Isso também significa que você terá que ser seu próprio editor. E como tal, terá que colocar em prática a “arte de cortar palavras”. Ou até conceitos inteiros.

O texto de um infográfico não se difere de um texto de um artigo ou post apenas pelo seu tamanho, mas também por sua simplicidade.

Seus parágrafos precisam ser curtos, objetivos e ir direto ao “X” da questão.

Use elementos como dois pontos e hifens para que sua escrita interaja de forma mais eficiente com as suas imagens.

Abuse dos conteúdos visuais para explicar conceitos. Consegue ilustrar uma ideia só com um gráfico ou tabela? Então essa é a escolha lógica. Quanto menos palavras e mais imagens, melhor!

Não use um texto que explica uma imagem. O leitor deve conseguir compreender um conceito sem ter uma explicação adicional ocupando espaço. Se a imagem não for clara, considere em modificá-la.

Edição e revisão

É nessa fase da produção que você vai perceber a importância de organizar seu texto em tópicos e sub-tópicos..

Ao dividir a parte escrita, é infinitamente mais fácil transferir essa mesma organização para seu infográfico.

Você já consegue enxergar através do texto, ainda sem imagem alguma, o tamanho final da infografia. Além de ficar muito mais fácil cortar o que for necessário, mas sem que isso comprometa toda a ideia que foi sendo construída na fase da escrita.

Revise com todo o cuidado seu texto antes mesmo de passar para a produção do design.

Não é só seu texto que precisa ser revisado. Ilustrações e imagens também precisam passar por um crivo cuidadoso.

Dicas para escrever melhor mesmo escrevendo menos

A linguagem utilizada em um infográfico é aquele com características do jornalismo.

Em um espaço tão limitado para as palavras, a objetividade deste tipo de texto encaixa perfeitamente.

Aliás, a própria infografia surgiu nos jornais, substituindo o texto convencional por gráficos, tabelas e diagramações, dando um toque bastante visual ao conteúdo.

Então, escreva com uma linguagem neutra, use a voz ativa e frases no presente, quase que como se você fosse descrever um acontecimento ao vivo.

Cada palavra do seu texto deve ser indispensável, pensada com muito cuidado.

Quando você pensar que já cortou palavras suficientes do seu texto, faça o seguinte: deixe a revisão para o próximo dia e repense se realmente não há nenhuma sobra.

Alguns elementos que usamos com frequência para quebrar blocos de texto em artigos, podem também ser usados em infográficos:

  • Listas
  • Citações
  • Sentenças curtas
  • Elementos visuais (gráficos, tabelas, imagens)

Ferramentas para criar infográficos de forma simples e rápida

Você já se questionou qual a melhor ferramenta para criação do seu infográfico?

Pois bem, a verdade, é que não existe a melhor ferramenta. “Não é o pincel que pinta o quadro, mas sim o pintor!”

A minha sugestão para você é: escolha a ferramenta que melhor se adapta ao seu negócio, estude e comece a praticar logo. Quanto mais tempo você se dedicar, melhores resultados aparecerão.

Algumas das ferramentas mais usadas no mercado já dão conta do recado:

  • Canva: gratuita e fácil de mexer.
  • Piktochart: tão fácil de usar quanto o Canva, mas com recursos extras.
  • Adobe Illustrator: é paga e exige conhecimentos de design, mas produz infográficos mais profissionais.

Como divulgar seu infográfico

Muitas pessoas pensam que o trabalho termina quando acaba a produção do material, entretanto ainda há muito a ser feito.

As melhores formas de divulgação são:

  • Postagem no seu próprio site
  • Email
  • Redes Sociais

No nosso perfil do Instagram, nós usamos a famosa Multiplicação Mágica de Conteúdo e transformamos os infográficos mais acessados em postagens em formato Carrossel para o Instagram, como essa derivada do infográfico Chefe x Líder.

O Pinterest também é uma ótima rede social para a divulgação de infográficos.

Por um caminho ou pelo outro, o importante é você utilizar a presença que você já possui nessas redes para ampliar sua mensagem aos seus seguidores.

Como Evoluir 6 Anos em Apenas 6 Meses: A Ciência dos Negócios de Alto Crescimento...

Mentoria Evolution

Clique e Leia o Relatório ➜
Mentoria Evolution

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

  • Adorei o texto. Bem organizado e bem divido em tópicos que torna a leitura aprazível. Como gosto de escrever e encontro-me pesquisando como melhorar minha escrita cheguei até aqui. Infelizmente não me encontro em condições financeira, devido a pandemia, de fazer nenhum gasto extra, mesmo que seja para investir na minha carreira. Pretendo continuar lendo todo e qualquer texto sobre escrita. Parabéns pelo belíssimo trabalho.

  • Junte-se a mais de 150.000 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    >