close

Mais Tráfego

Como desvendar o Google Analytics para liberar todo o potencial oculto do seu site (e traçar estratégias que funcionam de verdade)

Henrique Carvalho Escrito por Henrique Carvalho em 2 de agosto de 2016
Alavanque o crescimento do seu negócio

4 relatórios essenciais do Google Analytics

clear
4 relatórios essenciais do Google Analytics

Download

Baixe gratuitamente seu material.

O Google Analytics do seu blog é uma mina de ouro.

Oportunidades escondidas e valiosas estão só esperando para serem descobertas.

No entanto, muitos produtores de conteúdo ignoram todo o potencial que está diante dos seus olhos. Ou melhor, a alguns cliques de distância.

Seja por preguiça, falta de habilidade para analisar dados ou até por desconhecimento, quem não acompanha os relatórios gerados pelo Google Analytics, pode estar deixando “dinheiro na mesa”.

Ao invés disso, vejo muitas pessoas preocupadas com métricas da vaidade, como curtidas, visualizações e número de seguidores em redes sociais que não dizem quase nada sobre um negócio.

Chegou a hora de você aproveitar tudo que o Google Analytics pode trazer de benefícios.

E ao longo deste artigo, eu vou detalhar, passo a passo, como usamos o Google Analytics no Viver de Blog, como base para traçar estratégias de crescimento que funcionam de verdade.

Então continue lendo este artigo para descobrir um pouco mais dos segredos do Viver de Blog. Vamos falar um pouco mais sobre:

Primeiro, vamos entender como o Google Analytics funciona

analytcs-01

O Google Analytics pode ser usado para rastrear a interação de um usuário com seu site ou blog.

Essa integração é feita através de um código em JavaScript para coletar informações do seu site. E este código precisa estar em toda e qualquer página.

Caso contrário, as páginas sem código não serão rastreadas.

Mas claro que você não precisa fazer todo esse trabalho manualmente. Para isso você pode usar o plugin para WordPress Google Analytics Dashboard para WP.

Quando um usuário chegar em seu site, se o Google Analytics estiver funcionando, algumas informações serão coletadas:

  • A URL da página que o usuário está acessando;
  • Qual navegador está sendo utilizado (Google Chrome, Firefox, Internet Explorer, outros);
  • A língua padrão do navegador;
  • O sistema operacional (Windows, IOS);
  • O tipo de dispositivo utilizado;
  • A fonte de tráfego, ou seja, como o usuário encontrou seu site (Google, Facebook, outros).

A cada página diferente que o usuário acessa, uma nova coleta de dados será iniciada e todos os dados que citei acima serão novamente armazenados.

A segunda etapa é a de processamento dos dados coletados. E é aqui que você pode escolher o que quer ou não ver no relatório.

Você pode acessar seu painel do GA através do próprio site do Google Analytics.

Captura Google Analytics 1

Os dados obtidos podem ser classificados em dois tipos:

  • Dimensões: são as características do seu usuário, suas sessões de página e outras ações dentro do site. Alguns dados como localização geográfica, fonte de tráfego e o nome da página acessada;
  • Métricas: dados numéricos, como o número de usuários, de sessões e de conversões. Auxiliam no entendimento das ações do usuário dentro do site.

Mas antes de conhecermos as métricas que você precisa ficar de olho, vamos descobrir como os leitores chegam até seu blog.

Descubra as maiores fontes de tráfego do seu site

analytcs-02

Através do Google Analytics, você pode não só entender como os usuários estão se comportando em seu site, mas de onde vieram.

Conhecer as suas maiores fontes de tráfego, possibilita não só a criação de metas de crescimento, mas também revisão de estratégias de divulgação nos canais corretos.

Um visitante chega até seus site por diferentes fontes:

  • Mecanismos de busca(Google, Bing, Yahoo);
  • Mídias Sociais (Facebook, Instagram, Twitter);
  • Campanhas de email marketing;
  • Digitando a URL do blog diretamente no navegador;
  • Através de links e citações de outros sites.

Vamos tomar como exemplo um visitante que chegou pelo Google.

No painel do seu Google Analytics você descobre se o clique foi através de uma página encontrada durante uma pesquisa (tráfego orgânico) ou em algum anúncio (Adwords) para o termo pesquisado.

Vou detalhar melhor os principais canais de tráfego mostrados no relatório do Analytics.

Tráfego de Pesquisa

analytcs-03

Este tipo de tráfego vem da busca de usuários em sites de busca, por termos específicos e que acabam encontrando a resposta em seu blog.

A vantagem de receber Tráfego de Pesquisa é a possibilidade do conteúdo continuar recebendo visitas ao longo do tempo, de forma gratuita de um público mais engajado.

No entanto, este tipo de tráfego é um investimento de longo prazo.

Quanto mais ativos (artigos de qualidade) você cria, mais você tende a ser recompensado no futuro.

Este é, sem dúvida, o tipo de tráfego que mais nos esforçamos para gerar aqui no Viver de Blog.

E a estratégia segue funcionando. Já são quase 179 mil visitas mensais, sem precisar investir um 1 real para consegui-las.

Tráfego Pago (Paid Search)

analytcs-04

Anúncios do Google Adwords geram o tráfego identificado como pago pelo Google Analytics.

É importante acompanhar o desempenho de suas campanhas pagas, para avaliar a real necessidade de continuar investindo neste tipo de canal (que não é nada barato).

Na análise de canais que geram tráfego para o Viver de Blog, optamos por separar o tradicional Tráfego Pago dos mecanismos de busca e do das Redes Sociais, para compreender qual gera mais resultado.

Social

analytcs-05

Redes Sociais são excelentes aliadas para a estratégia de divulgação do seu blog.

Mas para comprovar se o tráfego vindo delas está valendo seus esforços, cheque sempre no Google Analytics.

O Google Analytics permite visualizar quais redes sociais trazem mais tráfego para você.

E ainda é possível entender se esse tráfego  é orgânico e gratuito ou vem de campanhas como o Facebook Ads.

Email

analytcs-06

Uma lista de email oferece a você fluxo crescente de visitas.

Quanto maior a sua lista, mais tráfego recorrente você tende a levar para seu site.

Este costuma ser o público mais fiel e engajado.

Esta é uma entre outras várias razões pelas quais incentivamos bastante o cadastramento do email aqui no blog.

E você pode facilmente verificar a quantidade de tráfego que a sua lista de emails gera para seu site.

Direct

analytcs-07

Um nome fácil de ser lembrado e digitado, além de um bom trabalho em fortalecer sua marca, podem trazer mais tráfego de forma direta.

Ou seja, quando a URL do seu site é digitada no navegador. No Google Analytics essa categoria se chama Direct.

Referrral

analytcs-08

Guest Posts, citações em outros sites ou qualquer outra situação onde haja um link apontando para sua página e um visitante clica, sendo direcionado para seu site.

Pronto, temos o tráfego sinalizado como Referral.

Veja o peso que cada um destes canais teve no mês de junho em nosso número de visitas no Viver de Blog:

  • Tráfego de pesquisa: 44,08%
  • Social: 25,70%
  • Direto: 12,61%
  • Email: 9,5%
  • Outros: 6,62%
  • Referral (outros sites):2%

Como você viu, a maior parte do nosso tráfego é gerado através de pesquisas.

Existem sites que recebem até 90% de suas visitas de buscas orgânicas.

Mas qualquer mudança ou penalização por parte do Google, e quase todas as visitas param de chegar.

O mesmo acontece com sites que apostam somente no tráfego vindo de redes sociais. E nós sabemos muito bem o perigo oculto em fazer este tipo de aposta.

Portanto, procure diversificar suas fontes de tráfego, não apostando somente em uma.

E claro, outras fontes de tráfego menores, além das citadas, também geram bons números para o Viver de Blog.

Por padrão, o Google Analytics classifica como Outros ou como Desconhecido.

Quais palavras-chave estão trazendo tráfego para seu blog

analytcs-09

Dos 81 artigos já publicados no Viver de Blog até hoje, 30 já ocupam a primeira posição para a palavra-chave que pretendemos rankear.

E em alguns casos, estamos em primeiro lugar para palavras-chave que não eram o foco do artigo. Porém, que nos trazem muito tráfego orgânico, mesmo sem essa importante otimização de SEO.

Um destes casos era a palavra “persuasão”, que atraia muitos visitantes, porém não tínhamos uma página específica para ela.

E assim que aproveitamos essa low hanging fruit, escrevemos este artigo completo sobre o tema e conseguimos resultados ainda melhores.

Você sabe quais oportunidades pode estar perdendo? Ou se seus artigos estão conquistando as primeiras colocações no Google?

Saiba que você não precisa de ferramentas caras de SEO para descobrir esses dados.

O próprio Google Analytics pode disponibilizar essas informações. Para isso, basta fazer a integração em o seu GA e o Google Search Console.

Você encontra instruções para fazer essa integração aqui.

Atualmente, são as palavras-chave mostradas na figura abaixo que mais trazem tráfego orgânico para o Viver de Blog.

Captura Google Analytics 8

As páginas que mais recebem visitas

Após a integração entre as duas plataformas do Google, não só você estará apto(a) a descobrir quais as palavras-chave que mais geram visitas, como também quais são as suas páginas mais visitadas.

Captura Google Analytics 7

A nossa página mais visitada ainda é a do infográfico de Erros Gramaticais.

Depois de conhecer melhor quais as fontes de tráfego que trazem melhores resultados, que tal partirmos para as métricas que você não pode ignorar de jeito nenhum?

Vamos conhecê-las agora mesmo.

4 relatórios essenciais do Google Analytics
Alavanque o crescimento do seu negócio

4 relatórios essenciais do Google Analytics

 

As métricas essenciais que você precisa saber sobre seu blog

analytcs-10

O painel do Google Analytics pode parecer um tanto confuso à primeira vista.

Porém, garanto que conseguir os dados mais importantes do seu site ou negócio, não é um bicho de 7 cabeças.

Isso sem falar da enorme importância de coletar estes dados e gerar relatórios, já que os seus futuros resultados dependem da análise das métricas mais importantes.

As métricas mais básicas e por isso mesmo mais relevantes, encontram-se no menu Público-alvo e na aba Visão Geral.

São essas as métricas que você precisa ficar de olho e procurar melhorar sempre se deseja atrair mais visitas e engajar sua audiência.

Número de Usuários

analytcs-11

Você conhece sua audiência? Sabe quantas pessoas estão acessando seu site diariamente?

Você pode até não saber, mas o Google Analytics sabe!

E ainda identifica quais deles são novos usuários, aqueles que nunca tiveram contato algum com seu conteúdo ou usuários que estão retornando.

No Viver de Blog, a maior parte da audiência vem da visita de novos usuários.

captura Google Analytics 3

Número de Sessões

analytcs-12

Não importa quantas páginas um usuário acessa em seu site, enquanto ele estiver ativo, apenas uma visita, ou melhor, sessão, será contabilizada.

O tempo padrão de duração de cada visita é de, no máximo, 30 minutos.

No entanto, você pode customizar este período, para mais ou mais menos, se desejar.

Principalmente se seu site possui muitos vídeos, certamente o tempo de visita deverá ser maior.

Imagine que você tenha um vídeo de 40 minutos de duração. E o usuário o assista até o final.

Apesar dele continuar ativo em seu site, o GA irá considerar sua visita como finalizada aos 30 minutos. Portanto, ajuste o tempo conforme sua necessidade

Captura Google Analytics 4.4

Visualizações de Página (Pageviews)

analytcs-13

Vimos no tópico acima que uma sessão não indica a quantidade de páginas que o usuário visitou. Ele(a) pode ter acessado apenas uma página ou várias.

No entanto, se a intenção é saber quantas páginas, em média estão recebendo visitas, você deve procurar descobrir o número de Visualizações de Página.

Se o número de visualizações estiver alto e a taxa de rejeição (já vamos falar dela) for baixa, pode ficar tranquilo(a). Você está fazendo um excelente trabalho.

Veja nossos números de visualizações no mês de Junho.

captura Google Analytics 6

Taxa de Rejeição (Bounce Rate)

analytcs-031

Você deve prestar atenção neste dado. Se seus números estiverem elevados, pode ser o momento de acender o sinal vermelho para alguns itens do seu site, como:

O Google Analytics conta como rejeição toda visita onde o usuário entrou apenas em uma página (não levando em consideração o tempo que passou nela) e saiu, sem interagir com outras páginas.

Claro que isso pode apenas significar que o usuário encontrou o que desejava naquela página e não teve interesse em continuar navegando pelo seu site.

Para incentivar a permanência do leitor no blog, use links internos em suas páginas. Se o assunto for relacionado e do interesse do usuário, boas as chances dele continuar a visita.

Captura taxa de rejeição

Uma confusão bastante comum acontece com os conceitos de Taxa de Rejeição e a Taxa de Saída.

Enquanto a rejeição acontece quando o usuário acessa apenas uma página e deixa seu site, a saída é contabilizada como o ponto em que o usuário, depois de visitar outras páginas, decidiu sair.

Este dado pode ser útil, se em grande parte das vezes, o usuário sai pela mesma página, por exemplo.

Pode ser uma indicação de que melhorias precisam ser feitas naquela página para aumentar a interação e manter os leitores no blog.

Tempo de permanência

analytcs-030

O tempo médio que um usuário gasta em seu site, seja visitando várias páginas, ou apenas uma, é chamado de Tempo de Permanência.

Uma alta taxa de rejeição pode diminuir o tempo de permanência. Afinal, o usuário está visitando uma única página.

Mas a correlação não é tão exata assim, já que se o conteúdo for denso, extenso e de qualidade, o usuário pode até permanecer por mais tempo em uma única página e depois sair.

E se alguém decidiu ficar até o final de um longo artigo, com certeza possui algum interesse no seu blog.

Captura Google Analytics 4.2

A importância de estabelecer metas no Google Analytics

analytcs-14

A principal função do Google Analytics é coletar dados e exibir relatórios para que você consiga definir melhores estratégias de crescimento para seu negócio, site ou blog.

Quem deseja trabalhar na internet precisa enxergar seus projetos online com seriedade e traçar metas.

No Google Analytics você consegue configurar as metas que deseja alcançar com seu site. Parte muito importante para entender se você está adotando a estratégia certa, como vemos na figura abaixo.

Para configurar suas próprias metas, pense em alguns aspectos:

  • Tenha clareza sobre quais são suas metas (realizar mais vendas, capturar emails, etc)
  • Entenda quais os requisitos básicos para atingir essas metas
  • Como as metas serão rastreadas?
  • E que testes serão feitos e quais melhorias serão implementadas.

Com as metas estabelecidas, você consegue descobrir não só quantas seu site no geral está conseguindo alcançar, como também cada uma de suas páginas.

Também é possível entender a jornada do usuário até completar a Conversão que você escolheu como meta.

Quais as atuais metas do Viver de Blog

Você pode criar até 20 metas diferentes no Google Analytics. As mais utilizadas por negócios e sites são:

  • Cadastro em uma lista de emails
  • Formulários preenchidos
  • Compra de um produto
  • Assistir a um vídeo de vendas

Veja o exemplo das metas do Viver de Blog que estão configuradas no Google Analytics.

Basicamente dividimos as metas de Conversão em dois grandes grupos:

Conversões macro, as mais importantes para o desempenho da empresa:

  1. Compras
  2. Cadastro de email
  3. Clique em links afiliados.
  4. Clique em links de produtos.

E as Conversões micro, que combinadas com os dados acima, nos dão uma boa visão para onde estamos caminhando:

  1. Compartilhamentos
  2. Comentários.
  3. Maior Tempo de permanência.
  4. Contato.
  5. Clique nas redes sociais.

Ao definir metas para seu site no Google Analytics, você terá a opção de escolher valores monetários para cada uma dessas metas.

Vamos supor que a cada 10 cliques em um link de produto, uma venda de um produto equivalente a 50 dólares é concretizada.

Portanto, o valor de cada clique seria de 5 dólares. Apenas uma maneira de facilitar a análise dos dados.

O papel das Campanhas Personalizadas no crescimento das vendas do Viver de Blog

analytcs-15

Você sabia que o Google Analytics possibilita a criação de relatórios personalizados?

Apesar do enorme potencial por trás de campanhas personalizadas, poucos utilizam este tipo de campanha.

Ou pior, alguns ainda executam o processo de forma errada.

Campanhas personalizadas conseguem coletar dados que você precisa obter em seu site, como um clique em um banner ou em um link específico.

Sim, é possível fazer o traqueamento de qualquer elemento necessário.

Basta adicionar um código UTM (Urchin Tracking Module) na URL que será rastreada. Suas campanhas de marketing poderão ser facilmente tagueadas pelo Google Analytics com essa otimização.

Você conseguirá identificar quais campanhas geram tráfego para seu site, quando um usuário clica em um link vindo de um Guest Post ou em um botão de compartilhamento social no meio do artigo.

Todos os dados serão coletados e você poderá gerar os relatórios no Google Analytics.

Exemplo de UTM usada no Viver de Blog

Você já conhece o nosso Curso de Produção de Conteúdos Memoráveis? Antes de continuar, convido você a saber um pouco mais clicando aqui embaixo, já que é sobre ele que vamos falar.

Viralize seus conteúdos e aumente suas vendas

Produção de Conteúdos Memoráveis

Quero saber mais
Produção de Conteúdos Memoráveis

Utilizamos os códigos UTM em todos os banners e links dentro de artigos, na Hello Bar e na Barra lateral do blog.

O objetivo das campanhas personalizadas é entender qual canal  traz mais tráfego para a Landing Page do Curso de Produção de Conteúdos Memoráveis.

Mas também compreender de onde vem essas visitas (pode ser um banner em um artigo específico, por exemplo) qual o canal mais rentável e quaisquer outros dados para entender o processo de venda e como podemos otimizá-lo.

pcm

Na imagem, podemos entender quais canais estão gerando visitas para a página de vendas do Curso de Produção de Conteúdos Memoráveis.

A segunda maior fonte de tráfego vem da Newsletter Mensal enviada por email, com os principais conteúdos publicados no Viver de Blog.

Só conseguimos descobrir que essa é uma ótima forma de atrair pessoas interessadas, porque o link está sendo traqueado através de uma Campanha Personalizada.

O mesmo para os banners em cada um de nossos artigos, onde pudemos perceber que os mais recentes são os que geraram mais tráfego para a página de vendas.

Com esses dados, fica mais fácil entender que canais precisam ser otimizados e quais ajustes na estratégia de divulgação precisam ser feitos.

Portanto, como vimos, quanto mais você taguear links, seja de um produto ou só de um conteúdo, mais você entenderá a jornada do seu usuário.

E assim poderá fazer as correções necessárias para alavancar seus resultados.

Como criar uma Campanha Personalizada

O Google Analytics exige que você use  três parâmetros  para traquear campanhas personalizadas:

  • UTM Medium (redes sociais, email, artigo)
  • UTM Source ou fonte de tráfego ( Twitter, link dentro do artigo, banner no email)
  • UTM Campaign ou nome da campanha

Você pode usar o URL Builder Tool do Google para gerar seus códigos UTM. Sempre preenchendo todos os parâmetros obrigatórios.

Infelizmente, essa ferramenta pode levar os usuários a cometerem erros mais facilmente, já que um único espaçamento a mais pode invalidar todo o link.

Portanto, todo cuidado é pouco na hora de gerar seus códigos.

Conclusão- Considerações

analytcs-16

Espero que você tenha chegado até aqui realmente convencido(a) do potencial de crescimento que o seu blog pode estar escondendo atrás de relatórios gerados pelo Google Analytics.

Quando você passa a conhecer melhor seu público, saber por onde seu leitor chega e como se comporta dentro do seu blog, o jogo muda completamente.

E nem preciso dizer que não será só você que sairá ganhando ao decidir mudar as suas estratégias.

Gostou deste artigo? Então não deixe de baixar o material exclusivo com os 4 relatórios essenciais para gerar no Google Analytics e assim alavancar o desempenho do seu blog.

4 relatórios essenciais do Google Analytics
Alavanque o crescimento do seu negócio

4 relatórios essenciais do Google Analytics

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

  • Marcos Vitor Feitosa

    Mais artigo memorável! Precisamos conhecer bem essa ferramenta pois ela também ajuda a impulsionar o tráfego do site.

    Uma pergunta…

    Já foi dito aqui no blog que precisamos consultar os blogs estrangeiros que são mais atualizados. Mas como encontrar essas referências para o assunto que queremos???

    • Opa Marcos! 🙂

      É necessário muita pesquisa e estudos para analisar os melhores blogs estrangeiros e encontrar essas referências!

      Abração!

    • Thiago

      Olá, acho que uma boa referência é o Neil Patel. Ele tem excelentes posts sobre o assunto de marketing digital.

      • Opa Thiago! O mestre Neil Patel é sim uma referência para nós 🙂

        Abração e sucesso!

  • Ludyson Klayn

    Cara, vejo muita gente procurando cursos de Analytics sem conhecer o básico sobre a ferramenta.

    O Google tem um site (https://analyticsacademy.withgoogle.com) que oferece o curso mais completo e gratuito sobre o tema.

    Trabalho em agência e esse curso é uma certificação básica para conhecer o potencial do Analytics.

  • Só pra corrigir, o código não é JAVA e sim JavaScript, são coisas diferentes.

    Abs e parabéns pelo artigo

  • Adoro métricas! Para mim o artigo do ano! abs

    • Opa Fabiano! É isso aê man 😀

      Obrigado por sempre estar por aqui!

      Abração e sucesso!

  • Raphael Moraes

    Genial!!! Meus parabéns! Mais um conteúdo memorável!

    Não li tudo ainda, mas vou deixar separado para ler com calma, para depois aplicar suas dicas no meu blog de marketing pessoal, o Não é só foto (naoesofoto.com.br).

    Grande abraço Henrique.

  • Boa, HC! Outro artigo memorável!

    Já uso o Analytics há um certo tempo e gosto muito de métricas para analisar o engajamento dos meus artigos.

    Belo post e bem esclarecedor! Vida longa ao VDB!

  • Henrique fantástico esta matéria!
    Muito conteúdo relevante que podemos explorar.
    Obrigado por nos ajudar em nossos nichos!
    Se precisar de ajuda em alguma coisa ao meu alcance pode contar comigo!
    Você sempre nos ajudando nada mais justo de te retribuir, certo?
    abração, sucesso
    Gustavo

    • Woow man! Obrigadão pela disponibilidade! 🙂

      Tamo junto!

      Forte abraço!

  • Post simplesmente fantástico preparando todos aqueles que buscam aplicar alta performance nos seus empreendimentos digitais sem focar tanto em ferramentas, mas sim em estratégias de negócios.
    Depois desse post é só partir pra aplicação.
    Valeu grande Henrique

  • Tenho uma dúvida pra saber como posso colocar popups em meu blog acionados por botões como quando clicamos na imagem para baixar o ebook???

    • Opa Rafael! 🙂

      Aqui na VdB usamos o Optinmonster!

      Abração!

      • Esse é um ótimo plugin Henrique. Bom, tenho notado que você aboliu a questão dos pop ups de entrada aqui no blog, as suas conversões aumentaram com a utilização dessas imagens no decorrer do artigo? A taxa de rejeição melhorou também?

        • Opa Wilker! A gente sempre testa novas possibilidades por aqui… Dentro do artigo faz um tempo que estamos usando e tem sim dado um retorno super bacana 🙂

          Abração man!

  • Guto Souza

    Olá Henrique,
    Bacana o texto, como sempre, porém tentei configurar o Google Analytics mas não consigo visualizar os dados post por post :/
    Teria algum link com um passo a passo para instalação do Analytics para blog do WordPress?
    Obrigado.

  • Marcos Vinicios Rodrigues

    Ótimo artigo! Tenho apenas uma ressalva. Em determinada parte do texto você destaca o peso das fontes de tráfego para o VDB:
    “Tráfego de pesquisa: 39,02% Social: 33,39% Email: 11,06% Direto: 10,61% Referral (outros sites):12,46%”
    Esta soma fecha exatamente 106,54%, o que me faz pensar que deve ter algum dado errado aí…
    De qualquer maneira, um artigo memorável sobre uma ferramenta indispensável!

    • Opa Marcos! Obrigadão pelo comentário man 🙂

      Vou verificar esta informação! Valeuu!

      Forte abraço e sucesso!

  • JORGE CAVALCANTE

    Sou professor em Administração e tenho um Blog – http://jorgenca.blogspot.com.br/ , porem sou um réu confesso, nunca me interessei na expansão e acompanhamento da métrica de visualização de meu Blog.Estou agora interessado nesta possibilidade de explorar mais esta ação. A estrutura do Blogsport aceita o Google Analytics ????? Como devo proceder.

    • Opa Jorge! Obrigadão man! 🙂

      A melhor opção seria você ir para a plataforma WordPress.org, pois é ela quem dará para você uma estrutura profissional de um blog de sucesso!

      Abração e sucesso!

    • Marcos Vinicios Rodrigues

      Jorge, é possível sim usar o Google Analytics com o blogspot. Você pode seguir este breve guia do próprio Google => https://support.google.com/blogger/answer/7039627?hl=pt-BR
      Ressalto apenas, como já foi feito pelo HC, que um blog na plataforma wordpress.org é muito mais profissional e abre um leque imenso de possibilidades.
      Abraço.

  • Muito bom Henrique! É isso ai!

    Agora entendi, dois meses atrás meu blog atingiu uma taxa de conversão de 100% com menos de 30% de rejeição, e as metas atingiram 100 milhoes de dólares. Este ultimo mes, ocorreu o seguinte: 30% de taxa de conversão, metas cairam para $30 milhões e rejeição subiu para quase 70%!…. fiquei pensando…to fazendo merda! ….e agora tenho certeza! =)

    Muito bom artigo deu para clarear a mente!

    valeu! =)

    • Haha é assim mesmo, Valter! Com o tempo a gente vai aprendendo cada vez mais e aí as coisas se encaixam e dão certo! 🙂

      Obrigado por comentar!

      Grande abraço!

  • Gosto dos conteúdos, mas achei um pouco superficial. Gostaria de dar uma dica. Percebo que o mercado é escasso de interpretação de dado, então poderiam ter mais exemplos. Sei que citou alguns, mas ainda achei que poderia explorar mais. Creio que seria pauta para uma série de artigos. Talvez você queria diversificar bem no Marketing Digital, mas pelo menos uns 2 ou 3 mais detalhados podem ser interessantes. Neste achei muito longo, mas um pouco superficial. #feedback #dica #naoleveamal

    • Vinicius de Morais

      Concordo com você Danilo.

      Encontramos vários artigos falando sobre a ferramenta entretanto não se cita exemplos pra esclarecer o lado prático dos recursos disponíveis e ficamos meio que: beleza e agora ?

      E vale notar que o Henrique tem postado com mais frequência na semana. Não esperava uma conclusão de artigo tão cedo depois dos primeiros subtítulos mas o artigo ficou bom.

      Excelente trabalho Henrique,

      E Abs Danilo.

    • Olá Danilo! Obrigado por comentar e contribuir com a sua opinião!

      Abraço!

  • Vinicius de Morais

    Olá Henrique.

    A artigo ficou muito bom. 🙂 Analitycs é vida.

    Escuta, você já falou sobre ferramentas para gerenciamento de redes sociais e sobre a importância desa automação na produtividade de um blog?

    Nós últimos dias tenho analisado as melhores opções do mercado para contratação de uma. Encontrei uma bem interessante chamada CoSchedule. Mas é em inglês ?

    Ou sobre organização e produtividade entre uma equipe de colaboradores no mesmo projeto? (Eu estou reunindo uma pessoa de cada canto do Brasil pra se juntar ao time e as vezes fico pensando na melhor forma de gerenciar tudo isso).

    De qualquer forma o seu artigo está muito bom mas seria interessante os exemplos como comentei pro Danilo.

    Feedback também é vida 😉

    Abs e bom crescimento !

    P.S: notei que o banner do seu e-book tem uma palavra faltando.

    • Opa Vinicius! Obrigado pelo feedback! 🙂

      Dá uma olhada no nosso canal no Youtube e em vários artigos novos no blog! Estes dias tenho lançado vários conteúdos sobre gestão de equipes virtuais e ferramentas de trabalho que turbinam nossas rotinas aqui no Viver de Blog!

      Grande abraço!

  • Adão

    Confesso: Ainda não li o artigo (rotina ta complicada) Entretanto ja deixei salvo nos favoritos para minhas leituras futuras, como analytics é um dos meus pontos fracos é quase de fato que lerei esse artigo várias vezes.

    No meu tempo de Blogger eu tentava configurar, mas era uma chatice, mas pelo que vi em algumas imagens suas (“escaneando” a página) ele é bem detalhado e pode até dar pistas de como formatar o conteúdo para a persona (outra parte ruim do meu marketing digital).

  • Os SPAMs, como por exemplo o free-social-buttons4.xyz, atrapalham a análise do tráfego no meu site. Tenho que acrescentar novos filtros para cada SPAM toda a semana. É um saco! Há alguma forma de bloqueá-los antes de entrar na análise do Analytics? Os SPAMs de tráfego são uma vulnerabilidade do WordPress?

  • Renato Zangrossi

    Uma pergunta de quem não trabalha especificamente com Analytics: Se a TAXA DE REJEIÇÃO (quem ficou só em UMA página e saiu) é de 77,80% e a TAXA DE SAÍDA (quem navegou por 2 ou mais páginas) é de 65,06%, então a “real” taxa de rejeição não seria apenas de +- 12% ?

  • Ótimo material Henrique, como sempre arrebentando no conteúdo. Porém, eu senti falta de algo mais prático saca? Tipo, algo mais iniciante, mostrando os caminhos para geração desse relatório, talvez alguns prints mostrando como usar a ferramenta. Até mesmo pelo título do artigo, eu pensava que iria encontrar esse tipo de informação. Mas mesmo assim, artigo de grande valor. Valeu por compartilhar!

  • Muito bom como sempre Henrique! O Google Analytics é uma ótima ferramenta, ainda mais por ser gratuita, porém não dá para fazer tudo por ela. De fato, é necessário usar ferramentas complementares para se ter uma visão mais clara do que acontece no nosso site e de onde vêem os visitantes. Um grande desafio é tentar identificar todo o tráfego que é gerado através do compartilhamento social oculto. Para mais detalhes sobre isso, indico este artigo: Dentro do Mundo Misterioso do Compartilhamento Social Oculto http://www.hytrade.com.br/compartilhamento-social-oculto/

    Abraços!

    • Opa Ricardo! Obrigadão pelo comentário e pela dica man 🙂

      Abração e sucesso!

  • Muito bom artigo amigo, Esclarecedor e uma matéria completa assim não se encontra em qualquer lugar se não em um curso.

    Eu realmente é uma das primeiras coisas que faço quando crio novos projectos na Internet.

    Uma maneira útil de poupar tempo no acompanhamento de relatórios é ter o aplicativo do Google Analytic nos dispositivos móveis, podendo acompanhar de qualquer lugar.

    Muito obrigado .

    Mas tenho uma dúvida aqui e sei que não tem nada a ver com este artigo: Parte das estratégias na implementação de técnicas de SEO o uso de palavras chaves é super importante pois não?

    Porque não encontro as palavras chaves que usou para este artigo?

    Eu uso um inspector de Meta Tags e não detecta nenhuma palavra chave no seu artigo, pode me explicar isso?

    Mais uma vez obrigado.

  • Cláudia Vieira

    Olá, Henrique! Parabéns por mais um ótimo post!
    Google Analytics é fantástico, mas é muito chato lidar com os acessos fantasma e bots que ficam enchendo nosso relatório de números “falsos”. Vc segue alguma regra ou tem material bom pra nos passar sobre como ignorar esses acessos? Estou testando algumas regras, mas é sempre bom buscar conhecimento com pessoas mais experientes, como você.

    Obrigada desde já!
    Beijos,
    Cláudia – http://www.comeceaviajar.com.br

    • Opa Cláudia 🙂

      Acredito que o melhor mesmo é criar filtros para bloquear o GA de contar esses dados como visitas!

      Espero ter ajudado!

      Abração e sucesso!

    • Crie filtros de exclusão de origem de tráfego e coloque o nome da referência.

  • Ivana

    Muito bom o seu artigo, muito esclarecedor

  • Excelente para iniciantes. Tem muita gente que não monitora as métricas do negócio.

    Porém senti falta de uma explicação de configuração dessas metas de micro conversão como comentários e compartilhamentos sociais.

    • Opa Matthaeus! Obrigadão man pelo comentário e por contribuir com sua opinião 🙂

      Tamo junto!

      Abração e sucesso!

  • Gabriela Fernandes

    Olá Henrique, me tira uma dúvida por favor. O google analytics não está contabilizando as visitas do meu blog corretamente. Por exemplo, eu divulgo um determinado artigo no FACEBOOK, e de acordo com um plugin que uso pra contabilizar vizualizações nos artigos, esse determinado artigo teve 1.000 visualizações naquele dia. Porém, no ANALYTICS consta apenas 90 sessões no dia em que o artigo foi postado. Por que isso? Detalhe: o plugin que usei pra colocar o código UA do ANALYTICS é o MonsterInsights. Obrigada! Beijos.

  • Cristina

    Ótimo artigo! Além do Google Analytics indicamos também o site http://www.clickads.com.br que trabalha com anúncio e divulgação de produtos de loja virtual. A quem se interessar, vale a pena conhecer!

  • Gilmar Sergio

    Olá Tudo bem. Tenho um blog sobre meu trabalho de restauro de livros. http://finaartedorestauro.com.br/blog/ Não é um assunto muito conhecido…O que você recomendaria para frequência de postagens?. A grande maioria delas são sobre os livros que venho fazendo. Seria interessante por outros assunto do tema??? Grato

    • Olá Gilmar! A frequência de postagens deve ser aquela em que você consegue oferecer conteúdos consistentes e que irão causar impacto no seu nicho. Não adianta publicar muito e não ter consistência, nem demorar demais a publicar e deixar seu público esperando demais sem saber quando haverá novos conteúdos disponíveis, entende?!
      Experimente aos poucos até encontrar a medida ideal para a sua realidade e seu nicho.

      Sobre os assuntos, você pode usar as ferramentas do Google para orientar melhor suas escolhas e abordar exatamente aquilo que a sua audiência busca.

      Procure perceber quais as necessidades do seu nicho, o que você pode oferecer de conteúdo e conhecimento que poderá ajudar quem te segue e acompanha o seu trabalho!

      Espero ter ajudado! 🙂

      Grande abraço e sucesso pra você!

  • Ezequias

    Henrique seus artigos são muito bons, mas é uma pena você não mostrar na prática como usar o: URL Builder Tool, quem não é acostumado com isso não vai entender nada, eu particularmente tenho o meu blog de Inglês mas não entendo muito dessas funcionalidades, achei um vídeo aqui no Youtube que fala sobre isso vou dar uma olhada, é em inglês, mas pra mim isso, não é problema. Vou ver e depois te falo. Precisamos de artigos que mostre a execução de algumas ferramentas e serviços. Grato Ezequias do Inglês Gratuito

    • Olá Ezequias! Obrigado pelo comentário e pela sugestão compartilhada! 🙂

      Grande abraço!

  • O vídeo não está rodando: “conta encerrada”

    • Olá Ronaldo! Vamos verificar por aqui! Obrigado por sinalizar! 🙂

      Abraço!

  • Uma sugestão de artigo: falar sobre os malditos spams do Analytics. São aquelas visitas, geralmente da Rússia, que atrapalham as análises e deixam os principiantes do Analytics achando que estão recebendo centenas de visitas, mas, na verdade, é tráfego fantasma com rejeição de 100%.

  • Pessoal, tem um erro ao usar o formulário para baixar o ebook, vejam: https://uploads.disquscdn.com/images/33c76b2c70b677d5e168cf72cf070d58f1952a03188a6eb87cf602b5b7300f45.png

    • Opa Tiago! Obrigado por nos avisar! Estamos verificando por aqui e em breve estará normalizado! 🙂

      Grande abraço!

  • Artigo top (como sempre) Henrique! Vou colocar todas as dicas em prática! Obrigada! 😉

    • Que bom que gostou, Paula! Fico feliz em saber que compartilhamos conteúdo relevante para você! 🙂

      Grande abraço e sucesso!

  • Parabéns Henrique por mais um conteúdo memorável. Show!!

Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

934 Compart.
Compartilhar911
Compartilhar15
Twittar8
WhatsApp